Cruzeiro 1x0 Atlético-PR - 05/11/2017

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Palmeiras.png 2x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Flamengo.png 2x0 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Brasileiro 2017
Escudo Palmeiras.png 2x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Flamengo.png 2x0 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 1x3 Escudo Atlético-MG.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 3x1 Escudo Fluminense.png
Contra Atlético-PR
Escudo Atlético-PR.png 0x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Atlético-PR.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
1 × 0 Escudo Atlético-PR.png
Atlético-PR
32ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017
Data: 5 de novembro de 2017 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 17:00 Estádio: Mineirão
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza Público pagante: 8.157
Assistente 1: Bruno Salgado Rizo Público presente: 10.845
Assistente 2: Anderson José de Moraes Coelho Renda: R$ 144.047,00 R$ 144.047 <br />Cr$ 144.047 <br />NCr$ 144.047 <br />Cz$ 144.047 <br />NCz$ 144.047 <br /> (preço médio: R$ 17,66 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Cruzeiro: Atlético-PR:

1. Fábio 12. Weverton
2. Ezequiel 2. Jonathan
27. Manoel 25. Wanderson
35. Murilo Cerqueira 13. Paulo André
6. Diogo Barbosa 87. Fabrício
16. Lucas Silva 21. Esteban Pavez Cartão amarelo recebido aos 24  (2T) 24'  (2T)   Substituição realizada 40'(2T) de jogo 40'(2T) ( 91. Éderson )
8. Henrique 3. Lucho González Substituição realizada 25'(2T) de jogo 25'(2T) ( 20. Mateheus Rossetto )
19. Robinho 23. Lucas Fernandes Substituição realizada 20'(2T) de jogo 20'(2T) ( 92. Pablo )
30. Thiago Neves Substituição realizada 29' (2T) de jogo 29' (2T) ( 11. Alisson ) 17. Guilherme
70. Rafinha Cartão amarelo recebido aos 30  (1T) 30'  (1T)   Substituição realizada 43' (2T) de jogo 43' (2T) ( 15. Rafael Marques ) 8. Sidcley Cartão amarelo recebido aos 25  (2T) 25'  (2T)  
10. De Arrascaeta  Gol aos 40 do  (1T) 40'  (1T) Substituição realizada 38' (2T) de jogo 38' (2T) ( 40. Jonata Bastos ) 9. Ribamar
Técnico: Mano Menezes Técnico: Fabiano Soares
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Atlético-PR:

Pré-Jogo

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 5º, com 48 pontos; AtléticoPR, o 9º, com 42.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 16h53. TIMES em campo. Cruzeiro todo de azul, Cap, com uniforme tradicional.
  • 16h56 HINO Nacional.
  • 17h COMEÇA o jogo. Cruzeiro, à direita das tribunas, Atlético dá a saída.
  • 01 Cruzeiro toca a bola, sem pressa.
  • 02 PÚBLICO ridiculamente pequeno. Cap sem torcida presente.
  • 03 Henrique chuta de longe, bola passa por cima do travessão.
  • 04 Cruzeiro aperta saída de bola do Atlético.
  • 05 Marcação acima de tudo. Times não se arriscam, nem querem ser surpreendidos.
  • 06 ALIANÇA. Entre as faixas das organizadas celestes, uma da Ultras, organizada do Paranaense.
  • 07 Neves cruza da esquerda, Fabrício tira de cabeça.
  • 08 Neves cobra corner a direita, Arrascaeta desvia, González corta.
  • 09 Murilo comete falta em Paulandré.
  • 10 CHAPÉU de Barbosa em Jonathan na lateral. Torcida curte.
  • 11 Lucas Fernandes parte pra cima da marcação e tenta cruzar, mas chuta em cima da marcação.
  • 12 Sidcley erra passe pra Guilherme. Colocou força excessiva no passe.
  • 12 Rafinha aciona Neves, que passa a Robinho. Meia devolve pra Rafinha, que chuta. Weverton defende.
  • 13 Cruzeiro roda a bola.
  • 13 FALTA FRONTAL. Arrascaeta recebe de Rafinha, mas é derrubado por Guilherme.
  • 14 Robinho cobra a falta, bola fica na barreira.
  • 15 Manoel chuta, a bola mascada, que Weverton defende sem dificuldade.
  • 16 JOVEM CIPOTÂNEA, única faixa de organizada do interior estendida no Mineirão.
  • 17 BOLAS MURCHAS, reclamam os jogadores.
  • 18 Ribamar recebe lançamento, mas está na banheira.
  • 19 TORCIDA CELESTE assiste ao jogo despreocupadamente, sem participar.
  • 20 Lucas Fernandes lança Ribamar na direita. O atacante chuta cruzado, bola à esquerda de Fábio.
  • 20 NÃO FUNCIONA. Arrascaeta e Neves se revezam descordenadamente na centroavância.
  • 21 HENRIQUE foi homenageando antes do jogos pelas 400 partidas coma camisa do cruzeiro.
  • 22 Robinho mete a mão na bola, após bate-rebate na entrada da área.
  • 23 Neves cruza, Wanderson corta, pelo alto.
  • 24 Lucas Fernandes finaliza, bola sai pela linha de fundo.
  • 25 ARMÁRIO. Jonathan cresceu pros lados, depois que saiu do Cruzeiro. Mas continua jogando direitim na lateral direita.
  • 26 González lança Ribamar, bola pega velocidade indesejada e vai ter às mãos de Fábio.
  • 27 Rafinha cruza, Arrascaeta não alcança. Robinho pega a sobra, mas chuta pra fora.
  • 28 Paranaense já apareceu no Mineirão com times melhores. No atual, só Guilherme trata bem a bola.
  • 29 PARA TUDO! Ribamar comete falta de ataque.
  • 30 Laterais e volantes, os melhores do Cruzeiro até agora.
  • 31 AMARELO. Rafinha por impedir contrataque, com falta.
  • 32 Guilherme levanta na área, Ribamar tenta cabecear, beques celestes não permitem.
  • 33 Barbosa cruza, Arrascaeta não consegue arrematar, Lucas pega a sobra e chuta a gol. Bola desvia na defesa rubronegra e sai.
  • 34 Guilherme aciona Sidcley na pequena área, bequeira celeste intercepta a bola.
  • 35 Guilherme cobra corner na direita, nenhum atleticano alcança a bola, que atravessa a área celeste.
  • 36 Lucas Fernandes cruza da direita, nenhum atleticano aparece na área.
  • 36 Fabrício comete falta no ataque.
  • 37 Lucas Fernandes limpa a jogada pela direita, mas é desarmado.
  • 38 QUASE! Guilherme serve Ribamar, que arremata cruzado. Bola sai rente ao poste direito.
  • 39 Cruzeiro está melhor, num jogo de poucos lances agudos.
  • 40 GOL. Robinho dá passe de mestre a Arrascaeta, na área pela esquerda. Uruguaio corta Wanderson, leva a bola pra dentro e chuta colocado. Bola entra no canto esquerdo, sem chance pra Weverton, CRUZEIRO 1×0.
  • 41 Torcida Celeste acordou pra comemorar o gol.
  • 42 Neves recebe na esquerda e cruza, bola passa por cima do travessão.
  • 43 O lance do gol foi o primeiro serviço de Robinho neste Brasileiro.
  • 44 FINALIZAÇÕES: Cruzeiro 9×3.
  • 45 DEFESAÇA. Sidcley cruza da esquerda, Ribamar mata no peito e finaliza de bicicleta. Fábio escanteio a bola.
  • 46 Guilherme cobra corner, defesa celeste corta.
  • 46 FIM de 1º tempo.
  • ARRASCAETA: “Foi importante fazer o gol, agora é melhorar no 2º tempo”.
  • RIBAMAR: “A bola está chegando, está faltando ser efetivo, fazer o gol. Vamos conversar no vestiáno pra voltar mais atentos no 2º tempo”.

Segundo Tempo

  • 18h01 COMEÇA o 2º tempo. Cruzeiro dá a saída.
  • 46 Gonzáles aciona Ribamar na áea, mas Ezequiel faz o corte.
  • 47 Pavez chuta de longe, bola para em Manoel.
  • 48 Rafinha tenta cruzar da esquerda, mas perde a bola pra Jonathan.
  • 49 Muita marcação. Times não concedem espaços.
  • 50 Rafinha limpa a jogada e chuta forte, bola passa raspando a baliza celeste.
  • 51 Atlético gira a bola, Cruzeiro não concede espaços.
  • 52 Barbosa cruza da esquerda, bola muito forte, Weverton defende.
  • 53 Robinho levanta na área, Neves tenta arrematar de voleio, mas está impedido.
  • 54 Sidcley gira e cima de Ezequiel, mas erra o passe.
  • 55 Robinho cruza, bola bate em Paulandré e sai a corner.
  • 56 DEFESAÇA. Neves cobra corner da direita, Paulandré corta. Na sequência, Rafinha solta uma bomba, Weverton defende.
  • 57 Neves cobra corner na direita, Sidcley corta no primeiro poste.
  • 58 Cruzeiro pressiona bastante. Time voltou bem nesta etapa final.
  • 59 Paulandré aciona Jonathan na direita, bola muito veloz sai pela linha de fundo.
  • 60 Neves finaliza de canhota, bola passa por cima do travessão.
  • 61 TREZENTAS crianças de escolas públicas apoiam o time celeste, desde o setro roxo.
  • 62 Lucas chuta de longe, bola sobe demais.
  • 63 NÃO DÁ MAIS. Lucas Fernandes cai e recebe atendimento na cancha.
  • 64 TROCA: Lucas Fernando x Pablo.
  • 65 Pablo fez gol no Cruzeiro, no Mineirão, em 2016.
  • 66 Fabrício cruza, Ribamar cabeceia pro meio, mas ataque comete falta.
  • 67 Barbosa cruza rasteiro, bola desvia em Jonathan e fica com Weverton.
  • 68 Sdicley cruza da esquerda, Ribamar cabeceia, a bola desvia e vai por cima.
  • 69 BALIZA. Guilherme cobra corner na esquerda, bola bate no travessão, Gonzales chuta, defesa celeste corta, quase na risca.
  • 69 AMARELO. Pavez.
  • 70 AMARELO. Sidcley.
  • 71 TROCA. Lucho González x Matheus Rossetto.
  • 73 Ribamar domina no peito, gira, mas chuta fraco. Fábio defende.
  • 74 TROCA. Neves x Alisson.
  • 76 Guilherme cobra cporner na direita, nenhum atleticano aparece pra finalizar.
  • 79 ISOLOU! Fabrício pega a bola na esquerda, dentro da área, e chuta sem direção.
  • 80 Torcida Celeste aplaudiu Fabrício, agradecida pelo chute ignorante.
  • 80 Alisson limpa e finaliza, Weverton encaixa.
  • 81 Pablo cruza da direita, ninguém aparece na área pra conferir.
  • 82 TROCA. Arrascaeta x Jonata
  • 83 Ribamar está na banheira.
  • 84 TROCA. Pavez x Ederson.
  • 85 Lucas Silva está na banheira.
  • 86 Sidcley cruza da direita, Fábio escanteia a bola, com um tapa.
  • 87 Robinho aproveita a sobra e chuta forte, sem direção.
  • 88 TROCA. Rafinha x Rafael Marques.
  • 89 RAFINHA levou terceiro amarelo mão jogará contra o Flamengo.
  • 90 PÚBLICO: 8.157 pagantes, 10.845 presentes, R$144.047, média R$18.
  • RAFINHA: “Mano falou que o importante era voltar a vencer, independente do resultado, a gente sabia das dificuldades, o Atlético marcou muito forte, mas a gente precisava a voltar a vencer em casa com apoio do nosso torcedor. Foi uma vitória magra, mas importante, pois nos faz subir mais um degrau na tabela”

Vídeos

Bastidores pré jogo
Coletiva pós jogo

Atuações

  • TORCIDA CELESTE compareceu em baixo número e não participou. As organizadas não deram as caras. (Síndico)
  • FÁBIO fez uma defesaça e esteve bem em todas as intervenções. (SÍNSICO) —— FÁBIO foi responsável também pelo resultado ao fazer duas boas defesas –uma no 1º e outra no 2º tempo. Com o goleiro em campo, Cruzeiro tem muita segurança. (Globo Esporte)
  • EZEQUIEL foi um bom marcador e esteve perfeito na cobertura, até salvando um gol. A torcida não presta atenção, mas pratica o discurso de ódio contra ele no Seu Nome, Seu Bairro. (Síndico)
  • MANOEL falhou num lance capital e foi salvo por Ezequiel. De resto, bons desarmes e cortes. (Síndico)
  • MURILO jogou bem, com poucos e irrelevantes vacilações. (Síndico)
  • BARBOSA alternou momentos de categoria, com chapéu incluído, apoio ao ataque, com desatenção na marcação. (Síndico)
  • HENRIQUE fez o que precisa ser feito. Defendeu, deu fluência à saída de bola e, quando pôde, apoiou o ataque. (Síndico)
  • LUCAS foi um dos que se salvaram na etapa inicial, com bons passes e combatividade. Na etapa final, caiu um pouco, mas sem comprometer o conjunto. (Síndico)
  • ROBINHO, interessado e criativo, foi o MdJ. Mano o colocou jogando mais no meio, um pouco à frente da linha de volantes e não aberto pela direita. Acho esse o melhor posicionamento pra ele. (Diogo Lara) —– Tecnicamente, esteve bem com pelo menos três ótimos lançamentos, incluindo o do gol, e taticamente com boas movimentações quando o time tinha a posse de bola. (Bruno Barros)
  • ARRASCAETA foi o destaque do Cruzeiro na partida. Deu muito trabalho à defesa do Atlético, com sua movimentação e chutes de fora da área. Em um lance individual, resolveu o jogo e garantiu a vitória. (Globo Esporte) —– Maior talento entre os 28 jogadores que estiveram em campo, resolvou a parada com uma jogada que poucos dão conta de fazer no futebol do terceiro mundo. (Matheus Penido)
  • NEVES, que antes do jogo, ele havia dito não gostar de atuar muito centralizado e à frente, demonstrou que realmente não se adapta bem, pois ficou preso na marcação da defesa, limitando assim seu poder de ação e ataque. (Globo Esporte)
  • RAFINHA não foi compreendido por parte da torcida. Ninguém percebeu que foi escalado em função diferente pra marcar as subidas do Jonathan. O lado esquerdo não é seu forte porque ele é destro. No final da partida devolveu tabela de forma errada porque não tem a canhota. Vinha sendo o mais regular, desde a final da Copa Brasil, mas neste jogo contra o Paranaense seu rendimento caiu, só recuperando nível quando retornou à direita no final do jogo, ao voltar à direita. (Rosan Amaral)
  • ALISSON entrou na segunda metade da etapa final, correu muito e até chutou a gol. Sem muita força, como sempre. (Síndico)
  • MARQUES entrou nos minutos finais e correu logo pra área celeste, a fim de ajudar na defesa aérea. E mais nada aconteceu, na sequência. (Síndico)
  • JONATA estreou no time principal jogando dez minutos. Desinibido, tabelou, deu passe pra finalização de Robinho e foi elogiado pelo técnico na coletiva pós-jogo. (Síndico)
  • MANO escalou o melhor possível, fez as substituições necessárias, embora com a demora habitual, e venceu. Além de vencer, manteve o time na liderança do retorno. O futebol bonito ficará, provavelmente, pro Campeonato Mineiro. Já o entrosamento entre Arrascaeta e Neves pra não deixar a centroavância às moscas, isto sim, precisa ser trabalhado.
  • CRUZEIRO fez aquele jogo de segurança habitual, com estocadas esporádicas. Mudou um pouco na etapa final, quando ameaçou mais a defesa rubronegra. Como sempre, Fábio salvou e a centroavância rotativa não funcionou. Ou melhor, funcionou no gol a la Ronho, feito por Arrascaeta. (Síndico)
  • PARANAENSE foi organizado, mas sem criatividade. nenhum pereba no time, mas só um, o ex-crizeirense Guilherme, trata a bola com respeito. Os demais são obreiros. (Síndico)
  • ÁRBITROS não atrapalharam, atuando com segurança, discrição e sem cometer erros relevantes. (Síndico)

O que foi dito

  • MANO MENEZES: O jogo foi disputado dentro do esperado mesmo, a gente precisava voltar a vencer em casa, não sofrer gols novamente, e não o tomamos com o auxilio de todo mundo, principalmente por causa do Fábio. Tivemos maturidade, fizemos um 2º tempo melhor, mais bem posicionado, mudamos um pouco a forma da equipe jogar. Trouxemos o Robinho pra dentro, Neves pela direita e Arrascaeta flutuando mesmo, que é o que ele pode dar pra equipe nesse momento e Rafinha pela esquerda. Depois as alterações em função até por desgaste e uma idéia de dar ritmo para Alisson novamente. Tirei Neves e deixei Arrascaeta, pra guardá-lo pra quarta, já que Arrascaeta vai pra seleção. Teve a estreia de Jonata pra ir se acostumando, pois daqui a pouco vamos usá-lo. Sem duvida nenhuma era importante voltar a vencer.
  • RAFINHA: Mano falou que o importante era voltar a vencer, independente do resultado, a gente sabia das dificuldades, o Atlético marcou muito forte, mas a gente precisava a voltar a vencer em casa com apoio do nosso torcedor. Foi uma vitória magra, mas importante, pois nos faz subir mais um degrau na tabela.
  • TREM AZUL: O preço médio do ingresso: foi de R$18. Brasileiro não gosta de futebol, quem gosta são os argentinos, espanhóis, uruguaios, italianos e americanos (como disse o chefe, a média de público de futebol nos EUA é maior do que a do Cruzeiro e nem classificar para uma Copa do Mundo eles conseguem). Brasileiro gosta mesmo é de ver jogos nos bares da Savassi.
  • MATHEUS CHAVES: Rafinha tem saído melhor que encomenda e fez uma boa partida. O destaque positivo do jogo fica por conta da nova camisa, que é muito bonita e já está encomendada pela minha patroa como presente de Natal. E, ao vivo, a camisa fica ainda mais bonita. A Umbro tem caprichado nos mantos desde que estreou como fornecedora. De resto, time e torcida já estão no ano que vem.
  • BRUNO FURLETTI: O jogo do Cruzeiro tem sido o mesmo durante todo o campeonato. Então, não vai adiantar pedir novidade ou outro estilo no final do certame. Ainda mais que não temos nenhum atacante de área disponível no elenco.
  • JOÃO COSTA: Foi um joguinho burocrático. Salvou-nos o passe espetacular do Robinho e a conclusão de craque do Arrascaaeta. De resto, repetição monótona da maioria dos nossos jogos. Posse de bola sem objetivo, totós pra todos os lados, ameaças de gol beirando ao zero. A cartilha Menesiana levada à perfeição. Só não passamos sufoco porque o Paranaense é muito ruim.
  • ROSAN AMARAL: Só de ver meu Cruzeiro entrar em campo, já considero justo o preço do ingresso. E ver o golaço do Arrascaeta foi um plus luxuoso. Como brinde, o lançamento do Robinho pro gol do Arrascaeta. Passe igual, nem Gerson fez na Copa de 1970!
  • EDUARDO ARREGUY: Arrascaeta fez o gol do jeito que o Alisson não fez no clássico e que o Ronho fez dois.

Fontes

Transmissão

  • PPV