Cerro Porteño 0x2 Cruzeiro - 30/04/2014

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo São Paulo.png Gol aos do Escudo Atlético-PR.png 2x3 Escudo Cruzeiro.png
Por Copa Libertadores da América
Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo Cerro Porteño.png Gol aos do Escudo San Lorenzo.png 1x0 Escudo Cruzeiro.png
No estádio La Olla Azulgrana
← Primeira ficha Gol aos do Última ficha →
Contra Cerro Porteño
Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo Cerro Porteño.png Gol aos do Última ficha →

[edit]

Escudo Cerro Porteño.png
Cerro Porteño
0 × 2 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
Jogo de volta das Oitavas de Final da Copa Libertadores da América 2014
Data: 30 de abril de 2014 Local: Assunção, PAR
Horário: 22h Estádio: La Olla Azulgrana
Árbitro: Darío Ubriaco Público pagante: 27.000
Assistente 1: Maurício Espinosa Público presente: Não disponível
Assistente 2: Carlos Changala Renda: Não informado
Súmula: Não disponível
Escalações
Cerro Porteño: Cruzeiro:

1. Fernández 1. Fábio
11. Bonet 2. Ceará
15. Cardozo 26. Dedé Cartão amarelo recebido aos 21  (1T) 21'  (1T)   Gol aos 35 do  (2T) 35'  (2T)
4. Danilo Ortiz 4. Bruno Rodrigo Cartão amarelo recebido aos 18  (1T) 18'  (1T)   Cartão amarelo recebido aos Cartão vermelho recebido aos 32  (2T) 32'  (2T)  
28. Alonso Substituição realizada 37'(2T) de jogo 37'(2T) ( 9. Gamarra ) 21. Samudio Cartão amarelo recebido aos 8  (2T) 8'  (2T)  
5. Corujo Cartão vermelho recebido aos 39  (2T) 39'  (2T)   8. Henrique
16. Oviedo 16. Lucas Silva
10. Julio dos Santos 28. Ricardo Goulart
26. Oscar Romero 17. Éverton Ribeiro
27. Angel Romero Substituição realizada 24'(2T) de jogo 24'(2T) ( 20. Godoy ) 25. Willian Substituição realizada 17' (2T) de jogo 17' (2T) ( 11. Dagoberto Gol aos 48 do  (2T ) 48'  (2T ) )
21. Daniel Guiza Cartão vermelho recebido aos no banco no banco'   Substituição realizada 28'(2T) de jogo 28'(2T) ( 7. Beltran ) 10. Júlio Baptista Substituição realizada 16' (2T) de jogo 16' (2T) ( 9. Borges ) Substituição realizada 36' (2T) de jogo 36' (2T) ( 3. Léo )
Técnico: Francisco Arce Técnico: Marcelo Oliveira
Reservas que não entraram na partida
Cerro Porteño: Cruzeiro:
12. Elisson
14. Luan Cartão vermelho recebido aos

Pré-Jogo

AUSENTES no Cruzeiro: Elber (M), lesionado.

PENDURADOS: Não há. Os cartões amarelos de todos os times foram zerados no final da fase de grupos.

WILLIAN, atacante do Cruzeiro: “Estamos confiantes. gente já mostrou que tem força na Libertadores e que podemos conquistar bons resultados fora de casa. Então é entrar tranquilos e sem prssa, pra conseguir um bom resultado.”

AUSENTES NO CERRO PORTEÑO. Ninguém.

FRANCISCO ARCE, treinador do Cerro Porteño: “ .”

PÚBLICO. Todos os ingressos foram vendidos. Público será de 27 mil espectadores.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 21h53. Cruzeiro em campo, com camisas brancas, calções e meias azuis.
  • 21h55. Cerro Porteño em campo, com camisas com listras verticais azuis e vermelhas, calções e meias brancas.
  • 22h. COMEÇA o jogo. Cruzeiro, à esquerda das tribunas. Cerro Porteño dá a saída.
  • 01. Everton Ribeiro passa a Ricardo Goulart, que está impedido dentro da área azulgrana.
  • 01’30. Oscar Romero cruza da esquerda, Bruno Rodrigo corta de cabeça.
  • 02. Oscar Romero cruza da esquerda, Guiza se antecipa a Bruno Rodrigo e cabeceia, com perigo. Tiro de meta pro Cruzeiro.
  • 03. Willian cobra falta do lado esquerdo. Dedé não alcança, bola sai pela linha de fundo.
  • 04. Oviedo calça Willian. Falta na meiuca.
  • 05. Ceará cobra lateral pra Willian, que cercado por três perde a bola na ponta direita.
  • 06. Everton R cruza da esquerda. Não tem ninguém do Cruzeiro na área azulgrana.
  • 07. Oscar Romero tenta cruzar da esquerda, Dedé corta.
  • 08. DEFESAÇA. Angel Romero dribla Dedé na pontesquerda e cruza pra trás. Corujo enche o pé, Fábio desvia a bola pra escanteio.
  • 09. Bruno Rodrigo toma caneta dentro da área celeste, Henrique aparece na cobertura e cede escanteio.
  • 10. Lucas Silva para Oscar Romero, na meiuca, com falta.
  • 11. Willian lança Júlio Baptista, que é desarmado por Ortiz, dentro da área.
  • 12. Cerro Porteño é mais agressivo, quer marcar logo um gol. Cruzeiro safa-se como pode.
  • 13. Ricardo Goulart chuta, bola desvia em Cardozo e sai a escanteio.
  • 14. Willian cobra escanteio pela direita, Henrique cabeceia pra fora.
  • 15. Grande jogada do ataque celeste, Goulart cruza de dentro da área, Júlio Baptista não aparece pro arremate, bola cruza a pequena área e sai do lado oposto.
  • 16. Bonnet vai à linha de fundo pela direita e cruza, Angel Romero não consegue o arremate.
  • 17. BALIZA. Angel Romero, livre na cara do gol, a bomba no travessão do arco celeste.
  • 18. AMARELO. Bruno Rodrigo, por puxar Oscar Romero, que ia em direção ao arco celeste.
  • 19. Oscar Romero cobra falta na meiesquerda, Guiza sobe mais que a bequeira celeste e cabeceia, pra fora.
  • 20. Dedé derruba Oscar Romero. Falta.
  • 21. AMARELO. Dedé, por agarrar Oscar Romero. Outra falta na meiesquerda.
  • 22. Oscar Romero cobra falta, na meiesquerda, com curva. Bola atravessa a área celeste, por baixo, sem que apareça um paraguaio pra conferir.
  • 23. Angel Romero se joga contra Dedé, na risca da área. Juiz marca falta perigosa.
  • 24. Julio Santos cobra falta, barreira celeste se adianta e salta interceptando a bola.
  • 25. MELIZOS. Cerro Porteño domina completamente. Os gêmeos Romero estão levando a defesa celeste à loucura.
  • 26. RESSURGIU. Máfia Azul presente e fazendo farra na Olla Azulgrana.
  • 27. Júlio Santos desarma Everton Ribeiro, na pontadireita celeste.
  • 28. Bonnet parte pra cima de Samudio tentando driblá-lo, mas é desarmado. Lateral pro Cerro.
  • 29. Lucas Silva desmancha jogada paraguaia na frente da área celeste.
  • 30. FALTAS: Cruzeiro 7×4.
  • 31. Willian faz boa jogada pela esquerda, corta pro meio, mas Cardozo corta. Lucas Silva fica com o rebote e enche o pé. Bola passa por cima do travessão.
  • 32. Júlio Baptista fora de campo tentando estancar sangramento no rosto.
  • 33. Henrique lança Everton Ribeiro, que arremata forte. Bola sai à direita do arco paraguaio.
  • 34. Cruzeiro troca passes durante um minuto, mas não encontra brechas na defesa do Cerro.
  • 35. Júlio Baptista recebe bola dentro da área azulgrana, mas não consegue um bom chute. Tiro de meta.
  • 36. Oscar Romero tenta canetar Ceará, que toca a bola pra escanteio.
  • 37. Cruzeiro não tem pressa. Quer esfriar o adversário.
  • 38. Guiza cruza da direita, Fábio encaixa.
  • 39. Samudio parte pra cima de Bonnet, vai ao fundo pela esquerda e cruza. Ortiz tira de cabeça, dentro da área.
  • 40. DO MEIO DA RUA. Lucas Silva chuta de longe, Fernandez defende sem dificuldade.
  • 41. Ricardo Goulart lança Samudio, no ponto futuro. Dá em nada.
  • 42. Bonnet cruza da direita, Alonso sobe mais que Bruno Rodrigo e cabeceia. Pra fora.
  • 43. Alonso derruba Henrique, na meiadireita celeste. Everton Ribeiro cobra, defesa corta, Willian chuta duas vezes e consegue um escanteio.
  • 44. Willian cobra escanteio pela direita, Ortiz corta.
  • 45. Ricardo Goulart chuta de fora da área, Fernandez defende.
  • 45’30”. Samudio recebe de Everton Ribeiro e arremata cruzado. Bola desvia em Ortiz e sai a escanteio. Willian cobra pela direita, defesa corta.
  • 46. FIM de 1º tempo. Cruzeiro escapou de levar dois gols. Saiu no lucro, mas o papo de vestiário e as substituições poderão mudar o rumo da partida.

Segundo Tempo

  • 23h01. Times voltam a campo, sem alterações.
  • 23h03. COMEÇA o 2º tempo. Cruzeiro dá a saída.
  • 46. Cerro recupera a bola tãoá logo o Cruzeiro dá a saída, mas não consegue chegar ao arco celeste.
  • 46’30. Everton Ribeiro recebe lançamento na entrada da área e disputa bola, sem sucesso, com a defesa azulgrana.
  • 47. Corujo cruza da direita, Ceará, no meio da área celeste, espana.
  • 48. Cerro Porteño pressiona pela esquerda, Ceará e Henrique contornam a situação.
  • 49. Ricardo Goulart desce pela direita e cruza. Willian enche o pé. Bola na arquibancada.
  • 50. Lucas Silva chuta da entrada da área. Bola passa por cima do travessão.
  • 51. Ricardo Goulart entra na área azulgrana, mas para na marcação de Ortiz.
  • 52. Henrique e Julio Santos se chocam na meiuca, cada um com o pé na laltura do peito do outro.
  • 53. AMARELO. Samudio, por falta em Oscar Romero, na ponta direita do Cerro.
  • 54. Guiza solta um torpedo de fora da área, Fábio encaixa.
  • 54’30”. ESQUISITiCE. Beque paraguaio dá bicicleta reversa, contra seu próprio arco. Juiz marca perigo de gol.
  • 55. Dedé se manda pra área adversária, Samudio cruza, mas a boqueira local corta.
  • 56. DEFESAÇA. Everton Ribeiro passa a Júlio Baptista, que enche o pé, de dentro da área. Fernandez defende com os pés.
  • 57. FINALIZAÇÕES. Cruzeiro 13×11.
  • 58. Everton Ribeiro chuta de longe, Fernandez encaixa.
  • 59. Julio Santos tenta jogada pela direita, Samudio impede cedendo lateral.
  • 60. Borges vem aí.
  • 61. Angel Romero chuta de fora da área, bola sai à direita de Fábio.
  • 62. TROCAS. Júlio Baptista x Borges, Willian x Dagoberto.
  • 63. Bola acerta o braço de Bruno Rodrigo, Angel Romero pede falta, juiz manda seguir.
  • 64. Samudio apanha rebote e enche o pé, de fora da área. Bola desvia na defesa e sai a escanteio que, cobrado, dá em nada.
  • 65. Dagoberto, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart triangulam na entrada da área, defesa paraguaia corta.
  • 66. Corujo tenta sair em contrataque, mas é derrubado por Henrique.
  • 67. DEFESAÇA. Angel Romero solta uma bomba rasteira da entrada da área, Fábio encaixa.
  • 68. Lucas Silva cruza da meia direita, Bonnet corta.
  • 69. Corujo, dentro da área celeste, rola pra Guiza, que chuta forte, cruzado. Bola sai à direita de Fábio.
  • 69’30”. TROCA: Angel Romero x Godoi.
  • 70. Ceará cruza da direita, Fernandez corta.
  • 71. Borges chuta cruzado, de dentro da área. Bola passa na frente do arco paraguaio e ninguém aparece pra conferir.
  • 72. AMARELO. Luan, por reclamar dos gandulas, que não querem trabalhar.
  • 73. Samudio cruza da esquerda, com pé direito. Ortiz corta, de cabeça.
  • 74. TROCAS. Angel Romero x Diego Godoy, Daniel Guiza x Guillermo Beltrán.
  • 75. CERA. Fernandez demora um tempão pra repor a bola em jogo.
  • 76. Dagoberto lan ça Borges na área paraguaia, Bonnet corta.
  • 77. Dedé, na meiadireita, rola pra Dagoberto, que pega mal e joga a bola na arquibancada.
  • 78. VERMELHO. Bruno Rodrigo entra rachando em Godoi.
  • 79. Ricardo Goulart tenta passer a bola a Dagoberto, mas não consegue.
  • 80. GOL. Everton Ribeiro cobra falta na meiesquerda, Dedé sobe no terceiro andar e testa. Bola encobre Fernandez e vai pra rede. CRUZEIRO 1×0.
  • 81. EXPLOSÃO de alegria em Belo Horizonte. Gritos e foguetório.
  • 82. TROCA. Borges x Leo Simões.
  • 82’30″. CERA. Fábio demora um tempão pra devolver a bola.
  • 83. TROCA. Júnior Alonso x Rodolfo Gamarra
  • 84. LIGEIRINHOS. Gandulas, que não trabalharam o jogo inteiro, agora estão correndo adoidado.
  • 85. VERMELHOS. Corujo, por um pontapé em Dagoberto. Guiza também é expulso, por encher o saco do juiz.
  • 85’30”. Em Porto Alegre, Dudu marca, Grêmio 1×0 San Lorenzo.
  • 86. Bonnet cruza da direita, Dedé corta, de cabeça.
  • 87. Lucas Silva e Dedé param Godoi na entrada da área celeste. Falta perigosa.
  • 88. PERIGO. Oviedo cobra falta, Ceará mete a cabeça na bola, Fábio encaixa.
  • 89. Everton Riberio dribla Ortiz mas arremata farco, Fernandez defende.
  • 90. Samudio cai, carromaca em campo.
  • 91. Gamarra recebe bola na área, onde Samudio deveria estar, e enche o pé. Bola fica na rede, pelo lado de fora.
  • 92. Cruzeiro tenta segurar bola na meiuca, Cerro aperta.
  • 93. GOL. Defesa do Cerro perde bola besta, Samudio passa a Dagoberto, nas costas da bequeira. O artlheiro enche o pé, sem chance de defesa pra Fernandez. CRUZEIRO 2×0.
  • 94. CHARIVARI. Torcida do Cerro joga garrafas no banco do Cruzeiro, Júlio Baptista reage, Oviedo procura briga com ele. Turma do deixadisso aparece pra acalmar a situação.
  • 50. FIM de jogo. Como este narrador previu no intervalo, vencemos.

Vídeos

Gols

Atuações

  • TORCIDA CELESTE cumpriu sua missão, conforme atesta o técnico Marcelo Oliveira: “Estes torcedores que estão aqui cantando até agora, depois do jogo, ajudaram muito. Fizeram um barulho bom no estádio, os jogadores reconheceram isso, vieram cumprimentá-los após a partida em campo.” (Síndico)
  • FÁBIO foi o melhor do time. Firme, seguro, não recorrendo ao chutão nas saídas de bola e com sorte. Pegou todas as bolas chutadas a gol, algumas bastante difíceis. (João Chiabi Duarte)
  • CEARÁ marcou bem, apesar do trabalho danado que Oscar Romero lhe deu. Na passagem pro ataque, apareceu bem, deu opção de passe, fez as coberturas devidas. Seu único senão foi o cruzamento, ainda abaixo de seu padrão, embora só uma bola tenha saído por trás do arco. (João Chiabi Duarte)
  • DEDÉ começou o jogo muito nervoso, claramente ansioso. Mas foi se acalmando e seu futebol cresceu. Começou a ganhar todas as bolas e quando a confiança dele está em alta é um diferenciado. Fez o gol decisivo e encobriu as falhas do início da partida. (João Chiabi Duarte)
  • BRUNO RODRIGO não esteve um de seus melhores dias. Chegou atrasado nas bolas, tomou cartão amarelo e, num momento crucial, o vermelho. Também não esteve inspirado nas bolas altas ofensivas. Teve dificuldades também ao fazer a cobertura do lado esquerdo, por onde apareciam Angel Romero e Matias Corujo. (João Chiabi Duarte)
  • SAMUDIO foi dos poucos a se salvar no 1º tempo, criando algumas dificuldades para os adversários. Na etapa final, foi excelente. Está com uma velocidade dígna de Usain Bolt. Põe na frente e chega primeiro. Está ganhando o seu espaço no elenco com inteira justiça. Marca bem e tem qualidade no apoio. Foi um dos melhores do jogo. (João Chiabi Duarte)
  • HENRIQUE teve dificuldade pra encontrar a posição ideal, no começo da partida. Depois, passou a marcar a Júlio dos Santos ou Daniel Guiza, mais de perto. Na etapa final, posicionou-se melhor com Dedé e Ceará pela direita anulando Oscar Romero, Guiza e Júlio dos Santos e passou a roubar bolas, o que foi um fator decisivo (João Chiabi Duarte)
  • LUCAS SILVA iniciou mal a partida, dando muita liberdade a Corujo, Angel Romero e Bonnet. Parecia não se adaptar ao gramado mais alto, errando passes em profusão. Tentou vários chutes a gol, todos longe da meta. Estava muito ansioso e só com a melhoria do time foi crescendo. Atuou bem melhor no 2º tempo, embora não estando num de seus melhores dias (João Chiabi Duarte)
  • EVERTO RIBEIRO Buscou o jogo, tentou os lances individuais, tentou jogar coletivamente, mas, na etapa inicial tava ruim de achar diálogo no espaço entre meio-campo e ataque. O Cruzeiro marcava mal e sem a posse de bola, ele acabava tendo que forçar muito o jogo. Com a subida de produção do time, mais força na marcação, roubando e tendo a posse da bola seu jogo apareceu e ele mostrou o seu valor. Mas, pode render muito mais que ontem, com certeza. (João Chiabi Duarte)
  • RICARDO GOULART parecia estar aéreo, embora se doasse na recomposição. Fora de sintonia, deu alguns chutassem perigo a gol. Não estava inspirado. (João Chiabi Duarte)
  • JÚLIO BAPTISTA lutou muito contra a zaga paraguaia e se desdobrou pra não dar vida boa aos beques do Cerro. Só que o time não estava compactado e isto prejudicou seu jogo. (João Chiabi Duarte)
  • BORGES entrou pra ficar mais fixo na frente e se movimentou bastante nos 20 minutos que esteve em campo. (João Chiabi Duarte)
  • WILLIAN correu, se desdobrou, mas de forma errada. força demais as jogadas, tentando o passe mirabolante que vai deixar o companheiro na cara do gol, quando a situação pede outra coisa. (João Chiabi Duarte)
  • DAGOBERTO foi decisivo. Irritou os adversários, controlou a ansiedade do time e estava lá para conferir caso o goleiro desse rebote na cabeçada do Dedé. Fez o gol que selou a classificação. Cavou a expulsão de Corujo, engordou o tempo e mostrou a sua importância. Voltou na metade do tempo previsto, se fez e foi importante. (João Chiabi Duarte) /// Ele ficou 13 dias parado e fez um treinamento com bola, falei que se ele fizesse gol no treinamento que eu utilizaria, ele demonstrou muito entusiasmo com isso, queria muito viajar, treinou muito bem, se colocou à disposição, e foi importante. Não está na condição ideal, mas com a bola ele pode decidir e nos ajudou neste final dramático. (Marcelo Oliveira)
  • MARCELO OLIVEIRA fez o simples, escalando um time previsível. Percebeu que o time não estava bem e tentou consertá-lo orientando de fora, na medida do possível. Chamou a atenção dos jogadores no intervalo, cobrou a atitude que a partida requeria e o time melhorou. Fez as substituições corretas e o time abafou o Cerro, até dominá-lo e fazer o gol em jogada ensaiada. (João Chiabi Duarte)
  • CRUZEIRO foi apanhado de surpresa com a volúpia azulgrana e demorou meia hora pra se acertar. Daí em diante, foi tomando o mingau quente pelas beiradas até encontrar o caminho das redes. fábio salvou a pátria enquanto o time não se ajeitava em campo e, por isto, foi o melhor da partida. (Síndico)
  • CERRO PORTEÑO perdeu a chance de resolver o jogo na primeira meia hora, quando os gêmeos Romero estiveram imarcáveis. Depois, perdeu o controle da partida, tomou o gol e se anulou perdendo a cabeça. Bom time formado por Francisco Arce, mas sem a frieza necessária pra decidir sob pressão. (Síndico)
  • ARBITRAGEM não cometeu erros dignos de nota. (Síndico)

O que foi dito

  • MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: Fizemos um jogo duríssimo, tivemos muita dificuldade pra marcá-los no 1º tempo, sentimos a pressão, erramos passes, não foi o Cruzeiro que estamos acostumados a ver. No intervalo disse aos jogadores que nós estávamos em ritmo de jogotreino e o adversário em ritmo de final. O 2º tempo foi completamente distinto. Marcamos melhor, competimos mais, tivemos a bola pra jogar, criamos mais oportunidades e fomos premiados com a classificação.
  • EVERTON RIBEIRO, meia do Cruzeiro: Não fizemos um bom 1º tempo, mas o 2º foi espetacular. O Bruno Rodrigo já nos ajudou bastante, agora vamos correr por ele no próximo jogo.
  • DAGOBERTO, atacante do Cruzeiro: O prazo era de 30 dias pra minha recuperação, mas voltei em 15. A galera da fisioterapia e Deus me ajudaram a estar aqui. É difícil jogar aqui, mas somos competentes, grandes e conseguimos a classificação.
  • GILVAN DE PINHO TAVARES, presidente do Cruzeiro: Daqui pra frente, as coisas começam melhorar. Vamos enfrentar clubes melhores, mas em estádios melhores, que dão condições pro Cruzeiro mostrar seu futebol. A torcida pode ter esperança. Demos um passo largo e decisivo rumo ao título. Vamos ganhar esta Libertadores. Contratamos jogadores pra isso, pra ganhar títulos de expressão. Dagoberto era um sonho da torcida, é um jogador que faz a diferença, como fez hoje. Dedé, nem se fala. Era o zagueiro mais pretendido do futebol mundial na época. Trouxemos pra isso. Já ganhamos o Brasileiro, o Mineiro deste ano e demos um passo gigantesco na Libertadores. O Cruzeiro foi brilhante, guerreiro, um gigante.
  • ABC COLOR, jornal de Assunção: Após uma grande meia hora, o Cerro foi perdendo intensidade até o final do 1º tempo. Na fase final, o roteiro mudou completamente. O Cruzeiro saiu pro jogo e o Cerro perdeu brilho, com seu meiocampo não conseguindo ir além das tarefas defensivas. E quando time conseguia alguma boa jogada, com um dos irmãos Romero, não aprecia ninguém do meio pro arremate. O Cruzeiro criava cada vez mais jogadas de perigo enquanto os nervos dos azulgranas davam sinais de desgaste. Mas o cronômetro avançava a passos firmes e os brasileiros também não aproveitavam as oportunidades. As esperanças azulgranas cresceram, quando aos 77 Bruno Rodrigo foi expulso. Mas consciente de que o placar em branco não lhe era favorável, o Cruzeiro não tirou o pé do acelerador. Finalmente, aos 80, um centro longo encontrou Dedé bem colocado pra cabecear e fazer 1×0. O Cerro quis reagir, mas tudo se complicou quando Matias Corujo foi expulso aos 87. Finalmente, no epílogo, Dagoberto fez 2×0, com um chute forte, após receber passe em profundidade. Corria o 93º minuto quando o destino do Cerro foi selado.
  • J DIAS, no PHD: Mais uma vitória da camisa branca. O Cruzeiro jogou mal e achou o resultado. Está com sorte e espirito de superação.
  • AC ROSSI, no PHD: Bom teste: coração em dia. Cruzeiro jogou pedra no 1º tempo. Fábio foi quem salvou a pátria. No 2º, o time colocou a bola no chão e a cabeça no lugar. E o Cerro não aguentou manter a correria.
  • MARCOS ALEXANDRE, no PHD: Ponto negativo nas transmissões: não mostraram o que o Cerro tinha de melhor, a Larissa Riquelme

Fontes

Transmissão

  • Fox
  • GloboMG