Cruzeiro 0x0 Vasco - 04/04/2018

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Atlético-MG.png 3x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Atlético-MG.png
Por Copa Libertadores da América
Escudo Racing.png 4x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Universidad de Chile.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Tupi.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Atlético-MG.png
Contra Vasco
Escudo Cruzeiro.png 0x1 Escudo Vasco.png Gol aos do Escudo Vasco.png 0x4 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
0 × 0 Escudo Vasco.png
Vasco
2ª rodada - Grupo 5 - Copa Libertadores da América 2018
Data: 4 de abril de 2018 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 21:45 Estádio: Mineirão
Árbitro: Raphael Claus Público pagante: 35.033
Assistente 1: Marcelo Van Gasse Público presente: 38.019
Assistente 2: Emerson de Carvalho Renda: R$ 1.877.854,00 R$ 1.877.854
Cr$ 1.877.854
NCr$ 1.877.854
Cz$ 1.877.854
NCz$ 1.877.854
(preço médio: R$ 53,60 )
Súmula: Súmula e Borderô
Escalações
Cruzeiro: Vasco:
1. Fábio 1. Martin Silva
3. Léo 2. Rafael Galhardo
26. Dedé 3. Erazo
29. Lucas Romero Cartão amarelo recebido aos 2  (2T) 2'  (2T)   Substituição realizada 4' (2T) de jogo 4' (2T) ( 2. Ezequiel ) 25. Paulão
6. Egídio 6. Fabrício
5. Ariel Cabral Substituição realizada 36' (2T) de jogo 36' (2T) ( 21. Mancuello ) 20. Wágner Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 10. Evander )
8. Henrique 7. Wellington
18. Rafinha Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 23. Sassá ) 5. Leandro Desábato
19. Robinho 22. Yago Pikachu
10. De Arrascaeta 18. Riascos Substituição realizada 35'(2T) de jogo 35'(2T) ( 19. Caio Monteiro )
30. Thiago Neves 11. Paulinho Substituição realizada 26'(2T) de jogo 26'(2T) ( 9. Andres Rios )
Técnico: Mano Menezes Técnico: Zé Ricardo
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Vasco:

Pré-Jogo

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 19h37 TIMES em campo, Cruzeiro com uniforme tradicional; Vasco de preto.
  • 21h40 HINO Nacional.
  • 19h45 COMEÇA o jogo. Cruzeiro à direita; Vasco dá a saída.
  • 11seg Após falha na saída de bola do Vasco, Neves deixa com Arrascaeta, que chuta por coma do travessão.
  • 01 Vasco troca passes na esquerda, Fabrício sofre falta de Rafinha.
  • 02 Paulão faz lançamento longo, Riascos não domina, Paulinho tenta girar, mas é desarmado por Romero.
  • 03 Arrascaeta cruza da direita, Neves se antecipa a Paulão e finaliza com o pé esquerdo. Bola passa sobre o arco.
  • 04 PÚBLICO muito bom, 2/3 dos lugares ocupados.
  • 05 Galhardo sai pela direita, mas a marcação celeste, avançada, impede sua progressão.
  • 06 Arrascaeta passa a Egídio na esquerda. O lateral cruza, a bola desvia em Galhnardo e fica com Martín.
  • 07 VASCAÍNOS ocupam integralmente seu espaço e cantam alto.
  • 08 Paulinho chuta da esquerda buscando Pikachu. Bola rápida demais não causa problemas pra Fábio.
  • 09 Dedé lança Egídio, queé bloqueado por Galhardo. Corner, Cruzeiro.
  • 10 Arrascaeta cobra corner na esquerda, Martin tira de soco.
  • 11 Rafinha cruza da direita, Dedé cabeceia no segundo poste, bola sai pela linha de fundo, sem perigo.
  • 12 Wellington carrega bola na entrada da área celeste, mas é desarmado por Henrique.
  • 13 Rafinha cruza da direita buscando Arrascaeta, Paulão tira de cabeça. Na sequência, o uruguaio cruza da esquerda, pra novo corte do beque vascaíno.
  • 14 Arrascaeta cobra falta na esquerda, bola rápida demais sai pela linha de fundo.
  • 15 Wagner recebe na entrada da área, tenta girar, mas é desarmado. Terceiro ataque do Vasco, nenhum perigoso.
  • 16 Neves cabeceia após cruzamento da direita.
  • 17 Robinho chuta em cima de Desábato.
  • 18 Rafinha tabela com Cabral e cruza, bequeira carioca corta.
  • 19 Galhardo cobra corner no primeiro poste, Henrique tira de cabeça.
  • 20 Wagner cobra corner, Dedé sobe pra cortar.
  • 21 Romero lança Rafinha na direita, meia não consegue dar prosseguimento à jogada.
  • 22 Wellington lança Galhardo, que cruza da direita. Leo corta.
  • 23 Dedé dá um bico, Rafinha fica coma bola, mas comete falta em Pikachu.
  • 24 Galhardo cobra falta de longa distância, Paulão aparece sozinho pra cabecear, mas não acerta em cheio e a bola sai à esquerda de Fábio.
  • 25 TORCIDA CELESTE apoia seu time, com entusiasmo.
  • 26 Vasco valoriza a posse de bola, Cruzeiro se fecha com onze na defesa.
  • 27 Paulão faz lançamento longo para a área de ataque do Vasco, mas Fabrício erra e fura na hora de tentar o domínio.
  • 27 Arrascaeta aciona Egídio na esquerda, lateral dedixa bol sair pela lateral.
  • 20 JUNINHO PERNAMBUCANO, comentarista Globo: “Ninguém se arrisca. Fica nesse toque pra lá e pra cá um esperando o erro do outro.”
  • 29 Wagner tenta inversão pra Paulinho na esquerda, olha sai pela lateral.
  • 30 O Cruzeiro entra na área, com tabela de Rafinha e Neves, mas Galhardo consegue o corte.
  • 31 QUASE! Dedé arremata, após corner cobrado na esquerda, Paulão se joga no lance pra bloquear o chute.
  • 32 CADÊ O NOVE? Neves recebe lançamento e cai na área, após disputa com Galhardo e pede falta. Juiz aplica a lei da vantagem, bola fica com Rafinha, que cruza rasteiro pro meio da área, mas ninguém chega pra concluir.
  • 33 RENATO MARSIGLIA, comentarista Globo: “Foi falta fora da área, mas o árbitro aplicou corretamente a lei da vantagem”.
  • 35 Arrascaeta dribla na esquerda e cruza, Fabrício corta de cabeça.
  • 36 EGÍDIO! Wagner puxa contrataque, tabela com Paulinho e cruza de pé esquerdo pra Riascos. Eg;ido corta na pequena área, salvando gol vascaíno.
  • 37 Pikachu arremata, biqueira celeste corta. Pikachu tenta de novo, bola desvia e sai a escanteio.
  • 38 TORCIDA VASCAÍNA se entusiasma e canta alto.
  • 39 RESPOSTA CELESTE. Pikachu perde a bola no meio, Arrascaeta avança em velocidade, invade a área, mas Paulão o persegue e consegue o desarme cm um toque de alta rescisão dentro da área.
  • 40 JUNINHO PERNAMBUCANO: “Paulão é o melhor jogador do Vasco neste jogo”.
  • 41 Robinho recebe na entrada da área e deixa com Arrascaeta na direita. Uruguaio está na banheira.
  • 42 ENGROSSOU. Galhardo cruza da direita buscando Riascos na área, Dedé corta de canela.
  • 43 BOB FARIA, comentarista Globo: “Jogo muito tímido dos jogadores que têm melhor nível técnico”.
  • 44 Neves domina na esquerda e recebe falta de Paulão.
  • 45 Falta cobrada e nada acontece.
  • 45+1 Neves cobra falta no segundo pote, Fabrício corta.
  • 45+1 FIM de 1º tempo.

Segundo Tempo

  • 22h48 COMEÇA o 2ª tempo, Vasco dá a saída.
  • 46 TROCAS: Rafinha x Sassá, Wagner x Evander.
  • 46 Arrascaeta cruza da esquerda buscando Sassá, bola vai forte demais e fica com Fabrício.
  • 47 AMARELO. Romero, por falta em Evander.
  • 48 Depois da falta, Lucas Romero fica caído com dores na coxa esquerda. Pausa para atendimento médico.
  • 49 TROCAS: Romero x Ezequiel.
  • 50 Cruzeiro pressiona saída de bola do Vasco.
  • 6 Evander domina pelo meio, tenta finta sobre Henrique e é parado com falta.
  • 7 Pikachu cruza pela direita, a bola passa por todos os vascaínos e fica com Ezequiel.
  • 7 Sassá recebe lançamento de Arrascaeta, mas é flagrado em posição de impedimento.
  • 8 O Cruzeiro chega ao ataque. Ezequiel cruza rasteiro pela direita, Thiago Neves deixa a bola passar, mas Paulão faz o corte antes da chegada de algum atacante.
  • 11 Evander e Fabrício tentam tabela pela esquerda. Ezequiel faz o corte.
  • 12 Cabral lança Sassá, que não consegue domínio na entrada da área. Paulão chega para recuperar a posse para o Vasco.
  • 12 Paulinho tabela com Riascos e arrisca chute de canhota de fora da área. A bola vai no canto esquerdo do goleiro cruzeirense, mas sem muita força.
  • 14 Paulinho arranca e puxa bom ataque para o Vasco. Ele deixa com Evander pela esquerda, dentro da área, mas o cruzamento do camisa 10 para o meio sai sem força e facilita para a defesa do Cruzeiro.
  • 15 Fábio brilha! Paulinho arrisca chuta de fora da área, agora de pé direito, e a bola desvia em Ariel Cabral. O goleiro do Cruzeiro exibe ótimo reflexo e evita o gol vascaíno no cantinho!
  • 16 Em tentativa de resposta rápida, Thiago Neves finaliza de longa distância. O chute, porém, vai sem direção e sem perigo para Martín Silva.
  • 18 Arrascaeta recebe bom lançamento pela esquerda, invade a área e cruza para Thiago Neves, que tenta a finalização bonita. A bola vai sem direção, e Sassá não consegue completar no meio da área.
  • 19 Robinho arrisca chute de fora da área e o goleiro cai no canto direito para espalmar. Na sequência, Sassá pega o rebote, mas para no camisa 1 novamente! Agora é a torcida do Cruzeiro que se empolga!
  • 21 O Vasco responde. Fabrício puxa para o meio e deixa com Paulinho. Ele tenta a tabela com Evander, que consegue ficar com a bola na área, mas acaba cometendo falta de ataque.
  • 22 Vasco encontra espaços e o atacante colombiano recebe boa enfiada pela direita. Ele consegue se livrar de Fábio, mas demora na hora de cruzar para o meio da área e vê o goleiro colocar pela linha de fundo.
  • 23 Após escanteio cobrado pela direita, Paulão sobe bem para cabecear. A bola toca no braço de Ezequiel, mas o árbitro não marca o pênalti.
  • Renato Marsiglia COMENTARISTA “Nada a marcar no lance”
  • 24 Desábato perde a bola e cede bom ataque para o Cruzeiro. Sassá recebe na entrada da área e fica cara a cara com Martín Silva, que faz grande defesa na finalização. Que chance perdeu o Cruzeiro…
  • 25 Paulinho disputa bola com Henrique no meio-campo e cai em cima do braço. O jogador vascaíno sente muitas dores e acaba deixando o campo.
  • 26 ENTRA: Andrés Ríos
  • 26 SAI: Paulinho
  • 27 Paulinho, que deixou o jogo chorando, é levado direto para a ambulância presente no Mineirão para tratar do problema que teve.
  • 29 Thiago Neves chuta forte da entrada da área e obriga o goleiro a fazer nova grande defesa. Sassá aparece no rebote outra vez, mas o vascaíno consegue evitar a finalização para o gol.
  • 30 Ariel Cabral chega ao ataque e recebe falta de Desábato. A chance pode ser boa para o Cruzeiro, na intermediária de ataque.
  • 31 Thiago Neves bate direto, mas bola fica na barreira e é amortecida.
  • 31 Arrascaeta cruza pale esquerda e Sassá chega dividindo com Erazo. O zagueiro dá o último toque, mas Raphael Claus marca tiro de meta.
  • 32 Após rebatida da zaga, Pikachu tenta o chute, mas é bloqueado. Em seguida, Galhardo cruza e a defesa tira novamente.
  • 34 Thiago Neves cruza buscando Sassá, mas atacante puxa Erazo e comete falta.
  • 35 ENTRA: Caio Monteiro
  • 35 SAI: Riascos
  • 36 ENTRA: Mancuello
  • 36 SAI: Ariel Cabral
  • 37 Caio Monteiro disputa bola pela esquerda, tenta a chegada, mas Fábio sai do gol para ficar com a bola.
  • 39 Galhardo cruza pela direita, Ríos sobe e cabeceia prensado. Na sobra, Fabrício arrisca chute de longe, mas isola.
  • 41 Cruzeiro vai ao ataque, mas Vasco se fecha. Zaga tira as tentativas de cruzamento.
  • 42 Desábato tenta avanço pelo meio e é derrubado com falta por Mancuello.
  • 43 Arrascaeta sobe pela esquerda, tenta alçar bola na área, mas manda direto para fora.
  • Bob Faria COMENTARISTA “Podemos afirmar que a estratégia do Vasco deu mais certo que a estratégia do Cruzeiro. Ao Cruzeiro faltou um pouco de inspiração”
  • 45 Mais quatro minutos. Vamos até os 49.
  • 45 Sassá tenta finta pela esquerda, mas sai com bola e tudo e irrita a torcida cruzeirense…
  • 46 Ezequiel cruza para Arrascaeta, mas uruguaio comete falta de ataque em cima de Rafael Galhardo.
  • 47 Ezequiel sai jogando errado e deixa a bola nos pés de Ríos. O centroavante vascaíno carrega e arrisca chute de fora da área, mas manda à esquerda de Fábio.
  • 48 Caio Monteiro tenta puxar contra-ataque, mas erra na hora de fazer passe para Ríos.
  • 49 Apita pela última vez Raphael Claus. Equipes brasileiras seguem sem vencer no grupo 5.

Fotos

20180404 La-Bestia-Negra.jpg
Festa no Mineirão antes da partida.
(Crédito: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Vídeos

Bastidores

Atuações

  • TORCIDA CELESTE comprou um ingresso em média cinco vezes mais caro do que nos jogos do estadual, compareceu e apoiou o time. Mas também, pra no perder a embocadura, emitiu aquelas vaias protocolares no fim de cada tempo. Umas vaiazinhas muito das sem vergonhas, mas vaias dignas de registro.
  • FÁBIO fez o que o melhor goleiro brasileiro mais sabe fazer: jogar com tranquilidade de monge budista nas bolas complicadas e como um guerreiro ninja nas impossíveis. Não por acaso é o maior goleiro da história do Cruzeiro. Fez pelo menos três defesas, dessas de esfregar na cara do idiota do Taffarel.
  • ROMERO só se destacou ao levar o único amarelo do jogo. No mais, foi mal na marcação e no apoio. Saiu mais cedo, devido a uma lesão.
  • EZEQUIEL apenas marcou e marcou bem. Não teve ordem ou não teve coragem pra se lançar ao ataque.
  • DEDÉ esteve impecável nas aéreas. Nas “gramáticas”, cometeu erros que variaram do simples ao grotesco. Matou na canela, escorregou, passou mal, entregou bola no pé do adversário, perdeu disputas diretas. Animicamente, foi um gigante. Lutou muito e quase fez um gol. Terminou o jogo sentado na relva, exausto, precisando de apoio de Fábio pra se levantar e tomar o rumo de casa.
  • LEO é o beque mais inteligente do elenco, o que lhe permite resolver com simplicidade situações complexas. O torcedor, é claro, se sente ofendido e o insulta nas redes sociais. Ressentimento de quem não foi contemplado pela natureza com um QI mais abundante. Neste jogo, esteve impecável.
  • EGÍDIO foi um excelente defensor, salvando até gol certo dos cariocas. No ataque, o de sempre: muita participação, com uma infinidade de bolas cruzadas. Quase todas pra um ou nenhum jogador celeste na área, posto que o bando de armandinhos não aparece na zona do agrião nem por decreto. Algumas vezes, saiu da sua e vestiu a dez pra armar pelo meio, mas isto foi só um plus. De ruim, a incapacidade de variar a jogada ofensiva. Como só tem a direita pra escovar a bola, não consegue cortar pra dentro e chutar a gol.
  • HENRIQUE fez o que manda a cartilha da voltaica: saída de bola segura, coberturas corretas, inteligente ocupação de espaços e boas escolhas de jogo. Não foi efetivo no apoio e, pra decepção do torcedor de ideias carcomidas, não puxou ninguém pela camisa, não deu carrinhos, nem distribuiu pontapés. Também não jogou com os cotovelos, nem peitou o juiz. Ou seja, pra mim, merece nota altíssima, pros broncos, um zero redondaço. That’s football!
  • CABRAL jogou com a camisa pra dentro do calção, em pé, de cabeça erguida e olhos atentos porque acontece na cancha, despreocupado com o estilo boleirão, que tanto agrada o mané da arquibancada. Não jogou de terno, como gostam os adeptos da Iespien, nem de macacão, como pedem os ouvintes da Itatiaia. Simplesmente, jogou bola. Com qualidade. Pra mim, não é pouco. Por isto, clap, clap, clap!
  • MANCUELLO teve pouco tempo pra mudar a cara do jogo. Tentou, mas não havia muito o que fazer a poucos minutos do fim.
  • ROBINHO não esteve inspirado, mas ainda assim colocou Sassá em boas condições pra finalizar no fim da partida. Se sai o gol, seria aclamado; não saiu, foi declarado incompetente pelos termocéfalos.
  • NEVES foi um falso nove excessivamente falso na etapa inicial. Quando voltou pra armação, na parte final, já estava cansado.
  • ARRASCAETA tentou criar jogadas e, muitas vezes, conseguiu. Mas pecou por prender demais a bola, facilitando a recomposição da defesa vascaína.
  • RAFINHA não ajudou muito na marcação e foi pouco efetivo no ataque. Saiu na metade do jogo em favor de um atacante de verdade.
  • SASSÁ, um pouco rechonchudo, mas não malemolente. Joga a vera, embora sem a melhor técnica. Incomodou a defesa carioca, mas não foi feliz nos dois arremates que poderiam resultar em gols.
  • MANO não abandonou seu estilo de jogo a fim de dar satisfação ao torcedor emputecido com a derrota no RapoCota. Manteve o time e o sistema. O jogo não fluiu tão bem como se esperava e ele vi nisso influência do mau resultado no clássico. Eu vi falta de objetividade, excesso de toques e pouca confiança pra arrematar as jogadas. Vacilações que deram à boa defesa vascaína chance de sempre se recompor a tempo de impedir o jogo celeste pelo meio. As substituições foram acertadas e necessárias, embora Mancuello devesse ter ido pra luta mais cedo e no lugar de outro que não o Cabral.
  • CRUZEIRO não foi tão contundente quanto a ocasião requeria. Criou oportunidades, mas faltou força pra decidir as jogadas de área na etapa inicial. O falso nove não funcionou. Com o centroavante disponível no banco em campo na etapa final, nada mudou, pois o time criou poucas jogadas agudas. O ponto forte do time foi o sistema defensivo, com volantes, beque e goleiro jogando muito bem.
  • VASCO entrou em campo pensando no empate e, com o tempo, arriscou algumas jogadas mais fortes no ataque, obrigando Fábio a alguma defesa difíceis. Assim como no Cruzeiro, os melhores do time foram defensores e volantes.
  • ÁRBITROS foram impecáveis.

O que foi dito

  • MANO MENEZES: Viemos de um jogo extremamente desgastante com derrota no clássico. Isso afeta em coisas importantes na preparação de um atleta. E o Vasco vinha de vitória no primeiro jogo da final. Sabendo disso, certamente o Zé teve a estratégia de tirar algumas coisas do nosso desgaste. Em alguns momentos tivemos essa dificuldade, a bola queimou, o torcedor não estava paciente, o que era normal. Fizemos um bom jogo, mas com dificuldades pra criar na última parte do campo. Tivemos volume, pressão, mas com dificuldades. Libertadores você tem que saber jogar. Muita gente já largou bem e não chegou. Outros começaram atrás e cresceram. Nós estamos passando pelo nosso momento de dificuldade. Está dentro do contexto. Temos que resolver o problema, mas o placar foi justo. O Cruzeiro foi campeão da Copa do Brasil jogando assim, já perdeu assim. O problema não está no jeito de jogar. Quanto ao Sassá, ele ainda não é pra 90 minutos. Quem conhece o mínimo de futebol, sabe disso. Nossas decisões são coerentes. Senão os mais de 30 atletas que dirijo, não aceitariam minhas decisões. Não adianta apontar isso ou aquilo. O Cruzeiro perde e ganha. E sob o meu comando ganhou mais. O Cruzeiro vai ter problemas de um jeito ou de outro, mas vou colocar a cabeça no lugar e solucionar, como sempre faço nas minhas equipes.
  • THIAGO NEVES: Temos jogadores experientes que já passaram por isso. A derrota no clássico atrapalhou, obviamente. Mas já passamos por isso ano passado, perdendo o mineiro e logo depois sendo eliminados no Paraguai. Tem é que levantar a cabeça.
  • SOUZA: Dedé é bom na marcaçãThiago Neves: A gente confia em todo mundo, têm vários jogadores com uma certa experiência, já passaram por isso. Foi uma derrota que é obvio que atrapalha, um clássico. Passamos por isso ano passado, perdendo o mineiro e logo depois a eliminação no Paraguai. Mas tem que levantar a cabeça.o e péssimo no domínio da pelota. Sempre teve dificuldades pra sair jogando. Mesmo assim, por causa da bola aérea, acho recomendável deixá-lo como titular juntamente com o Leo. Já o Mancuello, apesar do pouco tempo, foi péssimo. Brigou com a bola. Se o Mano soubesse que ele faria o que fez, deixaria o Cabral em campo.
  • KING ARTHUR: Fase ruim! Cruzeiro fez muita firula, correu muito e nada produziu. Juntos, Neves e Arrascaeta não conseguem fazer nada. A objetividade desaparece. Com 5 minutos se perderam 2 chances ótimas. Depois, só aconteceram outras aos 65. Ou seja, mais de 45 minutos improdutivos, com passes errados, cruzamentos pra ninguém, nenhuma objetividade. Jogo pra enganar. Aos 50, a vaca ameaçou ir pro brejo, mas Fábio não deixou e acabou sendo o melhor do jogo. Falta simplicidade ao time celeste. Faltam fundamentos. Não sabem chutar, não capricham nas cabeçadas, passes são ruins e há excesso de lesco-lesco. Estamos jogando a Libertadores fora.
  • WAGNER CPM: Romero é jogador mediano, mas supervalorizado. Henrique tá devendo, tem que melhorar, Cabral tá jogando de calça jeans. Fred fez falta!
  • FÁBIO VELAME: Perdemos os primeiros 45 minutos jogando sem atacantes, nos 45 restantes, o time já estava sem confiança e desorganizado.
  • FERNANDO HENRIQUE: Mano fez tudo que a torcida pediu e nada mudou. Daqui a pouco, a torcida vai pedir o Riascos de volta.Vai veno…
  • BRUNO SETELAGOAS: Nossinhora, coitada da bola, tão quebrando ela!

Fontes

Transmissão

  • Sportv