Corinthians 1x2 Cruzeiro - 19/10/2019

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo São Paulo.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo Fortaleza.png
Por Campeonato Brasileiro 2019
Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo São Paulo.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo Fortaleza.png
No estádio Arena Corinthians
Escudo Corinthians.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Última ficha →
Contra Corinthians
Escudo Cruzeiro.png 0x0 Escudo Corinthians.png Gol aos do Última ficha →

[edit]

Escudo Corinthians.png
Corinthians
1 × 2 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
27ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019
Data: 19 de outubro de 2019 Local: São Paulo, SP
Horário: 19:00 Estádio: Arena Corinthians
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo Público pagante: 31.631
Assistente 1: Luiz Cláudio Regazone Público presente: 31.882
Assistente 2: Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha Renda: R$ 1.529.296,10 R$ 1.529.296,1 <br />Cr$ 1.529.296,1 <br />NCr$ 1.529.296,1 <br />Cz$ 1.529.296,1 <br />NCz$ 1.529.296,1 <br /> (preço médio: R$ 48,35 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Corinthians: Cruzeiro:

12. Walter 1. Fábio
23. Fagner Gol aos 33 do  (1T) 33'  (1T) Cartão amarelo recebido aos 30  (2T) 30'  (2T)   28. Orejuela
13. Marllon 26. Dedé Substituição realizada 18' (2T) de jogo 18' (2T) ( 40. Cacá )
14. Bruno Méndez Cartão amarelo recebido aos 36  (2T) 36'  (2T)   25. Fabrício Bruno
35. Danilo Avelar 6. Egídio
15. Ralf 8. Henrique
7. Sornoza Substituição realizada 11'(2T) de jogo 11'(2T) ( 10. Jadson ) 15. Éderson Cartão amarelo recebido aos 20  (2T) 20'  (2T)   Gol aos 25 do  (2T) 25'  (2T)
38. Pedrinho Substituição realizada 35'(2T) de jogo 35'(2T) ( 25. Clayson ) 19. Robinho Substituição realizada 29' (2T) de jogo 29' (2T) ( 5. Ariel Cabral )
22. Mateus Vital Substituição realizada 28'(2T) de jogo 28'(2T) ( 9. Vágner Love Cartão amarelo recebido aos 46  (2T) 46'  (2T)   ) 20. Marquinhos Gabriel
31. Janderson 10. Thiago Neves
19. Gustavo 9. Fred  Gol aos 37 do 37' (1T) P Substituição realizada 31' (2T) de jogo 31' (2T) ( 37. Joel )
Técnico: Fábio Carille Cartão amarelo recebido aos 27  (2T) 27'  (2T)   Cartão vermelho recebido aos 27  (2T) 27'  (2T)   Técnico: Abel Braga
Reservas que não entraram na partida
Corinthians: Cruzeiro:

Pré-Jogo

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 19h COMEÇA O JOGO. Cruzeiro, à direita, dá a saída.
  • 01 Robinho e Orejuela trabalham na direita, rafe escolta a bola que sai pela linha de fundo.
  • 02 QUASE! Faber cruza da direita, Gustagol arremata de prima, bola passa por cima do travessão.
  • 03 UNIFORMES tradicionais.
  • 04 Egídio trabalha com Ederson e cruza do esquerda. Defesa gambá corta.
  • 04 PÚBLICO ocupa 2/3 dos lugares, Torcida Celeste está presente.
  • 05 REPÓRTERES do Premiere: Roger Cazé e Alexandre Oliveira.
  • 06 Gustagol dá uma rasteira em Henrique. Fred pede cartão, juiz não dá.
  • 07 Cruzeiro marca alto, Corinthians tem dificuldade pra sair da defesa.
  • 08 RICARDINHO: “Cruzeiro se preocupa mais com o lado direito do Corinthians, que tem Faber, Pedrinho e Sornoza”
  • 09 Ederson recua do meio de campo, Fábio despacha a bola, com um bico.
  • 10 Egídio vai à linha de fundo e cruza rasteiro, Marllon corta.
  • 11 POSSE DE BOLA: Cruzeiro, 58%.
  • 12 Robinho chuta de longe, Walter encaixa.
  • 24 QUASE! N Gabriel cruza da esquerda, Fred aparece livre pra arrematar, Bol sai rente ao poste esquerdo.
  • 25 BOLA ROLANDO em 61% do tempo.
  • 26 Orejuela cruza, bola sai por trás do arco gambá.
  • 27 Ataque perigoso do Gambá, Gustagol arremata, bola acerta Cacá e não chega ao arco celeste.
  • 33 GOL.Bola cruzada da esquerda, Gustagol disputa pelo alto, com Fabruno, bola sobra pra Fagner, que emenda de prima. Bola na rede. CORINTHIANS 1×0.
  • 34 11.000º GOl da história do Corinthians.
  • 35 PÊNALTI. Bruno Mendez corta bola coma amo, dentro da área.
  • 36 Var viu e mandou juiz marcar.
  • 37 Corintianos reclamam, Por vício.
  • 38 GOL. Fred cobra, com chute no canto esquerdo. CRUZEIRO 1×1.
  • 39 5º GOL de Fred no Brasileiro.
  • 40 TORCIDA CELESTE canta alto. Gambás calados.
  • 41 Sornoza derruba Neves, na entrada da área gamb;a.
  • 42 DEFESA;CA. Neves cobra a falta encobrindo a barreira, Walter voa e cata a bola.
  • 43 Egídio lança Neves que cabeceia, Walter defende.
  • 44 QUASE! Janderson é travado, dentro da área, quando ia marcar o segundo gol corintiano.
  • 45 FINALIZAÇÕES: Cruzeiro 8×5.
  • 46 Egídio recupera a bola na defesa e atravessa o campo, antes de cruzar. Defesa gambá d\corta.
  • 47 Fagner corta mal, M Gabriel cruza, defesa corta.
  • 48 Sornoza chuta de fora da área, bola sai pela linha de fundo.
  • 48 FIM de 1º tempo.

Segundo Tempo

  • 20h12 COMEÇA o 2º tempo. Corinthians dá saída.
  • 46 Corinthians concentrado na defesa, Cruzeiro não encontra brechas.
  • 47 Cruzeiro pressiona saída do Corinthians, Walter é obrigado a dar chutão. Posse de bola para o time celeste.
  • 48 Corinthians tenta primeira descida, mas Cacá chega antes de Janderson e corta.
  • 50 DEFESAÇA. Pedrinho pega sobra na área, chuta forte, Fábio faz grande defesa.
  • 61 Janderson avança em velocidade pela esquerda, passa por Orejuela e cruza rasteiro, Cacá afasta.
  • 62 Cruzeiro tem boa chance de assustar o Corinthians, mas Éderson erra inversão pra Orejuela.
  • 63 Janderson recebe mais uma na esquerda, vai pra cima de Orejuela e fica caído na área, pedindo pênalti. Juizão manda seguir.
  • 64 Pedrinho cruza, Janderson aparece nas costas de Orejuela e finaliza forte, bola explodir no corpo de Fábio.
  • 66 Neves recebe com espaço no meio, leva pra canhota e chuta rasteiro, bola desvia em Marllon e assustar Walter.
  • 53 Oito minutos de posse do Corinthians. Cruzeiro fica no campo de defesa.
  • 54 Pedrinho recebe na direita, limpa para o meio, mas finaliza muito mal com a perna canhota.
  • 55 Pedrinho cruza no segundo poste, encontra Avelar nas costas de Orejuela. O lateral devolve a bola pra área, Fábio defende.
  • 56 TROCA: Sornoza x Jadson
  • 57 Cruzeiro sai em contra-ataque com Marquinhos Gabriel, que abre na esquerda com Egídio. O lateral cruza rasteiro para Fred, mas Marllon dá um carrinho providencial.
  • 60 Cruzeiro segue fechando os espaços do Corinthians, que toca a bola com calma para tentar criar as jogadas.
  • 73 TROCA. Mateus Vital x Vagner Love.
  • 74 TROCA: Robinho x Ariel Cabral
  • 75 AMARELO. Fagner, por falta dura em Marquinhos Gabriel.
  • 76 TROCA; Fred x Joel.
  • 77 Corinthians fica com a bola no campo de ataque, Cruzeiro se fecha pra segurar a vitória.
  • 68 QUASE! Neves recebe inversão de Orejuela e cruza de prima, no segundo poste. Fred chega de carrinho, toca na bola, mas não consegue direcioná-la para o gol.
  • 70 GOL. Fagner dá um passe pra trás, Ederson recebe em impedimento, avança, dribla o goleiro de nada parede. CRUZEIRO 2×1.
  • 71 Carille enche o saco do juiz, leva dois amarelos e o vermelho.
  • 72 Jogadores do Corinthians reclamam do gol, pois o auxilliar ergueu a bandeira, por isso Marllon parou de correr. O árbitro, no entanto, não apitou.
  • 71 VERMELHO. Carille enche o saco do juiz, leva dois amarelos e o vermelho.
  • 72 TROCA. Mateus Vital x Vagner Love.
  • 73 TROCA. Robinho x Cabral.
  • 78 Cacá faz falta em Gustavo pelo lado esquerdo do ataque corintiano.
  • 79 PÚBLICO: 31.631 pagantes, 31.882 presentes, R$1.529.296, média R$48.
  • 80 Defesa do Cruzeiro afasta o perigo em cruzamento de Jadson.
  • 80 TROCA: Pedrinho x Clayson.
  • 81 AMARELO. Marllon, por falta em Neves.
  • 82 CONTRATAQUE celeste, Neves, que é parado por Méndez, com falta.
  • 83 Joel recebe demNeves na direita, limpa pr a canhota e finaliza. Bola desvia na defesa e sai pela linha de fundo.
  • 84 Neves cobra escanteio na área, defesa corintiana afasta.
  • 85 Cruzeiro sai bem pela direita, com Joel, que aciona Ederson da área. O colante domina mal,e é desarmado por Ralf.
  • 87 Corinthians todo no ataque. Cruzeiro todo na defesa.
  • 89 QUATRO minutos de acréscimo.
  • 90 AMARELO. Vagner Love, por reclamação.
  • 91 Jadson exagera na força do lançamento, Fagner finaliza do jeito que dá. Fábio encaixa.
  • 92 Gustagol aproveita chutão da defesa e desvia de cabeça, Fábio sai do gol e fica com a bola.
  • 94 FIM DE JOGO, Cruzeiro dorme fora da zona.

Vídeos

Atuações

  • Fábio: Sem trabalho no jogo. Nos últimos jogos tem sido mais dominante na bola aérea em cruzamentos originários de bola parada. Ele que já sofreu muitas críticas por isso.
  • Orejuela: O vigor físico de sempre. Acertou o cruzamento que originou o pênalti, algo bissexto. Parece um dos caras que mais vai sentir a mudança de fase. Porque precisa de confiança e tem de onde tirar dribles e ultrapassagens.
  • Dedé: Saiu cedo, sem tempo para ser avaliado como jogador. Como auxiliar técnico, defendeu o perímetro e manteve o time concentrado.
  • Cacá: Tem tranquilidade o garoto. Às vezes falta estatura e força para impedir os giros de um brutamonte como o Gustagol, algo que ele vai desenvolver e agregar o seu jogo. Ao contrário de atacantes, zagueiros não nascem prontos. Na partida houve-se bem nas rebatidas e na saída de bola.
  • Fabruno: Jogou à vera como sempre, com a mesma cara de mau. Assumiu a função de comandar a linha depois da saída do beque sênior do time e não titubeou.
  • Egídio: Começou o jogo saindo, para tabelar com o Marquinhos na esquerda. Depois da saída do Dedé, assumiu maiores responsabilidades defensivas, principalmente porque o Corinthians atacava prioritariamente pelo seu lado com Pedrinho e Fagner. Perdeu e ganhou duelos e manteve o corredor fechado até o fim do jogo.
  • Henrique: Fez um jogo normal, sem o brilho das últimas jornadas. Preocupou-se em fechar espaços e manter o time com a bola, sem arriscar passes.
  • Ederson: Quando a fase é boa, até migué vira posicionamento de gol. Brincadeiras à parte, participou bastante do jogo, verticalizando seus passes (eventualmente errando um ou outro) adiantando-se para gerar superioridade numérica nos setores, enfim, mais como meio-campista que como volante. Ainda concluiu a jogada do segundo gol nervoso feito cozinheiro de hospício.
  • Robinho: Fazia um bom jogo. Distribuindo bom passes, gerando volume, e marcando com muita responsabilidade. Saiu mais cedo e ficou bravo com o Abelão. Pudera, sacrificava-se na ponta direita bloqueando o adversário e merecia continuar no jogo e ser adiantado como o Thiago foi. Mas na vitória, tudo é festa.
  • Neves: Jogou solto, sem maiores responsabilidades defensivas, para se aproximar do Fredão. Hoje não foi bem. Não encaixou aquele passe ou finalização. Seu melhor momento no jogo foi o fim da partida, quando foi deslocado para a referência. Dali deu uma tranquilizada geral para o jogo terminar bem.
  • Marquinhos: Foi a principal arma ofensiva do Cruzeiro. Na 1ª chance descolou assistência perfeita para o Fredão que fez aquilo. Na segunda teve a bola limpa dentro da área para repetir a dose e não conseguiu. Como o Abelão mexeu no 1º tempo, faltou a substituição que o tiraria dos minutos finais. Ali já estava pregado.
  • Fred: Meteu mais um pênalti que ajuda a estatística. Mas perdeu um gol que… começou bem o jogo, saindo muito da área e ajudando o time a manter a posse na frente. Ao longo do jogo foi declinando à medida que o fôlego ia embora.
  • Joel. Entrou bem, para quem vinha sem jogar há meses. Entrou para ser um atacante que fecha o lado do campo, mas arranca em diagonal. Fechou seu lado e ganhou segundos importantes na frente.
  • Cabral: entrou para trancar a cabeça da área e foi bem-sucedido na missão.
  • Abel: Deu mais um passo importante rumo ao resgate. Simplicidade e coragem são suas palavras para o time. Coragem para se adiantar e tirar o conforto do rival e simplicidade para não correr riscos desnecessários. Mexeu bem no time fechando os espaços do rival
  • Cruzeiro. Já fez jogos melhores que saiu sem resultado. Esteve em um dia em que a sorte ajudou. Mas não adianta ter sorte e não cooperar com ela. Marcou bem, importunou o adversário e manteve-se concentrado na defesa, evitando que os adversários tivessem oportunidades claras. Ao fim trancou-se e saiu com os três pontos. Sem David e Edílson teve uma forma de atacar diferente, usando os dois lados do campo, sem concentrar o jogo no lado esquerdo.
  • Corinthians: Fez um gol quando estava mal, tomou um segundo depois em lance acidental. Quando o Cruzeiro já negociava o empate, o time da casa em seu melhor momento tomou outro gol em lance acidental. Coisas que acontecem quando a fase é negra. Tem jogadores interessantes como Fagner e Gustavo que estão entre os melhores em suas respectivas posições. Pontas insinuantes (Joanderson e Pedrinho) mas a zaga juvenil pôs tudo a perder. Não teve profundidade para entrar na defesa rival nem equilíbrio para explorar o fator casa.
  • Árbitros: deram uma mãozinha apitando aquela faltinha de perigo de gol marota. De resto foram bem.

O que foi dito

  • ABEL BRAGA: Falei pra eles: ‘vocês viram que ninguém falou mais que são oito ou nove jogos sem vencer? Agora são cinco sem perder’. Eles foram no limite contra o São Paulo, o desgaste foi muito grande. E logo depois vêm aqui jogar contra o Corinthians. É muito complicado. Mas cada um lutou por um palmo deste campo. Mostrei a eles que, às vezes, é importante recuar. A gente marca alto, mas não consegue fazer isso todo jogo, o tempo todo. O importante é que não abdicamos de jogar. Saímos atrás, mas não ficamos desorganizados. Vamos continuar jogo a jogo. Não ganhávamos fora há mais de um ano no Brasileiro, isso dá um alívio grande. Um peso enorme sobre o clube. E esse negócio de cair é uma coisa absurda no aspecto mental. Antes do jogo eles perguntaram: ‘quanto foi o Fortaleza?’ O Fortaleza ganhou. Isso mexe. Estão de parabéns, porque tiveram humildade pra entender o jogo do Corinthians. Num jogo assim, você tem que lutar contra seus medos, contra excesso de preocupação, excesso de querer acertar sempre. Tivemos chances de fazer gols no primeiro tempo, mas erramos o último passe inúmeras vezes. Não é por falta de categoria, é o mental. Então foi muito bom, vencer era extremamente importante pra nós.
  • EDERSON: Fiquei muito na dúvida, mas como vi o bandeira correndo, e também pela gritariam reagi e segui no lance. Quando cheguei no vestiário, os jogadores falaram ‘se você parasse, eu matava você! Tinha que fazer o gol’. Graças a Deus que continuei a jogada, não parei. Cada bronca (risos)… Mas tem que manter a calma, é sempre querendo ajudar, não é por maldade. Tenho 20 anos, estou começando a minha carreira agora, então, tenho que ouvir um pouquinho mais mesmo. Eles já passaram por tudo que eu estou passando, então, estão sempre querendo ajudar, e eu estou sempre ouvindo. Edilson ;e o que dá mais brinca. Ele é muito estressado durante o jogo. Mas fora é todo mundo muito tranquilo, fala com mais tranquilidade. Mas ali, dentro de campo, acho que o mais estressado é o Edilson. Mas, também, foi o que mais brincou comigo fora de campo. Por isso eu sei que é sempre querendo ajudar.
  • WASHINGTON RAMOS: No gol váliado, os jogadores dos dois times não mandaram a bola pra fora paa atendimento do Ederson, felizmente. No gol inválido, o Juiz, perto do lance, com convicção, marcou falta no Fred, O que aconteceu depois não valeu mais nada, pois o jogo já estava parado, por isto nem teve gol anulado.
  • FERNANDÃO ÁVILA: O time celeste já fez jogos melhores e saiu sem vitória. Desta vez, a sorte ajudou. Mas não adianta ter sorte e não cooperar com ela. Marcou bem, importunou o adversário e manteve-se concentrado na defesa, evitando que os corintianos tivessem oportunidades claras. Ao fim trancou-se e saiu com os três pontos. Sem David e Edílson, o time atacou diferente, usando os dois lados do campo, sem concentrar o jogo no lado esquerdo.
  • MATHEUS PENIDO: Foi o jogo mais pragmático do pós-Mano. Ninguém brilhou intensamente, mas quase todos cumpriram bem suas funções. A partida foi equilibrada, com as duas equipes alternando momentos de domínio. Achei o Cruzeiro melhor que o Corinthians no primeiro tempo, no segundo os paulistas ameaçaram tomar conta do jogo, mas tiveram dificuldades pra criar.
  • J R GALVÃO: Quando vi Joel, o cruel, na beira do campo, não tive duvida: garrei no terço e apelei ara Dulce dos Pobres,. Com o camaronês em campo, só com muita reza, De qualquer forma, ele é mil vezes melhor que o inútil Sassá.
  • JOTA FÁBIO: Impressionante, foi só o Perrela voltar que o time descambou a vencer!

Fontes

Transmissão

  • PPV