Copa do Brasil

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar
Bandeira Brasil.png


A Copa do Brasil é o segundo campeonato mais importante do Brasil. Foi criado em 1989 para indicar mais um representante brasileiro na Copa Libertadores da América e permitir que clubes de federações menores tivessem chances de jogar contra os grandes times, pois o Campeonato Brasileiro foi "enxugado" em 1987. O torneio foi criado e é organizado pela CBF. Ele segue o formato único e exclusivamente mata-mata.

O Cruzeiro só não disputou todas as edições porque, por vários anos, não havia como disputar o torneio se o time estivesse na Libertadores (até 2012). Atualmente o clube celeste é o maior campeão do torneio de forma isolada, sendo assim, o único hexacampeão do torneio.


Títulos[editar]

Copa do Brasil 1993.png Copa do Brasil 1994-2001.png Copa do Brasil 1994-2001.png Copa do Brasil 2002-2007.png Copa do Brasil.png Copa do Brasil.png
1993 1996 2000 2003 2017 2018

Números históricos[editar]

Ver também: Números históricos do Clube

Marcas expressivas[editar]

Estatísticas[editar]

Atualizado no dia do último jogo considerado: Cruzeiro Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Remo.png Remo - 12/05/2022
Mando de Campo Jogos Vitórias
(aprov.)
Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo Gols

Geral 174 87
(50,00%)
48 39 323 (méd:1,86) 169 (méd: 0,97) 154
Mandante 79 53
(67,09%)
12 14 176 (méd:2,23) 59 (méd: 0,75) 117
Visitante 95 34
(35,79%)
36 25 147 (méd:1,55) 110 (méd: 1,16) 37

Ano a Ano[editar]

- 1989 1990
- 13º
(Oitavas)
27º
(1ª fase)
1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000
15º
(Oitavas)

(Final)

(Quartas)

(Final)
28º
(1ª fase)

(Final)
24º
(2ª fase)

(Final)
2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
15º
(Oitavas)

(Final)

(Semi)

(Quartas)
10º
(Oitavas)
2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020
14º
(Oitava)

(Quarta)

(Final)
15º
(Oitava)

(Semi)

(Final)

(Final)

(Semi)
31º
(3ª fase)
2021 2022 2023 2024 2025 2026 2027 2028 2029 2030
20º
(3ª fase)
Campeão e classificado para a Libertadores do ano seguinte
Vice-campeão
Clubes que participavam da Libertadores não disputavam Copa do Brasil

Média de público[editar]

- 1989 1990
- 4.766 5.491
1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000
8.967 34.666 16.281 34.757 9.070 31.371 6.026 20.805
2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
32.189 28.692 12.914 15.771 13.151
2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020
6.424 18.943 23.268 16.972 22.592 29.425 41.177 36.269 10.247[3]
2021 2022 2023 2024 2025 2026 2027 2028 2029 2030
0[3] 20.217

Público Total[editar]

- 1989 1990
- 8.532 5.491
1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000
17.933 173.328 48.842 173.783 9.010 125.483 12.051 124.829
2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
64.378 143.460 51.654 31.541 39.452
2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020
12.847 57.207 93.070 16.972 112.962 205.976 164.708 108.806 10.247[3]
2021 2022 2023 2024 2025 2026 2027 2028 2029 2030
0[3] 20.217
Público Total: 1.832.779


Melhor Média do Campeonato
N Em negrito, ano que Cruzeiro foi campeão do torneio
Clubes que participavam da Libertadores não disputavam Copa do Brasil

Artilharia geral (acima de 5 gols)[editar]

- Jogador Gol aos do
    Fred 14
    Marcelo Ramos 12
    Oséas 10
    Cleisson 10
    Fábio Júnior 9
    Robinho 8
    Willian 8
    Deivid 7
    Thiago Neves 7
    10º Élber Giovane 6
    11º De Arrascaeta 6
    12º Ramón Ábila 6
    13º Alex 6
    14º Henrique 5
    15º Geovanni 5
    16º Valdo 5
    17º Rafael Sóbis 5
    18º Alex Alves 5
    19º Aristizábal 5

    Referências[editar]

    1. 1,0 1,1 Maiores públicos da Copa do Brasil Campeões do Futebol
    2. Ranking de público na história da Copa do Brasil Verminosos por Futebol
    3. 3,0 3,1 3,2 3,3 Ano afetado por Covid19