Corinthians 0x1 Cruzeiro - 24/07/2011

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para: navegação, pesquisa


Confrontos posteriores e anteriores
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Bahia.png Gol aos  do Escudo Atlético-GO.png 2x0 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Brasileiro
Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Bahia.png Gol aos  do Escudo Atlético-GO.png 2x0 Escudo Cruzeiro.png
Contra Corinthians
Escudo Corinthians.png 1x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos  do Escudo Cruzeiro.png 0x1 Escudo Corinthians.png

[edit]

Escudo Corinthians.png
Corinthians
0 x 1 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
11ª rodada do Campeonato Brasileiro 2011
Data: 24 de julho de 2011 Local: São Paulo, SP
Horário: 16:00 Estádio: Pacaembu
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden Público pagante: 34.462
Assistente 1: Altemir Hausman Público presente: 37.733
Assistente 2: Júlio César Rodrigues Renda: R$ 1.275.456,50
R$ 1.275.456,5
Cr$ 1.275.456,5
NCr$ 1.275.456,5
Cz$ 1.275.456,5
NCz$ 1.275.456,5
(preço médio: R$ 37,01 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Corinthians: Cruzeiro:
30. Renan 1. Fábio Cartão amarelo recebido aos
18. Weldinho 2. Vitor Substituição realizada  de jogo ( 17. Ortigoza )
3. Chicão 3. Gil
4. Leandro Castan 4. Naldo
33. Ramon Cartão amarelo recebido aos Substituição realizada  de jogo ( 12. Alex ) 6. Gilberto Cartão amarelo recebido aos Cartão amarelo recebido aos Cartão vermelho recebido aos
5. Ralf 8. Marquinhos Paraná
8. Paulinho 5. Fabrício
20. Danilo Substituição realizada  de jogo ( 19. Elias ) 11. Everton Cartão amarelo recebido aos Substituição realizada  de jogo ( 14. Léo )
23. Jorge Henrique Substituição realizada  de jogo ( 21. Edenilson ) 7. Róger Substituição realizada  de jogo ( 16. Anselmo Ramon )
7. Willian 10. Montillo Cartão amarelo recebido aos
11. Emerson Cartão amarelo recebido aos 11. Wallyson Gol aos  do
Técnico: Tite Técnico: Joel Santana
Reservas que não entraram na partida
Corinthians: Cruzeiro:


Pré-Jogo

Em 9º lugar com 15 pontos, o Cruzeiro pode alcancar o 7º posto se vencer.

O técnico Joel Santana no podera escalar o beque Victorino, na Seleção Uruguaia, o atacante Thiago Ribeiro, contundido e o volante Leandro Guerreiro, suspenso.

Em 1º lugar com 28 pontos e 93,3% de aproveitamento, o Corinthians nao perde a lideranca nem com uma derrota.

O tecnico Tite terá varios desfalques: Liedson, que fez artroscopia no joelho esquerdo, o goleiro Júlio César, que fraturou um dedo no jogo contra o Botafogo, e o lateral Fábio Santos, suspenso.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 15h55 – Times em campo com uniformes tradicionais.
  • 16h04 – Começa o jogo. Cruzeiro à esquerda das tribunas.
  • 00 – Reservas do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Gil Bahia, Cribari, Leo Simões, Ortigoza, Anselmo Ramon, Reis.
  • 01 – Willian cruza da direita, Emerson Sheik cabeceia entre os beques, bola passa por cima do travessão.
  • 02 – Paulinho derruba Roger Galera no meio de campo.
  • 03 – Vítor dribla Castan e chuta forte. Renan se atrapalha e cede escanteio.
  • 04 – Dois escanteios cobrados por Montillo, no segundo, Fabrício arremata, bola acerta Castan e sai da área.
  • 05 – Falta mal marcada de Gil em Emerson na ponta direita. Willian cobra, Gil corta de cabeça.
  • 06 – Cena de terror! Naldo comete falta em Emerson na lateral direita. Escanteio de manga curta cobrado por Jorge Henrique, Ralf pega rebote e chuta forte. Bola na rede pelo lado de fora. Tite comemora gol, que não houve.
  • 07 – Cena de terror! Ralf dá de calcanhar pra Emerson que, na cara do gol, arremata pra fora.
  • 08 – Lançamento para Wallyson, Renan fica com a bola.
  • 09 – Vítor derruba Jorge Henrique. Bola na área celeste, Naldo despacha pra lateral.
  • 10 – Cruzeiro joga no 4-2-3-1: Gilberto, Roger e Montillo são os meias, Wallyson é o atacante. Francisco Everton é o lateral esquerdo.
  • 11 – Naldo tenta rebater, bola acerta Willian e escapa pela linha de fundo.
  • 12 – Joel Santana esculacha o 4º árbitro. Bola na área corintiana, Castan cede escanteio. Roger Galera cobra, defesa afasta.
  • 13 – Roger Galera cobra escanteio pela direita, Renan sobe e defende.
  • 14 – Naldo comete falta em Emerson. Sete faltas marcadas por Vuaden. Jogo pegado.
  • 15 – Bom comparecimento da torcida celeste. Sampa Azul e Máfia Azul presentes.
  • 16 – Montillo lança Wallyson que, perdido no meio da bequeira, não alcança a bola.
  • 17 – Cruzeiro pressiona saída de bola, Castan cede lateral.
  • 18 – Amarelo! Gil dá um cacete em Emerson Sheik. Vuaden dá vantagem, Willian joga bola pra lateral, Emerson sai no carrinho-maca.
  • 19 – Montillo marca Ralf, Roger marca Paulinho. Os volantes corintoanos não saem e os meias do Cruzeiro não criam.
  • 20 – Chicão cobra falta pela esquerda, Fábio corta de soco.
  • 21 – Tite pede que William abra pela direita e Jorge Henrique pela esquerda. E manda Danilo se aproximar de Emerson no comando do ataque.
  • 22 – Corintiãs tem 60% de posse de bola.
  • 23 – Montillo avança pela esquerda e passa a Wallyson, que está impedido.
  • 24 – Jorge Henrique cruza da esquerda, Fábio defende.
  • 25 – Gilberto, da esquerda, lança Montillo, na direita. Argentino corta Castán e cruza. Chicão cede 6º escanteio a favor do Cruzeiro. Montillo cobra, Francisco Everton cabeceia pra linha de fundo.
  • 26 – Vítor passa o rodo em Jorge Henrique. Corintiano quer briga. Vuaden chama os dois às falas.
  • 27 – Jorge Henrique faz um gracinha na frente de Fabrício, mas logo se desfaz da bola com um passe lateral.
  • 28 – Corintiãs toca bola na intermediária celeste. Cruzeiro fechado não concede espaços.
  • 29 – Gilberto recebe de Montillo e passa a Wallyson, que está impedido.
  • 30 – Amarelo! Ramon dá uma ancada no tornozelod e Roger Galera.
  • 31 – Batimento cardíaco do Síndico: 70. Tranquilo, tranquilo. Venceremos!
  • 32 – Vítor ataca pela direita, disputa bola com Ramon e acaba cedendo lateral.
  • 33 – Finalizações: Cruzeiro 4×3.
  • 34 – Vítor cruza da direita, Everton ajeita, de cabeça, pra Gil, Chicão despacha cedendo o 8º escanteio celeste.
  • 35 – Roger Galera cobra escanteio pela esquerda, Fabrício tenta o arremate, rebote fica com Montillo, que chuta forte. Bola passa perto do poste direito do arco corintiano.
  • 36 – Chicão cobra falta da intermediária, Fábio defende sem problemas.
  • 37 – Amarelo! Emerson Sheik dá uma canelada feia em Roger Galera.
  • 38 – Danilo lança Ramon, que cruza. Vítor cede escanteio. Escanteio cobrado por Jorge Henrique, Danilo cabeceia pra fora.
  • 39 – Troca de cartas! Bola de uma defesa a outra sem maiores consequências.
  • 40 – Roger Galera é empurrado por Paulinho e toca o braço na bola. Torcida pede falta, Vuadem manda seguir.
  • 41 – Jogo equilibrado! Cruzeiro marca bem, não permite aproximação dos volantes corintianos e isola os três atacantes.
  • 42 – Willian recebe passe de Ralf, tenta arrematar, mas chuta mal e a bola fica com Fábio.
  • 43 – Vítor e Castan disputam pelo alto na área corintiana. Melhor para o beque.
  • 44 – Grande Gil! Emerson Sheik puxa contra-ataque, entra na área, mas é desarmado por Gil, que cede escanteio providencial.
  • 45 – Danilo cruza da esquerda, bola bate em Marquinhos Paraná e sai a escanteio. Jorge Henrique cobra, Fábio corta de soco.
  • 46 – Amarelo! Gilberto entra desembestado e pisa na coxa de Jorge Henrique.
  • 47 – Fim de 1º tempo. Finalizações: Cruzeiro 5×4. Escanteios: Cruzeiro 8×3.
  • Jorge Henrique: “Eles estão fazendo marcação individual e está faltando espaços.”
  • Fábio: “Marcamos bem, neutralizamos pontos fortes deles e tivemos algumas oportunidades.”

Segundo Tempo

  • 17h10 – Começa o 2º tempo. Times sem alterações.
  • 01 – Emerson Sheik chuta de longe. Fábio defende.
  • 02 – William avança pela intermediária, ams é perseguido e desarmado pro Francisco Everton.
  • 03 – Paulinho chuta da entrada da área, bola passa por cima do travessão.
  • 04 – Danilo cruza da direita, Vítor corta, Willian apanha o rebote e chuta. Bola sai raspando o poste esquerdo doa rco de Fábio.
  • 05 – Emerson disputa pelo alto e comete falta em Gilberto.
  • 06 – Só o Corintiãs ataca. Cruzeiro excessivamente recuado.
  • 07 – Vítor cruza da direita. Castan corta.
  • 08 – Welder passa por Gilberto e cruza, da direita. FranNaldo despacha a bola.
  • 09 – Jorge Henrique cruza da direita, bola sai por cima do travessão.
  • 10 – Golaço! Montillo desarma Ralf, numa disputa pelo alto, no meio de campo. Wallyson e Paulinho disputam a bola com o pé alto. Atacante vence, espera que ela quique e acerta um chutaço, de peito de pé, a 40 metros do arco corintiano. A bola sobe e cai nas costas de Renan. Cruzeiro 1×0.
  • 11 – Wallyson persegue Ralf, que tenta sair pro jogo, e comete falta no meio de campo.
  • 12 - Amarelos! Montillo recebe falta de Ralf e um empurrão de Castan, que ainda parte pra briga. Vuadem erra feio na punição ao argentino.
  • 13 – Foi pênalti! Vitor cruza, de dentro da área, bola acerta o braço aberto de Ramon. Pênalti não marcado por Vuadem.
  • 14 – Ramon pra Danilo, que põe Willian na cara do gol. O arremate sai paralelo à risca de gol.
  • 15 – Corintiãs está nervoso. Cruzeiro continua marcando bem. Fábio joga sossegado.
  • 16 – Troca! Ramon por Alex.
  • 17 – Paulinho passa por Roger Galera e chuta de fora da área. Bola sai à esquerda de Fábio.
  • 18 – Jorge Henrique puxa contra-ataque, mas para na marcação de Naldo.
  • 19 – Joel Santana orienta Ortigoza na beirada do campo. Tite chama Edenílson pra um pé-de-orêia.
  • 20 – Chicão chuta de fora da área, Bola sai à esquerda de Fábio.
  • 21 – Troca! Vítor por Ortigoza. Marquinhos Paraná vai pra lateral-direita.
  • 22 – Wallyson avisa a Joel Santana que Francisco Everton está reclamando de dores.
  • 23 – Bola longa no ataque celeste, Renan,a cossado por Montillo, ganha o tiro de meta.
  • 24 – Alex cobra falta na entrada da área, bola acerta barreira celeste.
  • 25 – Wallyson lança Montillo, que devolve. O atacante arremata sem equilíbrio, bola pela linha de fundo.
  • 26 – Troca! Jorge Henrique por Edenílson.
  • 27 – Vermelho! Gilberto impede o avanço de Alex com um agarrão e recebe o segundo cartão amarelo.
  • 28 – Montillo lança Ortigoza, que entra na área, mas é desarmado por Edenílson.
  • 29 – Chicão derruba Montillo na ponta esquerda. Roger Galera cobra mal, bola sai pela linha de fundo.
  • 30 – Danilo passa por Marquinhos Paraná, mas é desarmado por Naldo.
  • 31 – Edenílson cruza da direita, Emerson, impedido, cabeceia pra fora.
  • 32 – Fábio faz cera técnica, torcida corintiana chia.
  • 33 – Chicão tenta passar a Emerson, Marquinhos Paraná corta. Tite pede que Danilo sai da área, mas não volte demais pra marcar.
  • 34 – Danilo chuta da entrada da área, bola passa por cima do travessão.
  • 35 – Edenílson cruza da direita, Marquinhos Paraná corta, dentro da área.
  • 36 – Corintiãs pressiona terrivelmente, defesa celeste tira de qualquer jeito as bolas. Coração do síndico chega a 72 batimentos.
  • 37 – Milagre! Danilo ajeita, Ralf chega chutando, Fábio voa e espalma pra escanteio.
  • 38 – Não dá mais! Francisco Everton cai.
  • 38’30” – Troca! Danilo por Elias Oliveira.
  • 39 – Francisco Everton volta a campo. Leo Simões se prepara pra entrar em campo.
  • 40 – Alex passa por Marquinhos Paraná e chuta forte. Fábio espalma. Francisco Everton cai de novo. Leandro Castan tenta arrastar o defensor, Emerson tenta agredir Fábio.
  • 41 – Amarelo! Francisco Everton por fazer cera.
  • 41’30”- Troca! Francisco Everton por Leo Simões.
  • 42 – Bandeira para Montillo marcando impedimento equivocadamente.
  • 43 – Emerson cruza da esquerda, Fabrício corta, na pequena área.
  • 44 – Amarelo! Fábio por retardar o jogo.
  • 45 – Paulinho joga bola na área. Fábio defende com tranquilidade.
  • 46 – Leandro Castan chuta de fora da área, Fábio defende.
  • 47 – Emerson comete falta em Marquinhos Paraná, mas é desarmado por Fabrício não consegue cruza da esquerda.
  • 48 – Edenílson chuta de fora da área, Fábio defende. Síndico absolutamente relaxado. Tranquilo, tranquilo!
  • 48’30”- Troca! Roger galera por Anselmo Ramon. Chicão puxa Ortigoza pela camisa. falta.montillo cobra, bola sai à esquerda de renan.
  • 49 – Fim de jogo! Cruzeiro sobre para o 7º lugar.
  • Paulinho: “Jogamos em busca de uma vitória perto da nossa torcida, mas o Cruzeiro esteve bem.”
  • Roger Galera: “Não foi um jogo de extrema beleza, mas fomos eficazes.”

Vídeos

Gol(aço). Globoesporte.com

Atuações

  • Fábio – Não operou milagres, mas dá uma imensa tranquilidade, pois é o melhor goleiro do Brasil.
  • Vitor - Melhor que nas outras partidas, mas ainda pouco decisivo. Precisa de confiança.
  • Naldo - Espanou tudo, é beque de roça, não perde viagem. (AC Rossi)
  • Gil - Tem enchido os olhos. Grande atuação. (AC Rossi) /// Travou um grande duelo com Emerson Sheik. E venceu. (Síndico)
  • Gilberto - Fraco. Marcou mal, não apoiou e tomou um vermelho infantil. (AC Rossi) /// Se por um lado não brilhou, por outro foi importantissimo para o esquema do time. Pela TV, certamente não deu pra ver a movimentação defensiva que ele fez. Voltou com imensa velocidade e o Corinthians tinha sempre dificuldades em armar o jogo do seu lado. Nem o culpo pela expulsão, pois fora da câmera, havia um jogador corintiano livrinho da silva e o lance poderia ter resultado em gol. Além do mais, houve faltas mais dignas de amarelo do que a sua. (Edu Mano)
  • Marquinhos Paraná - Como sempre, utilissimo. Marca e passa bem. (AC Rossi) /// Marcar, fechar espaços, proteger a zaga foram suas missões. E ele as cumpriu à risca. (Síndico) /// Não beijou o escudo, não chutou pra gol, não deu caneta, não fez punho cruzado, não cortou o supercilio, não rasgou a camisa, não pulou pra evitar lateral de uma bola que já estava fora, não deu tchauzinho pra torcida, não deu entrevista depois do jogo, mas cumpriu o que foi pedido. Anulou o Danilo, que vem sendo uma peça chave do Corinthians e líder de assistências no campeonato. (Chaves)
  • Fabrício – Raça e muita marcação. (AC Rossi) /// Recebeu ordens pra marcar e ficar atrás da linha da bola, sempre. Cumpriu à risca as ordens, (Síndico)
  • Francisco Everton - Correu muito, marcou demais, mas não dá sequencia as jogadas. (AC Rossi)
  • Leo Simões - Entrou no final pra compor e conseguiu. (AC Rossi)
  • Roger Galera – Marcou muito. Teve disciplina tática. Já na armação e no ataque anda devendo faz tempo, talvez desde a primeira fase da Libertadores. (Filipe Braga) /// Grande partida, cumpriu com determinação o papel que Joel lhe deu. (AC Rossi)
  • Ortigoza - Correu muito, mas foi prejudicado pelo recuo depois da expulsão de Gilberto. (AC Rossi)
  • Anselmo Ramon - Entrou no final pra compor e conseguiu. (AC Rossi)
  • Wallyson – Fez um golaco. Precisava ter feito mais? (AC Rossi)
  • Montillo - Carrega o time, segura a bola, toma porrada. Mesmo sem ser brilhante, esteve muito bem. (AC Rossi) /// Joga solto. Às vezes, jogadores do adversário passam à sua frente e ele não marca, não dá combate. Isto se justifica com suas arrancadas fenomenais. Parece poupar o fôlego pra jogadas ofensivas que sempre são perigosas. Ele aterrorizou o time paulista, pois não joge da luta e é muito acima da média. (Edu Mano) /// Incumbido de marcar os volantes, não refugou a tarefa. E ainda encontrou tempo e disposição pra incomodar a defesa corintiana. (Síndico)
  • Joel Santana - Esquema certo. Jogou como pequeno, ganhou como grande. (AC Rossi) /// Armou o time no 4-5-1 com variação para o 4-2-3-1. O time marcou muito, sempre individualmente, mas não conseguiu armar bons contra-ataques. Como o gol saiu num lance de talento individual, o time venceu e ele virou herói. Se perde, seria crucificado como retranqueiro. De qualquer forma, deu aula de ferrolho, algo que nenhum clube brasileiro gosta de encarar. (Síndico)
  • Torcida – Como sempre nos jogos em São Paulo, marcou grande presença no Pacaembu e lotou seu espaço. Em meio aos torcedores, havia equipes do CQC, do Pânico na TV e gente do Cruzeiro como Leandro Guerreiro e Dimas Fonseca. Embalada pela Máfia Azul, a torcida cantou e apoiou o time durante todo o jogo. Tanto que, no final, o time fez questão de vir saudar os torcedores na beira do campo e deixou o gramado sobre o grito de “time de guerreiros”. Parabéns! (Edu Mano)
  • Juiz & Bandeiras – Juiz caseiro. Houve um penalti que, absurdamente, só ele e o Maref não viram. (AC Rossi)
  • Corintiãs – O melhor time do campeonato, ate aqui, ficou travado com marcacao individual imposta pelo Cruzeiro. Somente Alex, quando entrou no 2º tempo, mudou um pouco o time, destravando-o com bons passes e chutes. Emerson, Jorge Henrique, Chico, pela vontade, mais do que pela tecnica, foram os demais destaques. (Sindico)

O que foi dito

  • João Chiabi Duarte, no PHD: O Cruzeiro não se retrancou. Soube se defender, o que é muito diferente. Joel colocou Everton e Fabrício na marcação direta a Williams e Jorge Henrique, colou Paraná colado em Danilo, os beques marcando Emerson (um na sobra), fez Roger e Montillo controlarem Ralf e Paulinho. Desta forma, Gilberto e Vitor baterem de frente com Weldinho e Ramon e Wallyson tomou conta dos beques deles.
Houve luta em todos os quadrantes do gramado. O Cruzeiro tirou a velocidade, maior arma do Corinthians, e contra-atacou com a velocidade de Montillo, Wallyson, Fabrício, Vitor e a inteligência de Roger e Gilberto no toque de bola.
Até mesmo com dez, as mexidas do treinador celeste mataram as iniciativas de seu oponente, Tite.
  • Dr. Genibaldo Lucena, no PHD: Grande jogo do Cruzeiro. Sem espetáculo, mas eificente. Ganhar do líder no Pacaembu lotado foi importantíssimo pra dar confiança. O time mostrou que é decisivo nos momentos importantes. Se conseguirmos vencer o Atlético-GO em Goiás, vamos super embalados para os dois jogos em casa. E aí poderemos sonhar com voos mais altos. Acho que é hora da torcida se unir e apoiar. Quem gosta do Paraná, quem gosta do Roger, quem gosta do Guerreiro: é tudo um time só! Vamos torcer pelo Cruzeiro como um todo. Agora, tem gente aqui que parece que ainda não conhece o Cruzeiro e sua história de superação. Tanto aqui no blog (não tenho comentado muito ultimamente porque dá uma preguiça danada ver isso aqui dominado por seca-pimenteiras) como em outras redes sociais. Li comentários de torcedores que estavam com medo e anunciando que tomariamos goleada. Mesmo se tivéssemos um time ruim, não dava pra pensar assim. E temos um bom time. Vamos que vamos! Eu comentei aqui semana passada: ‘Algo me diz que o Cruzeiro vencerá esse jogo’. Aqui é Cruzeiro, poha!
  • Gustavo Sobrinho, no PHD: Menos né, pessoal! O Joel fez bem o trabalho dele, o time anulou o Corinthians, não tomamos sufoco etc. Mas a vitória só veio em um lance brilhante do Wallyson. Que, se não tivesse ocorrido, metade dos que estão elogiando Joel estariam descendo o sarrafo nele por causa da retranca. Diriam que o “medo de perder, tirou a vontade de ganhar” e todo aquele blablablá de futebol ofensivo e futebol arte que a gente conhece bem.
  • Joel Santana, treinador do Cruzeiro: Temos que saber jogar de acordo com a partida. Pra vencer aqui dentro, debaixo da torcida deles, do clima, da casa, você tem que ter alguma estratégia de jogo e foi o que nós tivemos. Nós tivemos estratégia, calma, paciência, jogamos um futebol limpo e conseguimos vencer uma das poderosas equipes do campeonato. Montillo é um jogador diferenciado. Hoje nós não deixamos a responsabilidade de criação só com ele e a dividimos com o Roger. Com isso, obrigamos o Corinthians a se preocupar, pois é um jogador que numa metida de bola poderia definir a partida. Não tenho dúvidas de que o Corinthians é forte candidato ao título, não só pelo número de pontos, mas pelo momento que está passando. O jogo foi muito parelho, equilibrado. Foi jogo de um detalhe e nós conseguimos acertar o detalhe, como podíamos ter errado no final do 1º tempo, quando dominamos mal uma bola e demos grande oportunidade ao Corinthians pra fazer o gol. Mas tivemos paciência e por isso vencemos. Não sei se aquela bola lá do fundo, no 2º tempo, foi pênalti. Perguntei a um rapaz da televisão e ele falou que realmente a bola bateu no braço. Era a bola que daria mais tranquilidade pra gente e tirar um pouco da ansiedade do Corinthians, que veio com tudo pra cima.
  • Montillo, armador do Cruzeiro: Joel é muito esperto, conhece bastante. O time jogou taticamente muito bem. Conseguimos matar a partida. Respeitamos todos os times e acho que elas têm que rnos espeitar. O Cruzeiro é grande, tem bons jogadores, é sempre perigoso. Espero que a gente consiga manter isto.
  • Wallyson, atacante do Cruzeiro: Quando peguei a bola e virei, vi que o Renan estava um pouco adiantado e acertei um chute forte. Muita gente pode falar que foi sem querer, mas eu bati consciente na bola. Graças a Deus, foi um belo gol e mais uma vez ajudei a equipe a sair com os três pontos. O professor Joel falou que no lado do Chicão era mais fácil, porque ele é um pouco lento. É um grande zagueiro, todo mundo sabe, mas quando pega um atacante rápido… Ele é quem sai mais no Corinthians e o professor falou pra eu cair nas costas dele. Nossa equipe não estava acertando os contra-ataques. Quando acertou, fizemos o gol e fechamos lá atrás ainda mais. Faltou um pouco de calma pra fazer mais gols. Mas o importante foi a vitória. Tem hora que tem de jogar como time pequeno, fechar lá atrás, jogar feio. E o que vale são os três pontos.
  • Fábio, goleiro do Cruzeiro:No ano passado, jogamos bem, mas teve alguns lances que o árbitro não marcou pro nosso lado e marcou pro adversário. Hoje, o jogador foi com o braço alto numa disputa e prejudicou nossa equipe. Poderia sair gol naquele cruzamento, mas pelo menos saímos com a vitória. Estamos buscando recuperar os pontos que deixamos escaper no começo da competição.
  • Roger Galera, meia do Cruzeiro: Jogamos de acordo com o regulamento, o Corinthians é forte, mas não tem nada de mais, não é muito acima dos outros. O futebol está muito equilibrado, a gente marcou bem, soube se posicionar e, num lance de felicidade do Wallyson, fizemos o gol e controlamos a partida. É importante saber jogar de diferentes maneiras. Não sou favorável a jogar assim sempre. Prefiro o futebol mais vistoso. Mas teremos que atuar assim em um jogo ou outro.
  • Fabrício, volante do Cruzeiro: Ganhar aqui é sempre bom. O Corinthians é a equipe mais qualificada da competição. A gente tinha ganhado em 2009 e agora de novo. É sempre difícil, torcida, pressão, mas conseguimos um resultado pra ser comemorado. Aquele jogo do ano passado ficou pra trás. Faz parte. No futebol, a gente vai ser prejudicado e outras equipes também serão.
  • Tite, treinador do Corintiãs: O Cruzeiro teve poucas oportunidades e foi mais efetivo. No desempenho, fomos melhores. No resultado, o Cruzeiro foi melhor. Nossa equipe foi acima daquilo que eu imaginava. Pensei que sentiria mais pelos desfalques, pois enfrentamos um grande time, sobrando. O torcedor não aplaude se não vê que a equipe mostrou luta. Precisamos ter frieza e maturidade. Nossa referência é jogar bem, depois vem o resultado. Às vezes, o resultado não vem, como hoje. Mas só às vezes.
  • Renan, goleiro do Corintiãs: Acho que não falhei. Foi um belo chute, mérito dele. Todo mundo foi pego de surpresa. Ninguém esperava aquele chute, mas faz parte do futebol.
  • Willian, atacante do Corintiãs: Queríamos vencer, mas sabíamos que uma hora perderíamos.
  • Chicão, beque do Corintiãs:Queríamos vencer, mas não conseguimos. O Cruzeiro achou um belo gol e soube marcar a nossa equipe.
  • Juca Kfouri, em seu blog: O Cruzeiro não apenas quebrou a invencibilidade do lider do Campeonato Brasileiro como ainda por cima impediu que o Corinthians livrasse nove pontos, três rodadas de vantagem, sobre o vice-líder, o São Paulo. E esta foi a maior novidade da 11ª rodada do Brasileirão, que ainda não acabou, porque falta jogar o clássico entre Grêmio e Santos, adiado para o dia 5 de outubro. Novidade para deixar todos os demais torcedores felizes.
  • Felldesign.wordpress.com. no blog do Juca: Uruguai: – Ganhei do cavalo paraguaio! Cruzeiro: – Coincidência, eu também!

Fontes

Transmissão

  • Globo Minas
  • Sportv