CSA 0x3 Cruzeiro - 10/04/2013

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo América-MG.png 1x4 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 5x0 Escudo Nacional-MG.png
Por Copa do Brasil 2013
← Primeira ficha Gol aos do Escudo Resende.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Rei Pelé
Escudo CRB.png 0x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo CSA.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png
Contra CSA
Escudo Cruzeiro.png 4x0 Escudo CSA.png Gol aos do Escudo CSA.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo CSA.png
CSA
0 × 3 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
1a fase da Copa do Brasil 2013
Data: 10 de abril de 2013 Local: Maceió, AL
Horário: 22:00 Estádio: Rei Pelé
Árbitro: Jailson Macedo Freitas Público pagante: 11.384
Assistente 1: Elicarlos Franco de Oliveira Público presente: Não disponível
Assistente 2: Djalma Silva Ferreira Júnior Renda: R$ 88.215,00 R$ 88.215 <br />Cr$ 88.215 <br />NCr$ 88.215 <br />Cz$ 88.215 <br />NCz$ 88.215 <br /> (preço médio: R$ 7,75 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
CSA: Cruzeiro:

1. Flávio 1. Fábio
2. Leandrinho 2. Ceará
3. Leandro 33. Bruno Rodrigo
4. Adalberto 3. Léo
5. Robson Substituição realizada 21'(2T) de jogo 21'(2T) ( 17. Anderson ) 23. Everton
6. Fabiano 55. Leandro Guerreiro
7. Diego Clementino 19. Nilton Substituição realizada 22' (2T) de jogo 22' (2T) ( 25. Uelliton )
8. Elyeser 17. Everton Ribeiro Substituição realizada 18' (2T) de jogo 18' (2T) ( 7. Tinga Cartão amarelo recebido aos 36  (2T ) 36'  (2T )   )
9. Everaldo 10. Diego Souza  Gol aos 9 do  (1T) 9'  (1T) Substituição realizada 32' (2T) de jogo 32' (2T) ( 31. Ricardo Goulart Gol aos 41 do  (2T ) 41'  (2T ) )
10. Alex Substituição realizada 19'(2T) de jogo 19'(2T) ( 15. Marcinho ) 11. Dagoberto  Gol aos 8 do  (2T) 8'  (2T)
11. Rodolfo Substituição realizada 33'(2T) de jogo 33'(2T) ( 14. Levi ) 9. Borges
Técnico: Beto Almeida Técnico: Marcelo Oliveira
Reservas que não entraram na partida
CSA: Cruzeiro:

Pré-Jogo

Classificação: Se vencer por diferença de dois ou mais gols, o Cruzeiro elimina o jogo de volta, no Mineirão.

Ausentes no Cruzeiro: Paulão Caveirão (B), Henrique (V), Anselmo Ramon (A), Martinuccio (A), Lucca (A) e Victorino (B), Luan (A), lesionados.

Ausentes no CSA: Rogerinho (lateral-esquerdo), Marielson (volante), Kel, Claudinho e Rodriguinho (meias).

Banco do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Egídio, Thiago Carvalho, Uelliton, Tinga, Elber, Vinícius Araujo.

Banco do CSA: Jorge Miguel, Patrick, Cleberson, Levi, Mithyuê, Marcinho, Anderson Oliveira

Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro: “Dagoberto volta, o Goulart fica como opção e o Diego faz sua função. Esperamos que o time vá bem com essa formação, seja ofensivo e possa também defender bem. É um jogo importante e estratégico na Copa do Brasil.”

Beto Almeida, técnico do CSA: “Temos que respeitar o Cruzeiro por tudo aquilo que ele representa, por ser líder invicto do Campeonato Mineiro, pelos oito gols que fez contra adversários importantes como América e Villa. Mas nossa ambição não passa por respeito ou desrespeito. Temos que neutralizar os pontos fortes do adversário, tipo o giro do atacante Borges, a entrada em diagonal tanto do Dagoberto como do Diego Souza. Mas defender-se 90 minutos não é o melhor caminho. Estamos nos preparando também pra aproveitar as constantes falhas defensivas que eles têm demonstrado. Vamos com força, com a pretensão de ir pro segundo jogo e eliminá-los.”

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 21h55. Times em campo. Cruzeiro todo de branco, CSA de calções e meias azuis claras, camisas com listras verticais azuis claras e brancas.
  • 21h57. Execução do Hino Nacional.
  • 21h59. CSA participa pela 13ª vez da Copa do Brasil.
  • 22h02. Começa o jogo. Cruzeiro à esquerda das cabines. CSA dá a saída.
  • 01. Primeiras ações entre uma e outra intermediária.
  • 02. Nílton desarma Diego Clementino e lança Dagoberto. Flávio fica com a bola.
  • 03. Torcida celeste presente -300 pessoas?- no Rei Pelé, que tem metade de suas dependências tomadas pelo público.
  • 04. Baliza! Dagoberto, pela esquerda, cobra falta curta, Francisco Everton enche o pé, Flávio faz golpe de vista, bola acerta em cjeio o poste direito.
  • 05. CSA é o 3º colocado no hexagonal decisivo do Campeonato Alagoano, Cruzeiro é líder do Mineiro.
  • 06. CSA também tem uma torcida Mancha Azul. É a maior organizada do clube.
  • 07. Diego Clementino dispara pela esquerda, entra na área, corta Leo Simões, e enche o pé. Bola sobe muito e sai por cima do travessão.
  • 08. Cruzeiro ocupa o banco de reservas ao lado do bandeira. É o do CRB nos clássicos locais.
  • 09. Diego Souza recebe lançamento de 40 metros de Dagoberto, ganha da bequeira na corrida e, na saída de Flávio, toca pra rede, no canto esquerdo. Cruzeiro 1×0.
  • 10. Hendrix, comentarista do PHD: “O passe de três dedos do Dogoberto pro Diego é coia de quem conhece de futebol.”
  • 11. Fazendão! A cancha do Rei Pelé tem as dimensões do antigo Mineirão: 110 x 75m.
  • 12. Rodolfo cobra falta frontal, bola desvia em Everaldo e sai pela linha de fundo.
  • 13. Batman! Rodolfo é o chutador do CSA. Chuta em gol de todas as partes do campo.
  • 14. Perigo! Leandrinho pega de prima bola na entrada da área. Ela sai rente à forquilha esquerda do arco celeste.
  • 15, CSA ataca sempre pelas pontas.
  • 16. Rodolfo chuta de fora da área. Bola sai pela linha de fundo.
  • 17. Cruzeiro sobe lentamente ao ataque, CSA recupera a bola.
  • 18. Fabiano derruba Everton Ribeiro na ponta direita celeste. Ribeiro cobra falta, Flávio defende pelo alto.
  • 19. Everton Ribeiro cobra falta, tentando surpreender o goleiro pelo alto, mas Flávio consegue defender.
  • 20. Leandrinho cobra falta na ponta dieita, Nilton corta dentro da área celeste.
  • 21. Rodolfo cobra escanteio pela esquerda, Fábio corta de soco, mas é atropelado por Leandro e fica caído.
  • 22. Escapamos! Leandrinho dribla Francisco Everton e cruza rasteiro e forte. Alex Henrique arremata em cima da linha da pequena área, bola sobe e passa por cima do travessão.
  • 23. Leandrinho é um excelente ala direito. Ataca muito e cruza bem.
  • 24. Laser na cara de Fábio. Juiz para o jogo e avisa ao quarto árbitro.
  • 25. Mineiros! Salgueiro 2×0 Boa, Tupi 1×0 Luverdense, Gurupi 2×3 AméricaMG, encerrados jogos dos outros mineiros na CB. Ontem, Bangu 1×2 Betim.
  • 26. Fábio mergulha pra defender e recebe joelhada de Bruno Rodrigo. Goleiro recebe atendimento médico dentro de campo.
  • 27. Nada grave. Fábio está recuperado, jogo recomeça.
  • 28. Francisco Everton tenta atacar, mas é parado com falta por Fabiano.
  • 29. Ceará vai à linha de fundo e cruza. Defesa azulina corta.
  • 30. Ceará cobra falta pela meia direita. Defesa azulina cede escanteio.
  • 31. Ceará arremata de cabeça de fora da área. Tiro de meta pro CSA.
  • 32. Leandrinho cruza, Rodolfo cabeceia, bola sai à direita de Fábio, com perigo.
  • 33. Finalizações: CSA 9×5.
  • 34. Everaldo, pela esquerda, passa a Alex Henrique. O cruzamento sai forte e Francisco Everton fica com a bola do lado direito do ataque azulino.
  • 35. Posse de bola: CSA, 55%.
  • 36. Cruzeiro troca muitos passes em seu campo de ataque até perder a bola.
  • 37. Francisco Everton pega Elyeser de jeito. Falta.
  • 38. O ataque do CSA é muito fraco. Não consegue se aproveitar das fartas jogadas pelas pontas criadas por meias e laterais.
  • 39. Fábio Velame, comentarista do PHD: “O Cruzeiro achou seu gol num lançamento do Dagoberto pro Diego Souza, mas o futebol está muito pobre. O CSA correu muito, mas o cansaço deve vir na 2ª etapa.”
  • 40. Cruzeiro troca trocentos passes no campo de ataque e é vaiado pela torcida local.
  • 41. Dagoberto cobra falta na meia esquerda. Everaldo, dentro da área azulina, espana.
  • 42. Leandro Guerreiro desarma Rodolfo sai jogando com Francisco Everton.
  • 43. Leandrinho cobra falta pela direita, defesa celeste afasta a bola.
  • 44. Elyeser cruza da esquerda, Bruno Rodrigo corta.
  • 45. Diego Clementino dispara pela direita, mas é desarmado por Bruno Rodrigo.
  • 45≠1. Fim de 1º tempo. Cruzeiro não quis jogar, preferiu ensebar cada vez que podia sair pro ataque. Estratégia pra amansar o time local, revelou Diego Souza.

Segundo Tempo

  • 23h04. CSA volta a campo sem alterações.
  • 23h04. Cruzeiro volta a campo sem alterações.
  • 23h05. Marcelo Oliveira, treinador do Cruzeiro “Tivemos dificuldades pelos dois lados e pelo meio. Acomodamos e não conseguimos jogar. Estamos recompondo, mas não encurtando a marcação.”
  • 23h06. Começa o 2º tempo. Cruzeiro dá a saída.
  • 46. Everaldo desce pela esquerda e cruza. Leo Simões corta de cabeça.
  • 47. Leandrinho cruza da direita buscando Alex, Bruno Rodrigo fica com a bola.
  • 48. Diego Souza tenta jogada pela direita, mas é desaramado por Rodolfo.
  • 49. Baliza! Rodolfo desvencilha-se de Bruno Rodrigo, chuta forte e acerta o travessão.
  • 50. Rodolfo já finalizou 5 vezes, 4 de fora da área.
  • 51. Everton Ribeiro arremata, bola passa perto da baliza azulina.
  • 52. Pênalti! Everton Ribeiro entra na área, parte pra cima de Leandrinho, enrosca-se com ele e cai. Juiz marca falta do lateral azulino sobre o atacante celeste..
  • 53. Gol! Dagoberto cobra o pênalti com um bomba de pé direito. Bola entra no canto direito, Flávio cai pra equerda. Cruzeiro 2×0.
  • 54. Síndico: “Eu não marcaria pênalti. Dagoberto e Leandrinho se agarraram. Impossível saber quem cometeu a falta primeiro.”
  • 55. Borges inutiliza ataque celeste cometendo falta em Adalberto.
  • 56. Rodolfo dá uma canelada em Everton Ribeiro, que fica caído no meio de campo.
  • 57. Diego Souza, pela direita, cruza. Borges cabeceia pra fora.
  • 58. Leandrinho cruza pela direita. Leo Simões cede escanteio.
  • 59. Pedrosa, no PHD: “É impressionante, o Cruzeiro não ganha uma segunda bola no ataque e nem na defesa.”
  • 60. Fábio corta, com um tapa, bola sobre a área celeste. Rodolfo fica com o rebote e conclui, bola passa por cima do travessão.
  • 61. Fabiano cruza da esquerda, bola desvia em Leandro Guerreiro e sai a escanteio.
  • 62. Tinga vem aí. Anderson Oliveira também.
  • 63. Trocas: Everton Ribeiro x Tinga, Alex Henrique x Marcinho.
  • 64. Troca: Robson Lima x Anderson Oliveira.
  • 65. Rodolfo cobra falta pela esquerda. Fábio defende pelo alto.
  • 66. Nílton desaba. Tinga avisa que ele tem de ser substituído.
  • 67. Nílton sai no carrinho-maca.
  • 68. Troca: Nílton x Uelliton.
  • 69. Cruzeiro marca forte. Tinga comete falta dura em Leandrinho.
  • 70. Marcinho arremata de fora da área. Bola sobe muito.
  • 71. Nílton, no banco de reservas, está tonto e sente enjoos. Reservas abanam uma camisa em seu rosto.
  • 72. Leandro Guerreiro tabela com Tinga e cruza da direita. Borges se embola com um beque e fica sem a bola.
  • 73. Marcinho arremata de fora da área, bola sai à direita de Flávio.
  • 74. Diego Souza entra na área pela direita, mas quando vai chutar Adalberto se joga à sua frente e desvia a bola.
  • 75. Ricardo Goulart vem aí.
  • 75. CSA já fez 25 jogadas pelas pontas.
  • 77. Troca: Diego Souza x Ricardo Goulart.
  • 58. Troca: Rodolfo x Levi.
  • 79. Leandrinho cruza da direita, Fábio escorrega, mas consegue defender.
  • 80. Everaldo se joga na área em disputa com Bruno Rodrigo. Torcida azulina pede pênalti, que não houve.
  • 81. Levi passa a leandro, na ponta direita. O beque cruza,mas a defesa celeste corta.
  • 82. Amarelo! Tinga por falta em Levi, que saia pro contra-ataque.
  • 83. Fabiano cruza da esquerda, Fábio defende pelo alto.
  • 84. Leandrinho lança Diego Clementino, que fica na cara do gol, mas está impedido.
  • 85. Finalizações: CSA 20×8.
  • 86. Gol! Ricardo Goulart dispara desde o meio de campo, ganha disputa de ombro com um defensor e, da entrada da área, chuta de pé direito. Bola entra à direita de Flávio. Cruzeiro 3×0.
  • 87. Leandrinho cruza da direita, Anderson Oliveira arremata de virada, bola sai à esquerda de Fábio.
  • 88. Cruzeiro toca bola, torcida grita “Olé!”
  • 89. Uelliton toma a dianteira em corrida com Levi e recua pra Fábio.
  • 90. Cruzeiro toca bola, CSA assiste.
  • 91. MVP! Dagoberto, com um serviço e um gol, foi o melhor em campo.
  • 92. Tinga coloca Rivardo Goulart na cara do gol. O meia arremata, Flávio defende.
  • 93. Fim de jogo. Cruzeiro jogou pro gasto.

Vídeos

Gols

Atuações

  • Torcida compareceu em bom número e apoiou. Meu sobrinho, Tadeu, saiu do trampo, foi lá, assistiu ao jogo e voltou em seguida pra trabalhar. Torcedor positivo este garoto. (Síndico)
  • Fábio defendeu todas bolas, difíceis ou fáceis que chegaram ao arco celeste. E contou com a sorte numa finalização equivocada do meia Alex, (Síndico)
  • Ceará passou alguns apertos com as subidas do lateral Fabiano, mas não comprometeu. (Síndico)
  • Leo Simões, tranquilo, além do corte que levou de Diego Clementino, no início da partida, não foi vítima de nenhuma outra jogada envolvente do CSA. (Síndico)
  • Bruno Rodrigo esteve sóbrio e eficiente. (Síndico)
  • Francisco Everton passou o jogo no maior cerca-lourenço; parecia arroz, só acompanhando. (Francysmar)
  • Leandro Guerreiro jogou o arroz com feijão que a ocasião requeria. (Síndico)
  • Nilton marcou com os olhos. Malemolente. (Allan Morais)
  • Uelliton melhorou a marcação no meio-campo defensivo. (Franklin Bronzo)
  • Everton Ribeiro preocupou-se muito com a recomposição, afastando-se da zona de arremate. (Síndico)
  • Tinga é experiente, ajudou na marcação e organizou o time. (Marcelo Oliveira)
  • Diego Souza fez um gol após ótimas arrancada e finalização. Depois, tocou a bola pros lados e pra trás, cercou mas não marcou e atacou pouco. (Síndico)
  • Ricardo Goulart fez um golaço e mostrou raça, força, técnica, vontade, enfim, tudo que o resto do time não teve. (Fábio Velame)
  • Dagoberto lutou, defendeu, atacou, fez um lançamento preciso, sofreu pênalti e dançou uma dança esquisita e ininteligível. O melhor em campo. (Mariana Resende) /// Desde o início do jogo o atacante Dagoberto mostrou que estava inspirado. Se fez o lançamento para Diego Souza abrir o placar, sofreu e converteu o pênalti no segundo. Além disso, ainda fez algumas boas jogadas, que não tiveram prosseguimento por absoluta falta de inspiração do restante da equipe, que não esteve em uma noite boa. (Estado de Minas)
  • Borges não recebeu uma única bola decente. (Fábio Velame) /// Como sempre, esteve pesado, apático, escondido atrás dos zagueiros adversários etc. (Procópio)
  • Marcelo Oliveira terminou a etapa inicial preocupado com o domínio do CSA e fez mexidas acertadas para a parte final do jogo. Continua apostando no talento individual do quarteto ofensivo, em detrimento de um jogo mais veloz e de conjunto. Até quando? (Síndico)
  • Juiz & Bandeiras foram corretos e deixaram o jogo fluir sem marcação de faltas bestas e cartões amarelos desnecessários. O erro na marcação do pênalti deve ser debitado na conta das impefeições do olhar humano. (Síndico)
  • Cruzeiro fez uma partida muito ruim, foi dominado pelo CSA em grande parte do jogo. Os volantes foram muito mal. Guerreiro e Nilton não protegeram a zaga. Os laterais também foram mal na marcação. Graças a Deus, o adversário esteve mal nas finalizações. (Carpe Diem)
  • CSA: Se jogasse o ruralito mineiro e atuasse como atuou contra o Cruzeiro, estaria entre os quatro semifinalistas (Evandro Oliveira)

O que foi dito

  • Marcelo Oliveira, treinador do Cruzeiro: “Com o Tinga, o time se organizou um pouco mais, ele é experiente, ajuda na marcação. O Uelliton ajudou posteriormente e o Goulart novamente mostrou a que veio. Ele recompôs, ajudou na marcação e tem poder de conclusão, está sempre muito bem preparado pra concluir. Tem dia que a gente vai ter dificuldade mesmo em função da marcação, da pouca inspiração, de um desgaste físico, mas eles (o quarteto) são jogadores de qualidade, por isso os deixamos no campo o maior tempo possível. Com uma jogada podem definir a partida. Mais uma vez a participação do banco foi muito boa, no sentido de grupo; Jogadores que estão fora entrando bem e se superando. Eliminar o segundo jogo ajuda porque abre uma semana lá na frente, que vai coincidir na semifinal do Mineiro, e teremos mais tempo pra trabalhar.”
  • Dagoberto, atacante do Cruzeiro: “O objetivo era classificar sem a necessidade do jogo de volta. Nós nos surpreendemos com a qualidade da equipe deles, mas fizemos por merecer, tivemos as oportunidades e matamos. O 1º tempo deles foi digno de uma grande equipe. O ritmo deles estava alucinante, sentimos um pouco essa dificuldade. Nossa equipe foi inteligente. É claro que demos alguns moles. Temos de corrigir isto pra não sermos surpreendidos.”
  • Leo Simões, beque do Cruzeiro: “Primeiro objetivo era vencer, o outro eliminar o jogo de volta. Deu certo. Agora temos que nos recuperar e fazer mais um bom jogo e sair com outra vitória, na terça-feira”
  • Beto Almeida, treinador do CSA: “O CSA criou de quatro a cinco oportunidades de gol, que não foram convertidas por puro “detalhe”. No 2º tempo, voltamos com a mesma força do 1º, quando muita gente achava que íamos conseguir repetir o bom futebol inicial. Mas o CSA entrou firme e forte. Só que houve o pênalti. De onde eu tava não tenho condição de precisar se foi ou não. Houve, sim, um pênalti no Everaldo, na minha frente, Pude ver claramente o empurrão, o pênalti. Mas não é disso, de arbitragem, que vamos falar, e sim do bom futebol que o CSA apresentou. Somos candidatos a coisa muito grande no Alagoano.”
  • Adalberto, beque do CS: “Não foi justo. No 1º tempo tivemos duas ou três oportunidades de fazer o gol. Paciência, passou, jogamos bem, só deixamos cair no final. Fica como lição, de vida, até.”
  • Fabiano, lateral esquerdo do CSA: “Faltou um pouquinho de competência. Contra time grande você tem que fazer o gol. Se não faz, leva. Infelizmente tomamos três gols que nos eliminaram. Foi chato. A gente só tem que pedir desculpas aos torcedores que vieram prestigiar a gente.”
  • Azulão até Morrer, na Gazeta de Alagoas: “Se não deu na Copa do Brasil, vamos agora pra cima do ASA. Valeu mesmo! O CSA mostrou que Alagoas tem time pra encarar os grandes de igual por igual.”
  • Raphael, na Gazeta de Alagoas: “É engraçado como uma equipe pequena se porta ante uma grande. O Cruzeiro não fez esforço algum. Jogou apenas para eliminar o jogo de volta. Apenas um futebol burocrático. Nenhum jogador do Cruzeiro iria perder tempo e força física jogando contra um time como o CSA. O mais interessante é que o CSA acha que jogou bem, que impôs um ritmo forte ao Cruzeiro. Isso porque perdeu só de 3×0.”

Fontes

Transmissão

  • Sportv