Cruzeiro 0x0 River Plate - 30/07/2019

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 0x2 Escudo Athletico.png Gol aos do Escudo Atlético-MG.png 2x0 Escudo Cruzeiro.png
Por Copa Libertadores da América 2019
Escudo River Plate.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Última ficha →
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 0x2 Escudo Athletico.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 0x1 Escudo Internacional.png
Contra River Plate
Escudo River Plate.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Última ficha →

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
0 × 0 Escudo River Plate.png
River Plate
Jogo de volta - Oitavas de Final - Copa Libertadores da América 2019
Data: 30 de julho de 2019 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 19:15 Estádio: Mineirão
Árbitro: Público pagante: 55.567
Assistente 1: Público presente: Não disponível
Assistente 2: Renda: R$ 2.464.451,00 R$ 2.464.451 <br />Cr$ 2.464.451 <br />NCr$ 2.464.451 <br />Cz$ 2.464.451 <br />NCz$ 2.464.451 <br /> (preço médio: R$ 44,35 )
Súmula: Não disponível
Escalações
Cruzeiro: River Plate:

1. Fábio 1. Armani
28. Orejuela 29. Montiel
26. Dedé 2. Rojas
3. Léo 28. Lucas Martínez
6. Egídio 20. Casco
5. Ariel Cabral Substituição realizada 14' (2T) de jogo 14' (2T) ( 19. Robinho ) 23. Ponzio Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 15. Palacios )
8. Henrique 24. Enzo Pérez Cartão amarelo recebido aos 18  (2T) 18'  (2T)  
29. Lucas Romero Cartão amarelo recebido aos 30  (2T) 30'  (2T)   8. Carrascal Cartão amarelo recebido aos 34  (2T) 34'  (2T)  
10. Thiago Neves 26. Ignacio Fernández Substituição realizada 25'(2T) de jogo 25'(2T) ( 11. De La Cruz )
20. Marquinhos Gabriel Substituição realizada 40' (2T) de jogo 40' (2T) ( 11. David ) 27. Lucas Pratto Substituição realizada 20'(2T) de jogo 20'(2T) ( Matías Suárez )
22. Pedro Rocha Substituição realizada 26' (2T) de jogo 26' (2T) ( 9. Fred ) 19. Borré
Técnico: Mano Menezes Técnico: Marcelo Gallardo
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: River Plate:

Lance a lance

Segundo Tempo

  • 20h08 COMEÇA o 2º tempo. Cruzeiro dá a saída.
  • 46 River tenta primeira escapada, mas Dedé leva a melhor sobre Carrascal. Tiro de meta para Fábio cobrar.
  • 46 TROCA. Ponzio x Palacios.
  • 47 Cruzeiro começa o segundo tempo com dificuldades para sair jogando.
  • 47 Lucas Pratto sai da área, leva à linha de fundo pela direita e cruza rasteiro, mas Léo afasta o perigo antes da chegada de Borré.
  • 48 Cruzeiro escapa em velocidade, com Egídio e Marquinhos, que dá a bola em Pedro Rocha, que tenta fazer o pivô, mas erra o passe. Boa chance desperdiçada pela Raposa.
  • 49 NA ARQUIBANCADA. River aproveita erro no ataque do Cruzeiro e sai em velocidade. Carrascal arrisca de longe, mas manda longe, muito longe do gol de Fábio.
  • 50 Casco recebe bela enfiada pela esquerda e cruza na pequena área, mas Dedé afasta
  • 51 Orejuela avança pela direita e cruza em busca de Pedro Rocha, mas Armani, soberano, segura firme.
  • 52 Egídio arranca com muita velocidade, passa por três marcadores, mas erra na hora do passe para Pedro Rocha.
  • 53 River sai em contra-ataque com Nacho Fernández, que tenta drible em Egídio e é desarmado. O lance era perigoso.
  • 54 Lucas Pratto tabela com Nacho Fernández e arrisca de longe, mas manda na arquibancada.
  • 54 MAIS UM ERRO. Cruzeiro tem nova oportunidade de sair em velocidade e, mais uma vez, Pedro Rocha erra o passe para Marquinhos Gabriel.
  • 55 Ariel Cabral arrisca lançamento pelo alto, nas costas da defesa argentina, mas Armani fica com a bola antes da chegada de Marquinhos.
  • 56 SEM MIRA. Carrascal recebe na esquerda, na entrada da área, limpa Dedé e finaliza rápido, com força, mas totalmente sem direção.
  • 57 ARMANI, DE NOVO! Cruzeiro escapa em velocidade com Romero, que toca para Thiago Neves. O camisa 10 rola para Orejuela, que tenta cruzamento, mas a bola vai para o gol. Armani dá um tapinha pela linha de fundo.
  • 58 PRA FORA! Egídio pega rebote de escanteio, limpa marcador e cruza na primeira trave. Léo antecipa Armani, mas finaliza por cima do gol.
  • 59 TROCA. Ariel Cabral x Robinho.
  • 60 Orejuela sai em velocidade, dá um belo drible no marcador e entra na área, mas a cobertura chega bem para afastar.
  • 61 FRAQUINHO, FRAQUINHO… Pedro Rocha recebe na direita, arma a finalização, mas dá o corte no marcador e bate de canhota, sem força, facilitando para Armani.
  • 62 AMARELO. Enzo Pérez, que matou contra-ataque puxado por Henrique.
  • 63 QUASE! Cruzeiro faz boa triangulação pela esquerda, e Thiago Neves lança para Egídio, mas Armani sai do gol e chega à bola antes do lateral cruzeirense.
  • 64 TROCA. Lucas Prato x Matías Suárez.
  • 65 Cruzeiro, agora, tenta chegada pela direita, com Robinho e Thiago Neves, mas Orejuela erra na hora de tentar a triangulação.
  • 66 Dedé perde pelo alto, Orejuela cai e pede falta, mas árbitro deixa seguir. Sorte que Egídio consegue o desarme já na entrada da área.
  • 67 MAIS UM CHOQUE DE CABEÇA. Agora, Rojas e Pedro Rocha trombaram. Desta vez, parece que o cruzeirense levou a pior.
  • 68 Ninguém quis atendimento, apesar do tempo que ficaram caídos. Vai rolar a bola com ambos em campo.
  • 69 OLHA O DEDÉ… Egídio cobra falta na segunda trave, Dedé leva a melhor e finaliza com a perna direita, mas sem direção. Não foi pertinho da trave, mas chegou como elemento surpresa e assustou o Armani!
  • 70 TROCA. Ignacio Fernández x De La Cruz.
  • 71 TROCA. Pedro Rocha x Fred.
  • 72 Fred recebe bola na área, joga o corpo no zagueirão e tenta o giro, mas é desarmado.
  • 73 PRA FORA! Depois de bate-rebate, a bola sobra para Thiago Neves, que finaliza de canhota, de fora da área, levando muuuito perigo ao gol de Armani.
  • 74 River sai em contra-ataque após passe errado de Fred, mas Romero, com um carrinho perfeito, desarma no meio-campo.
  • 75 Romero, agora, faz falta em De La Cruz. E é perigosa! Muito perigosa!
  • 76 AMARELO. Romero, por falta em De La Cruz.
  • 77 SUBIU! De La Cruz tenta por cima da barreira, mas bola passa, também, muito por cima do gol. Tiro de meta para o Fábio.
  • 78 Cruzeiro chega pela direita. Marquinhos dá lindo passe de calcanhar para Orejuela, que entra na área, mas faz falta em Casco, segundo a arbitragem.
  • 79 AMARELO. Carrascal, por falta dura em Romero.
  • 80 NA HORA H. Fred recebe passe lindo de Dedé e toca bonito para Marquinhos, que entra na área e é desarmado ao tentar limpar para a perna esquerda. Deu mole, Marquinhos!
  • 81 De La Cruz chega pela direita e cruza baixo, facililtando o corte de Léo.
  • 82 DEDÉ! River chega muito bela pela direita, Suarez recebe enfiada nas costas da defesa e finaliza na saída de Fábio, mas Dedé trava de forma espetacular.
  • 83 DE NOVO ELE! Mais uma chegada do River pela direita. Desta vez, há o cruzamento rasteiro para a área, e Dedé, mais uma vez de forma sensacional, afasta antes da chegada do atacante.
  • 84 TROCA. Marquinhos Gabriel x David.
  • 85 SEM FORÇA. Carrascal recebe pela esquerda, limpa para o meio e toca para trás. Palacios finaliza de canhota, de primeira, mas manda para fora, sem força alguma.
  • 86 Jogo fica truncado no meio, sem chance para nenhuma das equipes.
  • 87 PERFEITO, ROJAS! Fred sai da área e cruza da direita, tentando achar David, mas o zagueirão do River afastou na hora exata.
  • 88 NÃO, THIAGO NEVES! Egídio cobra escanteio na marca do pânalti, Thiago Neves sobe mais que o defensor e cabeceia com força, mas sem direção.
  • 89 Mais quatro! Segundo tempo vai até os 49.
  • 90 Quarta tenta lançamento longo para De La Cruz, mas bola sai direto pela linha de fundo.
  • 91 Agora, é a vez de Egídio exagera na força do lançamento. Bola nas mãos de Armani.
  • 92 VEM BOLA NA ÁREA! Orejuela toca com a mão na bola. É falta perigosa.
  • 93 PRA FORA! De La Cruz arrisca direto para o gol, mas bola passa por cima do gol. Os zagueirões estavam todos na área. Que papelão!
  • 94 Fim de jogo. Decisão vai pros pênaltis.

Cobrança de penaltis

Cruzeiro 2 x 4 River Plate
Henrique aos do Gol aos do De La Cruz
Fred Gol aos do Gol aos do Montiel
David aos do Gol aos do Lucas Martínez
Robinho Gol aos do Gol aos do Borré

Vídeos

Bastidores
Coletiva pós jogo

Atuações

  • TORCIDA CELESTE enfrentou as imensas dificuldades do trânsito, devido ao horário estúpido do jogo, lotou o estádio e apoiou seu time o tempo todo. Segundo o Cláudio Inani, ela deu aula de como se emular um time às hinchadas argentinas.
  • FÁBIO defendeu com segurança todas as bolas que chegaram ao arco celeste. Nos pênaltis, não viu a corda bola. Foram todos bem batidos.
  • OREJUELA marcou bem, com desarmes e interceptações de passes. Foi bastante ao ataque, mas não conseguiu bons cruzamentos.
  • DEDÉ venceu todos os duelos em que se meteu. Rebateu todas as bolas, usou bem o corpo nas disputas, no ataque, nada conseguiu nos cruzamentos.
  • LEO fez uma partida impecável, liderando a defesa celeste, desmanchando ataques argentinos e apoiando os companheiros de defesa.
  • EGÍDIO marcou muito e apoiou quando foi possível. Errou passes, como vários outros jogadores dos dois times. Erros forçados pela forte marcação adversária.
  • HENRIQUE marcou bem, dificultou as ações dos argentinos. Uma partida perfeita, que só teve um senão: o pênalti mal cobrado.
  • CABRAL marcou e passou bem, Jogou uma hora e saiu, com a missão cumprida.
  • ROMERO dedicou-se à marcação, cercando os argentinos pelo lado direito da defesa celeste.
  • NEVES fez algumas boas jogadas, trocando passes no ataque, deu um chute a gola e ficou em campo porque Mano acredita que ele poderia decidir numa jogada individual, algo que os argentinos não permitiram.
  • M GABRIEL gastou energia marcando e criou pouco no ataque.
  • ROCHA não conseguiu puxar contra-ataques, não recebeu boas bolas e acabou saindo mais cedo, sem justificar sua nova posição no time.
  • DAVID jogou menos de dez minutos, sem ajudar, nem atrapalhar o time. Nas cobranças de pênalti, foi quem chutou pior, com totozinho, que facilitou a defesa de Armani.
  • ROBINHO jogou meia hora e esteve bem, com boas jogadas e passes precisos. Com ele, o time teve seu melhor momento na partida. Nos pênaltis, cumpriu bem seu papel, acertando a cobrança.
  • FRED entrou na parte final do jogo e deu um ótimo passe, que Marquinhos Gabriel não aproveitou para fazer o gol. Nos pênaltis, foi quem fez a melhor cobrança.
  • MANO escalou o que tinha de melhor e fez boas substituições. Sua estratégia funcionou, ao impedir que o River criasse oportunidades para fazer um gol, que obrigaria o Cruzeiro a marcar dois. Na etapa final, soltou mais o time, mas não conseguiu impedir que a decisão fosse para os pênaltis.
  • CRUZEIRO, perfeito taticamente, impediu que o River criasse chances de fazer um gol fatal, não soube decidir quando a oportunidade apareceu. E foi mal nas cobranças de pênaltis.
  • RIVER conseguiu ocupar todos os espaços do campo, de forma a não permitir contratações fatais do Cruzeiro. Buscou o gol, mas esbarrou na defesa celeste e não teve chances para marcar. Para compensar, cortou quase tudo na defesa e contou coma sorte de a baliza cercar a bola mais perigosa do time celeste. Nos pênaltis, Armani fez a diferença e levou o time às quartas de final.
  • ÁRBITROS não foram muito notados, o que é bom sinal.

O que foi dito

  • MANO MENEZES: O objetivo no primeiro jogo era trazer a decisão pra nossa casa. Mas sabíamos que o jogo seria tão difícil aqui quanto foi lá. Falamos sobre a série de sucessos que eles estão tendo na Libertadores com esse grupo e nos preparamos pra entender o jogo. Iniciamos mal, errando muito e não se pode errar contra um time que tem qualidade. Houve um pouco de ansiedade. Depois da primeira chance clara, a mais clara do jogo, as coisas começaram a se equilibrar, a equipe passou a ter mais tranquilidade. Tínhamos algumas dificuldades na escolha da formação ideal, porque Robinho só tinha capacidade pra 30 minutos, então a escolha foi pela formação que terminou o jogo lá e que deu bom resultado. Aos 60, tiramos um volante e botamos Robinho. Depois fomos um pouco mais com um homem de área, Fred. Críamos oito oportunidades, o River teve cinco. Não foi por falta de tentativa nem de esforço. Nosso adversário sempre jogou ofensivamente e também não conseguiu marcar gol no Cruzeiro em 180 minutos. Não conseguimos o objetivo porque perdemos nos pênaltis, assim como já vencemos muitas vezes assim Estamos tristes, como o torcedor. Lutamos como podíamos pra passar de fase. Em nenhum momento o Cruzeiro deixou de acreditar. Lutou até o fim tentando o gol. A derrota pode ser dura, triste, mas a gente não pode enganar o torcedor. Não se trata de estilo, de abdicar, de não querer.
  • DEDÉ: Jogamos, tivemos chances, nos entregamos ao máximo, mas estou emocionado é por gratidão. Sou grato a Deus, por me capacitar em jogar uma competição como essa, Nossa Senhora da Aparecida, que eu sempre peço pra estar cobrindo seu manto em minha família, meus amigos, quem eu gosto, nosso clube. E eu parei pra orar um pouquinho, passou muita coisa positiva na minha cabeça. Isso me emocionou. Perdemos nos pênaltis, num jogo bem jogado, um jogão, o River enfrentou nosso time, mas acho que nosso time ainda suportou um pouco mais, teve um pouco mais de resistência no jogo, tivemos chances claras no final, pra matar. Mas, infelizmente, não matamos e, em mais uma disputa de pênaltis, infelizmente dessa vez não deu pra gente. Com méritos aos batedores, ao goleiro do River, mas nosso time não pode sair de cabeça baixa, temos mais duas competições pra disputar, uma que estamos num dilema grande, que é o Brasileiro, e vamos voltar a vencer, se Deus quiser.
  • FRED: Trabalho pra voltar a ser titular. Enquanto isso não acontece, tentarei ajudar enquanto estiver em campo ou fora, independente de qualquer coisa. É lógico que a gente fica triste em sair do time, mas entende que é uma característica do Mano, de marcar bem lá atrás com todo mundo e depois sair no contra-ataque. Eu não me encaixo nas características dele. Mas quando precisar eu vou procurar fazer meu melhor.
  • FERNANDÃO ÁVILA: Jogo brigado, com boas chances pros dois lados. Os times toparam os pênaltis. E eu só pensava que o Sobis tinha ido embora e não tinha ninguém confiável pra abrir as cobranças. Durante o jogo demos o azar normal de futebol, M Gabriel afoito na hora de definir, dentro da sua característica, Fred entrou fazendo bem o pivô e adiantando o time. O River cansou mais que o Cruzeiro. Pra eles é início de temporada, e o time embora tenha sido mais presente no fim, não conseguiu marcar. Vida que segue. Fui dormir muito puto, mas confiante na Copa do Brasil.
  • DOUGLAS VELLOSO: Bom jogo. No primeiro tempo, os erros de passe prejudicaram a estratégia e Rocha não foi escape necessário. Mesmo com o meio campo mais preenchido pelo Cruzeiro, o jogo foi semelhante à primeira etapa na Argentina. Ruim doi ter demorado pra se buscar uma jogada mais vertical. Mérito do River não foi deixar isso acontecer, pois é um time ciente de suas qualidades e limitações. Mesmo assim, a melhor chance foi do Cruzeiro. No segundo tempo, empurrado pela torcida, o Cruzeiro atacou, fez mais ultrapassagens e jogou no seu limite, com disposição. O sistema defensivo, mostrando sua boa qualidade. Uma pena Robinho e Neves nõ estarem em boas condições físicas. Sobre os pênaltis, tudo o que se disser é especulativo.
  • MATHEUS CHAVES: O Cruzeiro fez um bom jogo, dentro das suas características e das dificuldades impostas pelo adversário, que é bom, embora não seja essa maravilha toda. O Cruzeiro teve as melhores chances, mas foi incompetente na conclusão. Foi um filme já visto em várias decisões recentes, só que desta vez a sorte não estava do nosso lado.

Fontes

Transmissão

  • Fox
  • SporTV