Campeonato da Cidade 1934

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar
← Campeonato da Cidade 1933 Logo fmf.png Campeonato da Cidade 1935 →



Campeonato da Cidade 1934, também chamado e reconhecido como Campeonato Mineiro 1934, foi a 20ª edição oficial do principal torneio de Minas Gerais.

Regulamento[editar]

  • Times divididos em dois grupos: o de Belo Horizonte e o de Juiz de Fora.
  • Grupo da capital disputado no sistema de pontos corridos com turno e returno.
  • Campeão de cada grupo se enfrentaram na final com jogos de ida e volta. Em caso de empate em pontos após as finais, terceiro jogo é realizado.

Histórico[editar]

Em 26 de agosto de 1933 a Federação Brasileira de Futebol (FBF) é fundada no Rio de Janeiro e passa a ser a entidade máxima do futebol profissional no Brasil. A entidade torna-se concorrente da Confederação Brasileira do Desporto (CBD), que ainda resistia ao profissionalismo.

As Associações Mineiras de Esportes (AME), de Belo Horizonte e de Juiz de Fora, filiam-se a FBF. Em abril de 1934, a AME de Belo Horizonte altera a sua denominação para Associação Mineira de Futebol (AMF).

Constava nos estatutos da FAMA (em 9 de novembro de 1932, a Liga Mineira de Desportos Terrestres - LMDT foi transformada em "Federação das Associações Mineiras de Athletismo - FAMA) que, terminado os campeonatos regionais, seria realizado um torneio entre campeões das entidades filiadas (AME-BH e AME-JF), seria feito uma final com jogos de ida e volta, com um eventual terceiro jogo, em caso de empate em pontos ao final das duas partidas. Contudo, somente o primeiro jogo da final foi disputado, pois os times de Juiz de Fora deixaram a AME que, junto com a FBF, retornaram ao amadorismo voltando a se filiarem a CBD.

Assim, o restante dos jogos entre Villa e Tupynambas não aconteceram e a decisão foi cancelada. Com isso, o Villa Nova foi declarado Campeão Mineiro.

Como registrado no Estado de Minas na ocasião, "nenhum torcedor está disposto a ir ao estádio para ver sururu, jogos que não terminam em harmonia, discussão entre jogadores e árbitro e paralisações das partidas por tempo indeterminado".[1] Amadorismo no futebol ainda não havia acabado!

Geral[editar]

Mando de Campo Jogos Pts Aprov.
em pts
Vitórias
(aprov.)
Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo Gols Média gols Média gols
sofridos

Geral 12 13 36,11% 3
(25,00%)
4 5 22 27 -5 1,83 2,25
Mandante 7 11 52,38% 3
(42,86%)
2 2 17 14 3 2,43 2,00
Visitante 5 2 13,33% 0
(0,00%)
2 3 5 13 -8 1,00 2,60

Artilharia[editar]

- - Jogador Gols Gol aos do
??? Carlos Alberto 6
??? Pantuzzo 4
Alcides 4
??? Orlando 3
Bengala 3
Zezé 2
  • Simbolo jogador base.png - Jogador formado na Base

Estatísticas[editar]

- Nome Jogos Tit. Res. Cartão amarelo recebido aos Cartão vermelho recebido aos
Pantuzzo () 12 12 0 0 0
Alcides (ATA) 12 12 0 0 0
Calixto () 12 10 2 0 0
Jovem () 12 12 0 0 0
Bengala (ATA) 12 12 0 0 0
Geraldo I (GOL) 11 11 0 0 0
Zezé () 11 9 2 0 0
Carlos Alberto () 10 7 3 0 0
Orlando () 10 7 3 0 0
10º Álvaro () 10 9 1 0 0
11º Caieira () 7 7 0 0 0
12º Souza () 7 7 0 0 0
13º Mundico () 6 6 0 0 0
14º Raul NA () 5 4 1 0 0
15º Clubes da China () 0 0 0 0 0
16º Ferreira () 0 0 0 0 0
17º Piorra (ATA) 2 0 2 0 0
18º Geraldo II (GOL) 2 1 1 0 0
19º ??? () 1 1 0 0 0
  • Simbolo jogador base.png - Jogador formado na Base


Público e renda[editar]

Total
Público pagante Público presente Renda Bruta Ingresso médio
0 0 R$ 0,00 R$ 0,00

Jogos[editar]

Legenda
Vitória Empate Derrota

Ver também[editar]

Fontes[editar]

Referências[editar]

  1. Campeonato da Cidade 1933 Blog Almanaque do Cruzeiro