Cruzeiro 0x0 Colo-Colo - 02/10/1991

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Patrocinense.png Gol aos do Escudo Colo-Colo.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png
Por Supercopa Libertadores
Escudo Racing.png 1x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Colo-Colo.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Patrocinense.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 4x0 Escudo Nacional-URU.png
Contra Colo-Colo
← Primeira ficha Gol aos do Escudo Colo-Colo.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
0 × 0
Escudo Colo-Colo.png

Jogo de ida - Oitavas de final da Supercopa Libertadores 1991

Placar
Cruzeiro 0-0 Colo-Colo
Súmula/Borderô não disponível

Informações

Data: 2 de outubro de 1991 às 21:00
Local: Belo Horizonte, MG
Estádio: Mineirão

Árbitro: Juan Carlos Crespi
Assistente 1: Juan Carlos Losteau
Assistente 1: Abel Gneco


Público e Renda

Público pagante: 60.196
Público Presente: Não disponível
Renda: Cr$ 106.591.000,00 R$ 106.591.000 <br />Cr$ 106.591.000 <br />NCr$ 106.591.000 <br />Cz$ 106.591.000 <br />NCz$ 106.591.000 <br /> (preço médio: Cr$ 1.770,73 )


Escalações

Cruzeiro
  1.  Paulo César Borges
  2.  ZelãoSimbolo jogador base.png
  3.  Adilson Batista
  4.  Paulão Cartão amarelo recebido aos  (1)
  5.  Nonato
  6.  Ademir
  7.  Boiadeiro
  8.  Luís Fernando Flores
  9.  Mário Tilico
10.  Charles Fabian
11.  Marquinhos Substituição realizada 12' (2T) de jogo 12' (2T) ( Paulinho )
Técnico: Ênio Andrade

Colo-Colo
  1. Daniel Morón
  2. Juan Carlos Peralta
  3. Lizardo Garrido
  4. Miguel Ramírez
  5. Agustín Salvatierra
  6. Eduardo Vilches
  7. Héctor Adomaitis Substituição realizada 22' (2T) de jogo 22' (2T) ( Raúl Ormeño )
  8. Gabriel Mendoza
  9. Marcelo Barticciotto Cartão amarelo recebido aos
10. Patrício Yáñez
11. Rubén Martínez Substituição realizada 16' (2T) de jogo 16' (2T) ( Hugo Rubio )
Técnico: Mirko Jozić


Reservas que não entraram na partida


Sobre o jogo[editar]

A edição de 1991 foi a quarta da Supercopa e contou com um novo participante, o Colo Colo, do Chile, que havia conquistado a Libertadores no mesmo ano e que acabou sendo o primeiro adversário do Cruzeiro.

A Supercopa começou no mês de outubro e o Cruzeiro buscava se reabilitar na temporada, após ter feito campanhas fracas na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro no primeiro semestre. A confiança e o bom futebol foram resgatados com as contratações do treinador Ênio Andrade e do ponteiro direito, Mário Tilico, que havia sido o herói do São Paulo, na conquista do título brasileiro, ao marcar o gol tricolor na decisão contra o Bragantino.

A diretoria cruzeirense promoveu o jogo da estreia, no Mineirão, em 2 de outubro, espalhando outdoors na capital convocando a torcida para o desafio contra o campeão da Libertadores e até os ingressos foram personalizados com os escudos dos dois times, o que não era comum naquela época.

Mais de 60 mil cruzeirenses responderam ao desafio e encheram o Mineirão. O Cruzeiro dominou toda a partida, mas não conseguiu traduzir a superioridade em gols e o placar não saiu do zero.

Após o jogo, o presidente César Masci reclamou do árbitro Juan Carlos Crespi por ter anulado um gol do zagueiro Adilson, enquanto o técnico do Colo Colo, Mirko Jozić, protestou contra os coros de baixo calão da torcida do Cruzeiro. “Eu nunca vi uma torcida tão sem educação”, protestou Mirko Jozić que, embora croata, entendia o idioma português.

Fontes[editar]

  • Livro Almanaque do Cruzeiro Esporte Clube 1921-2013- RIBEIRO, Henrique - Caxias do Sul-RS: Editora Belas Letras Ltda., 2014. 405