Cruzeiro 0x0 Santos - 11/08/2013

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
Por temporada
Escudo Criciúma.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Grêmio.png 3x1 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Brasileiro
Escudo Criciúma.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Grêmio.png 3x1 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Coritiba.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 5x1 Escudo Vitória.png
Contra Santos
Escudo Cruzeiro.png 0x4 Escudo Santos.png Gol aos do Escudo Santos.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
0 × 0 Escudo Santos.png
Santos
13ª rodada do Campeonato Brasileiro 2013
Data: 11 de agosto de 2013 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 16h Estádio: Mineirão
Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra Público pagante: 27.533
Assistente 1: Carlos Benkenbrock Público presente: 27.709
Assistente 2: Fábio Rodrigo Rubinho Renda: R$ 1.322.242,65 R$ 1.322.242,65
Cr$ 1.322.242,65
NCr$ 1.322.242,65
Cz$ 1.322.242,65
NCz$ 1.322.242,65
(preço médio: R$ 48,02 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Cruzeiro: Santos:
1. Fábio 1. Aranha
32. Mayke 2. Edu Dracena Cartão amarelo recebido aos 21  (2T) 21'  (2T)  
26. Dedé 3. Mena Cartão amarelo recebido aos 26  (2T) 26'  (2T)  
33. Bruno Rodrigo 4. Cicinho
6. Egídio 5. Arouca Substituição realizada 7'(1T de jogo 7'(1T ( 20. Alan Santos )
78. Nilton 6. Durval
78. Elierce Souza 7. Alyson Cartão amarelo recebido aos 40  (1T) 40'  (1T)   Substituição realizada 16'(2T) de jogo 16'(2T) ( 19. Leandrinho Cartão amarelo recebido aos 45  (2T) 45'  (2T)   )
31. Ricardo Goulart 8. Cícero
20. Martinuccio Cartão amarelo recebido aos 7  (2T) 7'  (2T)   Substituição realizada 15' (2T) de jogo 15' (2T) ( 27. 27 ) 9. Henrique
88. Luan Substituição realizada 6' (2T) de jogo 6' (2T) ( 21. Lucca ) 10. Montillo
30. Vinícius Araújo Cartão amarelo recebido aos 14  (2T) 14'  (2T)   Substituição realizada 5' (2T) de jogo 5' (2T) ( 9. Borges ) 11. Neilton Substituição realizada 28'(2T) de jogo 28'(2T) ( 18. Thiago Ribeiro Cartão amarelo recebido aos 37  (2T) 37'  (2T)   )
Técnico: Marcelo Oliveira Técnico: Claudinei Oliveira
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Santos:

Pré-Jogo

Classificação: O Cruzeiro é o 2º colocado, com 24 pontos. O Santos é o 14º, com 13 pontos.

Ausentes no Cruzeiro: Dagoberto (A), lesionado, Júlio Baptista (M), Henrique (V), sem condições físicas, Everton Ribeiro (M) e Tinga (V), suspensos.

Pendurados no Cruzeiro: Bruno Rodrigo (B), Leandro Guerreiro (V), Mayke (LD).

Banco do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Ceará, Leo Simões, Francisco Everton, Leandro Guerreiro, Lucas Silva, Élber Pimentel, Borges, Lucca e Wiilian.

Ausentes no Santos: .

Pendurados no Santos: Arouca (V), Cicinho (LD), Durval (B) e Rafael Galhardo (LD).

Banco do Santos: William José (A), suspenso.

Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro: “O Santos tem jogadores experientes e jovens que se movimentam muito. Montillo tem nível técnico muito bom,imprime velocidade com a bola, é agudo, vai sempre no sentido do gol. Teremos atenção especial sempre que ele estiver com a bola, porque ele tem feito a diferença nos últimos jogos do Santos. Neilton é jovem, talentoso, veloz e finaliza bem. Será um jogo muito difícil, equilibrado, mas como temos pretensões importantes, vamos tentar nos impor desde o início.”

Claudinei Oliveira, técnico do Santos: “O Cruzeiro é uma boa equipe, tem um treinador muito bom e vive uma boa fasse. Vou estudar o time, dar uma olhada como ele se comporta taticamente e, depois, decidir como armo a equipe. Mas a doação tem de ser a mesma que tivemos contra o Corinthians. Temos sempre de nos sentir pressionados e entrar em campo 110% ou 120%.”

Juiz: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC) já apitou Portuguesa 1×1 Cruzeiro, Bahia 2×1 Goiás e Grêmio 0×1 Coritiba. Ele aplicou, em média, 5 amarelos, marcou 41 faltas, não expulsou ninguém, nem marcou pênalti. O campeonato tem média de 4,2 amarelos e 0,2 vermelho. São 33,5 faltas e 0,2 pênalti por jogo.

Relevante: Em 4 partidas como visitante, o Santos perdeu 3 e só venceu 9o São Paulo, no Morumbi. Jogando em casa, o Cruzeiro venceu 5 e empatou uma (Inter, em Sete Lagoas).

Escrita: A última vitória do Cruzeiro sobre o Santos aconteceu no 2º turno do Brasileiro 2009 (Cruzeiro 2×1, gols de Wellington Paulista, Kleber e Neymar). Nas 4 partidas seguintes, houve 2 empates e 4 vitórias do Peixe.

Adversário: Fundado em 14abr12, o Santos Futebol Clube ocupa o 9º lugar no ranking da CBF, com 13.736 pontos. Conquistas: 2 mundiais de clubes (62, 63), 1 Recopa Intercontinental (68), 3 Libertadores (62, 63, 11), 1 Recopa Sulamericana (12), 1 Copa Conmebol (98), 1 Supercopa Sulamericana (68), 8 campeonatos brasileiros (61, 62, 63, 64, 65, 68, 02, 04 ), 1 Copa do Brasil (10), 5 torneios Rio-São Paulo (59, 63, 64, 66, 97), 20 campeonatos paulistas.

Público: Estima-se a presença de 35 mil espectadores.

Transmissão: A TV Globo transmitirá a partida, ao vivo e em alta definição, pra São Paulo, Minas Gerais (exceto Belo Horizonte), Rio Grande do Sul, Curitiba, Goiás, Pernambuco, Ceará e Tocantins e o PFC 5, pelo sistema pay-per-view, para todo o Brasil.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 15h50. Torcida celeste faz grande barulho.
  • 15h52. Times em campo, Cruzeiro com uniforme tradicional, Santos com camisa zebrada, calções e meias pretas.
  • 15h58. Começa o jogo. Cruzeiro, à direita das cabines, dá a saída.
  • 01. Montillo toca para Henrique na área, e o jogador vai ao chão. O juiz manda seguir
  • 02. Defesaça! Bola cruzada da esquerda, Henrique cabeceia, Fábio salta e espalma no canto esquerdo.
  • 03. O Cruzeiro troca passes no meio-campo, enquanto o Santos já prepara a primeira substituição. Arouca está mancando nesse momento
  • 04’ O Cruzeiro tenta subir pela esquerda, mas a bola sai pela linha lateral
  • 05’ Tentativa de lançamento para Henrique na área, e Fábio sai do gol para ficar com a bola
  • 06’ Mudança no Santos. Entra Alan Santos no lugar de Arouca, que sai mancando
  • 07’ Dedé faz o cruzamento na área, mas a bola vai direto pela linha de fundo.
  • 08. Fabio defende bola cabeceada por Henrique,dentro da área celeste.
  • 09’ O time celeste roda a bola no meio-campo buscando um espaço na zaga do Santos
  • 10’ Montillo faz o passe na área para Henrique. Ele tenta mandar para o meio, e Egídio consegue fazer o corte
  • 11’ Neílton tenta a jogada pelo lado esquerdo, e Egídio chega cometendo a falta. O Santos cobra a infração rapidamente
  • 12’ Aranha dá um chutão para frente, e Dedé ganha de Henrique no corpo, conseguindo o lateral
  • 13’ Egídio dispara em velocidade pela meia esquerda, e sofre falta de Alan Santos. Souza cobra a infração na área, e defesa afasta
  • 14’ O Santos roda a bola no meio-campo nesse momento. A torcida do Cruzeiro vaia o meia Montillo sempre que o argentino toca na bola
  • 15’ Lançamento buscando Henrique na entrada da área, e Dedé ganha no alto, aliviando o perigo
  • 16’ Cruzamento na área do Santos, e Luan cabeceia fraco para a defesa de Aranha
  • 17’ O Cruzeiro ganha falta na intermediária, e Egídio cobra direto nas mãos do goleiro Aranha
  • 18’ Montillo tenta puxar o contra-ataque pelo meio, e é puxado por Souza, que toma uma bronca do juiz
  • 19’ O Santos gira a bola no meio-campo nesse momento
  • 20’ Neílton tenta a jogada pela direita, e Egídio chega bem para ganhar a bola
  • 21’ O jogo fica bastante truncado no meio-campo. Ricardo Goulart tenta subir de cabeça, e recebe a falta de Alison
  • 22’ Souza cobra a falta de longe em direção ao gol, e Ricardo Goulart tenta o desvio de cabeça, mandando pela linha de fundo
  • 23’ Luan carrega a bola em velocidade pelo flanco esquerdo, e Cicinho aparece bem para tirar no carrinho
  • 24’ Montillo faz boa jogada pelo lado esquerdo, passa de Nilton, e na sequência, Mayke aparece para aliviar o perigo
  • 25’ O time santista tenta sair jogando pela direita, mas o Cruzeiro consegue retomar a bola com Bruno Rodrigo
  • 26’ Mayke faz o passe para Vinícius Araújo na área, que manda para o fundo das redes. O juiz já parava o jogo, marcando o impedimento do ataque celeste
  • 27’ A torcida do Cruzeiro chegou a comemorar o gol, mas o árbitro mandou voltar a jogada
  • 28’ Montillo aparece bem pela direita, faz o cruzamento na área, mas a defesa do Cruzeiro consegue afastar
  • 29’ Montillo toca para Mena na linha de fundo, que faz o cruzamento buscando Henrique, mas a defesa do time da casa corta de cabeça
  • 30’ Cícero carrega a bola em velocidade pelo meio, e arrisca o chute de fora da área. Fábio, bem posicionado, faz a defesa firme
  • 31’ Egídio avança pela esquerda, chega na linha de fundo, e cruza rasteiro direto nas mãos do goleiro Aranha
  • 32’ Cicinho tenta a jogada pelo meio, pisa na bola, e acaba escorregando, entregando a pelota para o time adversário
  • 33’ Montillo recebe lançamento na entrada da área, é cercado por três, e Dedé consegue afastar com um chutão
  • 34’ Luan parte em velocidade pelo lado esquerdo, e Cicinho recupera a bola. Na sequência, o lateral do Santos faz a proteção, ganhando o tiro de meta
  • 35’ Mais uma vez pelo lado esquerdo, o Cruzeiro parte com Egídio. Alison aparece por baixo, e consegue fazer o corte
  • 36’ O Cruzeiro ganha falta na intermediária. Vem bola na área do Santos!
  • 37’ Souza cobra a falta na área, e a defesa afasta. O Santos puxa o contra-ataque, e Neílton é pego em posição de impedimento
  • 38’ O Santos roda a bola no meio-campo em busca do primeiro gol na partida
  • 39’ O argentino Montillo tenta a jogada no círculo central, e é derrubado por Nilton
  • 40’ Alison comete falta em Luan no meio-campo, e recebe o cartão amarelo
  • 41. Anulado! Egídio cobra falta pela esquerda, Ricardo Goulart desvia bola pra red, mas o bandeira marca impedimento.
  • 42’ O Santos roda a bola no campo ofensivo tentando dar o troco no time da casa
  • 43’ Luan tenta o passe para Egídio no lado esquerdo, e Cicinho estica a perna para interceptar o passe
  • 44’ Martinuccio passa de Cicinho dentro da área, e na sequência Edu Dracena aparece para mandar pela linha de fundo
  • 45. Fim de 1º tempo.

Segundo Tempo

  • 17h01. Começa o 2º tempo. Santos dá a saída.
  • 46. Egídio cobra escanteio pelo lado esquerdo, e Bruno Rodrigo cabeceia por cima do gol de Aranha, que saiu mal no lance
  • 47. Perdeu! Vinícius Araújo faz boa jogada pela direita, mas erra o chute. Ricardo Goulart arremata, bola sai pela linha de fundo.
  • 48’ Ricardo Goulart tenta o passe para Luan dentro da área, e Edu Dracena aparece para mandar pela linha lateral
  • 49’ Luan é lançado no lado esquerdo, tenta evitar a saída da bola, mas não consegue. Lateral para o Santos
  • 50’ Luan cruza na área, e Aranha sai de soco. Na sequência, Souza levanta na cabeça de Ricardo Goulart, que cabeceia para fora
  • 51’ Cruzamento na área do Santos, e Aranha tira de soco. Martinuccio pega a sobra, e chuta na mão de Henrique. O argentino reclama com o árbitro, e recebe o amarelo
  • 52’ O Santos roda a bola no meio-campo em busca do primeiro gol na partida
  • 53’ Alison tenta o passe na frente, e Mayke aparece para fazer o corte
  • 54. Salvou! Montillo faz ótima jogada pela direita, e cruza rasteiro. Neílton tenta completar, porém Mayke chega antes e evita o gol.
  • 55’ Mena faz o cruzamento na área, e a bola é desviada em Mayke. Dedé pega a sobra, e alivia o perigo
  • 56’ Montillo tenta a jogada individual pela esquerda, e acaba pisando na bola. A torcida do Cruzeiro vaia a jogada do argentino
  • 57’ Bruno Rodrigo disputa com Henrique pelo alto, e o atacante do Santos cai no chão com a mão no rosto
  • 58’ Já está tudo bem com o atacante Henrique. Ricardo Goulart arrisca o chute de fora da área, e a bola passa pelo lado esquerdo do gol
  • 59’ Vinícius Araújo acerta Montillo, e recebe o amarelo
  • 60. Troca: Vin;icius Araujo x Borges.
  • 61. Troca: Martinuccio x Elber.
  • 62’ O Santos também muda. Entra Leandrinho na vaga de Alison. Borges pega sobra da entrada da área, e manda para a defesa de Aranha
  • 63’ Alan Santos pega sobra de fora da área, e manda longe do gol de Fábio
  • 64’ Egídio cruza rasteiro na área, e Borges não alcança a bola, que passa por todo mundo na área
  • 65’ Mayke tenta a jogada individual pela direita, e acaba escorregando, deixando a bola sair pela linha de fundo
  • 66’ Luan parte em velocidade pela esquerda, e Edu Dracena chega no carrinho, cometendo a falta, e recebendo o amarelo
  • 67’ Souza cobra a falta na área, e após desvio, o Cruzeiro ganha escanteio. Souza levanta na área novamente, e a defesa do Santos afasta
  • 68’ Cícero cai no gramado, e é atendido rapidamente. A partida continua no Mineirão
  • 69’ Neílton lança Montillo na área, mas o argentino não consegue o domínio, e a bola fica com o goleiro Fábio
  • 70’ Ricardo Goulart tabela com Borges na área, e chuta totalmente torto, pelo lado esquerdo do gol de Aranha
  • 71’ Mena demora para cobrar lateral pela esquerda, e recebe o cartão amarelo
  • 72’ Última mudança do técnico Marcelo Oliveira. Lucca entra na vaga de Luan
  • 73’ O Santos muda pela última vez também. Neílton sai para a entrada de Thiago Ribeiro
  • 74’ Lucca arrisca o chute de fora da área, e a bola passa pelo lado esquerdo do gol de Aranha, sem perigo
  • 75’ O time da casa roda a bola no meio-campo em busca do primeiro gol na parida
  • 76. Perdeu! Borges cabeceia, Ricardo Goulart, na cara do gol, arremata fraco, Aranha defende.
  • 77’ Souza tenta a jogada no meio, e vai ao chão. O juiz manda o lance seguir, e o volante cruzeirense fica reclamando
  • 78’ Thiago Ribeiro cobra escanteio baixo na área do Cruzeiro, e a defesa consegue cortar
  • 79’ Cobrança de escanteio pelo lado esquerdo, e Edu Dracena joga direto para fora
  • 80. Faltou pontaria! Após cobrança de escanteio, Dedé ajeita pra Elber, que chuta forte, mas a bola passa por cima do travessão.
  • 81’ Henrique avança pela esquerda, invade a área, e Bruno Rodrigo entra por baixo para tirar a bola
  • 82’ Thiago Ribeiro demora para cobrar escanteio, e recebe o cartão amarelo
  • 83’ Thiago Ribeiro é lançado na entrada da área, e o juiz marca a falta de ataque em cima de Dedé
  • 84’ Egídio arrisca o chute de fora da área, e Aranha faz a defesa firme. Alan Santos cai no gramado, e o jogo é paralisado
  • 85’ A partida continua no Mineirão, e a posse de bola é do time santista
  • 86’ Já está tudo bem com Alan Santos, e ele está de volta na partida. Lucca cobra escanteio na área, e Durval afasta de cabeça
  • 87’ Montillo carrega a bola pelo meio, e vai ao chão. O juiz manda o argentino se levantar
  • 88’ Pressão do Cruzeiro. Borges recebe na área, faz o giro, e chuta em cima da marcação santista
  • 89’ Thiago Ribeiro recebe de Montillo no lado esquerdo, e cruza rasteiro nas mãos de Fábio
  • 90’ Leandrinho comete falta pela direita, e recebe o amarelo. O Cruzeiro pode jogar a bola na área adversária!
  • 91. Defesaça! Souza cobra falta com uma bomba, Aranha dá um tapa na bola, mandando-a pra escanteio,
  • 92’ O Cruzeiro roda a bola no meio-campo em busca do gol no final da partida
  • 93’ Souza entrega a bola de graça para Montillo, que avança pelo meio, e é desarmado por Dedé
  • 94’ O Cruzeiro roda a bola tentando um último ataque
  • 95. Fim de jogo.

Vídeos

Melhores momentos

Atuações

  • Torcida celeste compareceu em quantidade abaixo do esperado, mas apoiou muito o time. Destaque pra Máfia Azul que começou a festa bem antes do início da partida e não parou até o apito final.
  • Fábio fez uma defesaça logo no começo. No restante da partida, catou todas as bolas que passaram em seu espaço aéreo. E terrestre também.
  • Mayke cumpriu bem seu papel defensivo e ainda serviu Vinícius para um gol, que acabou anulado.
  • Dedé anulou o ataque do santos.
  • Bruno Rodrigo anulou o ataque do Santos.
  • Egídio, muito bom na marcação e no apoio.
  • Nilton esteve impecável. Com fôlego renovado após o descanso semanal, correu atrás dos armadores santistas vencendo a maoria das disputas e ainda apoiou o ataque celeste.
  • Souza cometeu alguns erros ao passar a bola, mas recuperou-se marcando e apoiando com dedicação máxima.
  • Martinuccio, muito entusiasmo, poucos resultados concretos.
  • Elber, veloz e desinibido, porém com má pontaria.
  • Ricardo Goulart perdeu gol feito e não teve sorte em outras tantas jogadas.
  • Luan lutou muito, o que incluir nunca dar por perdida uma bola. Se, além de lutar, tivesse a sorte de encaixar uma de suas jogadas de força teria se consagrado. Saiu aplaudido por parte da galera, que gritou seu nome.
  • Lucca não acertou qualquer jogada. Parece pouco à vontade quando sua função não é tão somente a de segundo atacante.
  • Vinícius Araújo, como sempre lutou. E chutou o que pôde. Teve um gol anulado.
  • Borges melhorou a centroavância, com deslocamentos curtos, pivôs e tentativas de tabela.
  • Marcelo Oliveira escalou corretamente e fez substituições oportunas. Mais do que isto, só se entrasse em campo. O que não é permitido.
  • Juiz & Cia.: O bandeira Fabio Rodrigo Rubinho (MT) viu impedimento em dois gols celestes. Estava certo. O Juiz levou o jogo com tranquilidade, sem erros dignos de nota.
  • Cruzeiro soube se defender, mas criou poucas jogadas ofensivas. E perdeu as raras chances de marcar gols, por falta de convicção nas finalizações.
  • Santos conseguiu o que pretendia nesta fase pós-8×0 do Braça: não perder. Foi cauteloso e só especulou no ataque com as arrancadas de Montillo, neutralizadas por volantes e beques do Cruzeiro.

O que foi dito

  • Marcelo Oliveira, treinador do Cruzeiro: Uma combinação de fatores justifica o empate. O Santos tinha uma proposta de segurar o jogo, que ficou clara na demora em bater faltas e tiros de meta. E também houve o fato de não termos jogado bem. Transpiramos muito, mas a inspiração foi pequena. Houve um pouco de ansiedade na hora de fazer a jogada, no 2º tempo. Ms o Cruzeiro esteve o tempo todo no campo de ataque. Trabalha-se sempre no sentido de jogar bem. Tínhamos 13 vitórias, 37 gols a favor e só 5 contra, no Mineirão. E tínhamos condições de ganhar estes jogo. Colocamos o time para frente. Houve volume grande, muitas falta e muitos escanteios, mas a bola não entrou. No Campeonato Brasileiro, todos vão lamentar resultado que não conseguiram. Lamentamos a perda da oportunidade de abrir dois pontos do Botafogo e três do Coritiba.
  • Ricardo Goulart, meiatacante do Cruzeiro: Não foi meu dia. Tive oportunidades, mas o gol não saiu.
  • Nílton, volante do Cruzeiro: “O que importa foi que a gente continua na liderança. Com o espírito de luta e a determinação, conseguimos manter a invencibilidade em casa. O empate tem um gostinho amargo, já que tivemos oportunidades. Às vezes teremos só uma ou duas oportunidades de gol e temos que saber matar o jogo.
  • Elber, meiatacante do Cruzeiro: Estava parado há quase um mês. Voltei e não senti a dor. Estou feliz. Se falar que não senti a falta de ritmo, seria mentira. Mas isso não pode ser desculpa. Hoje, nosso time pecou na hora de fazer o gol. Com os jogos, vou ganhar ritmo. Se o treinador me colocar no próximo jogo, espero estar 100%.
  • Montillo, armador do Santos: O time fez um belo jogo. As vaias são normais. Estou tranquilo. No momento que estive aqui dei tudo dentro do campo. O futebol é assim. Às vezes, está aqui, às vezes muda. Tento honrar a camisa do Santos fazendo o melhor. Infelizmente não conseguimos os três pontos, mas fizemos uma boa partida. A torcida do Cruzeiro pode fazer e pensar o que quiser. Agora estou vestindo a camisa do Santos e devo satisfações ao Santos. As vaias são normais no futebol. Tem gente que entende e tem gente que não entende, mas eu acho que minha saída arrumou um time. Eu respeito e não falo de ingratidão nem nada. Eu saí no momento certo. Falaram muitas coisas de mim e da minha família. Como eu não gosto de falar muito na imprensa, às vezes a torcida fica assim, sem saber em quem acreditar.
  • Cícero, armador do Santos: Nossa equipe tocou mais a bola no 1º tempo. No 2º, sofreu pressão e soube suportar. Faltou um pouco de malandragem lá na frente pra cavar uma falta e tentar um gol.
  • J. Dias, no PHD: O jogo foi uma pelada das mais feias. O ataque do Cruzeiro não existiu. A defesa dominou o Everton Ribeiro fez falta incrível ao time. Ofensivamente, apenas o Egídio se saiu bem. Espero que tenha sido sorte de campeão. O Cruzeiro ontem não fez por merecer um resultado melhor.
  • KMP, no PHD: Salvaram-se Fábio, Dedé e Bruno Rodrigo. Os demais estavam muito afoitos e errando muitos passes. Faltou criatividade no meio de campo e as substituições não surtiram efeito.Partida pra se esquecer.

Fontes

Transmissão

  • PPV
  • Globo (menos para BH)