Cruzeiro 0x1 São Paulo - 24/10/1995

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Santos.png 2x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 0x0 Escudo Goiás.png
Por Supercopa Libertadores
Escudo Colo-Colo.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo São Paulo.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 2x3 Escudo Vasco.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 0x0 Escudo Goiás.png
Contra São Paulo
Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo São Paulo.png Gol aos do Escudo São Paulo.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
0 × 1 Escudo São Paulo.png
São Paulo
1º jogo da Final da Copa Ouro 1995 e Jogo de ida - Quartas de Final da Supercopa Libertadores 1995
Data: 24 de outubro de 1995 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 21:00 Estádio: Mineirão
Árbitro: Wilson Souza de Mendonça Público pagante: 18.055
Assistente 1: Carlos Elias Pimentel Público presente: Não disponível
Assistente 2: Teodoro Castro Linho Renda: R$ 161.582,50 R$ 161.582,5 <br />Cr$ 161.582,5 <br />NCr$ 161.582,5 <br />Cz$ 161.582,5 <br />NCz$ 161.582,5 <br /> (preço médio: R$ 8,95 )
Súmula: Súmula do jogo
Escalações
Cruzeiro: São Paulo:

1. Dida 1. Zetti
2. Paulo Roberto 2. Rogério Pinheiro
3. Vanderci  Cartão vermelho recebido aos 3. Gilmar
4. Rogério  Cartão vermelho recebido aos 4. Borden
5. Nonato 5. Ronaldo
6. Fabinho Silva  Cartão vermelho recebido aos 6. Alemão
7. Belletti 7. Cerezo
8. Alberto Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( Luís Fernando Flores ) 8. Donizete
9. Marcelo Ramos  Cartão vermelho recebido aos 9. Denilson
10. Paulinho McLaren Substituição realizada 55' (1T) de jogo 55' (1T) ( Luiz Fernando Gomes ) 10. Palhinha II Gol aos 8 do  (1T) 8'  (1T)
11. Dinei Substituição realizada 55' (1T) de jogo 55' (1T) ( Serginho ) 11. Caio
Técnico: Ênio Andrade Técnico: Telê Santana
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: São Paulo:


  • Jogo terminou aos dois minutos do segundo tempo, devido à inferioridade numérica do Cruzeiro. O Clube ficou com apenas seis jogadores em campo. Rogério, Vanderci, Fabinho e Marcelo foram expulsos, enquanto que Luís Fernando saiu de campo por exaustão. A CONMEBOL decidiu que o resultado do jogo permaneceria mesmo sem se cumprir 2/3 da partida.

Primeiro vexame de Wilson de Souza Mendonça

A primeira partida foi disputada no Mineirão (24/10/1995) e o São Paulo venceu por 1 a 0, num jogo que teve apenas o 1º tempo. Enquanto a bola rolou, o jogo foi repleto de lances ríspidos e desleais de ambas as partes sob a complacência do árbitro Wilson de Souza Mendonça. Aos 39 do 1º tempo, o árbitro não puniu uma falta violenta do lateral Rogério Pinheiro, do São Paulo, sobre o zagueiro Rogério, do Cruzeiro, que no lance seguinte revidou. O árbitro exibiu o cartão vermelho para o zagueiro cruzeirense e, em seguida, expulsou também o zagueiro Vanderci por reclamação.

O lateral Rogério Pinheiro que foi expulso duas vezes no Campeonato Brasileiro e vinha tendo a sua posição de titular ameaçada pelo técnico Telê Santana por causa de sua indisciplina em campo, sequer foi advertido por Wilson de Souza Mendonça.

Sem os zagueiros expulsos, o treinador Ênio processou as alterações para recompor a equipe: tirou os atacantes Paulinho MacLaren e Dinei e o volante Alberto e colocou os meio campista Luiz Fernando Gomes e Luiz Fernando e o lateral esquerdo Serginho.

O jogo recomeçou, mas quatro minutos depois, o despreparado Wilson de Souza Mendonça expulsou o volante Fabinho e o atacante Marcelo Ramos por reclamação. O presidente Zezé Perrella e alguns torcedores invadiram o campo sendo contidos pela Policia e a partida ficou paralisada por 12 minutos.

A partida recomeçou e mesmo com 7 jogadores (nenhum zagueiro), o Cruzeiro segurou o resultado nos minutos finais do 1º tempo.

No início do 2º tempo, numa rápida saída de bola, o Cruzeiro, quase empatou e, no lance, o atacante Luiz Fernando Gomes caiu no gramado. Após o atendimento médico o jogador alegou não ter condições de continuar. Conforme as regras da FIFA, uma equipe não pode prosseguir uma partida com 6 atletas e Wilson Souza Mendonça encerrou a primeira palhaçada de sua carreira aos 2 minutos do 2º tempo.

Referências