Barueri 0x1 Cruzeiro - 27/09/2009

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 1x2 Escudo Palmeiras.png Gol aos do Escudo Avaí.png 2x2 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Brasileiro
Escudo Cruzeiro.png 1x2 Escudo Palmeiras.png Gol aos do Escudo Avaí.png 2x2 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Arena Barueri
← Primeira ficha Gol aos do Escudo Santos.png 4x1 Escudo Cruzeiro.png
Contra Barueri
Escudo Cruzeiro.png 2x4 Escudo Prudente.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 0x0 Escudo Prudente.png

[edit]

Escudo Prudente.png
0 × 1
Escudo Cruzeiro.png



Informações

Data: 26 de setembro de 2009 às 18:30
Local: Barueri, SP
Estádio: Arena Barueri


Público e Renda

Público pagante: 3.365
Público Presente: Não disponível
Renda: R$ 41.510,00 R$ 41.510 <br />Cr$ 41.510 <br />NCr$ 41.510 <br />Cz$ 41.510 <br />NCz$ 41.510 <br /> (preço médio: R$ 12,34 )


Escalações

Barueri
  1. René
  2. Bruno Ribeiro Substituição realizada de jogo ( Otacílio Neto )
  3. Xandão
  4. Leandro Castan
  5. Márcio Careca Cartão amarelo recebido aos
  6. Éder Cartão amarelo recebido aos
  7. Ralf
  8. João Vítor
  9. Thiago Humberto Cartão amarelo recebido aos
10. Flavinho Substituição realizada de jogo ( Fernandinho Cartão amarelo recebido aos Cartão amarelo recebido aos Cartão vermelho recebido aos )
11. Val Baiano (Basílio)
Técnico: Diego Cerri

Cruzeiro
  1.  Fábio
  2.  Jonathan Substituição realizada de jogo ( Thiago Heleno )
  3.  Gil
  4.  Leonardo Silva
  5.  Diego Renan
  6.  Fabrício
  7.  Elicarlos Cartão amarelo recebido aos  (1)
  8.  Marquinhos Paraná Substituição realizada de jogo ( Fabinho Alves )
10.  Gilberto  Gol aos do
11.  Thiago Ribeiro Substituição realizada de jogo ( 19. Guerrón )
30.  Kléber
Técnico: Adilson Batista


Reservas que não entraram na partida


Pré-Jogo[editar]

O Barueri ocupa a 11ª posição com 36 pontos. O Cruzeiro está em 13º com 32. Mesmo vencendo, o bicampeão mineiro não muda de patamar.

No Barueri, de contrato renovado, volta o atacante Fernandinho. Mas não jogam os beques, André Luiz e Daniel Marques, suspensos.

Já o Cruzeiro estará de desfalcado do volantes Henrique, suspenso, e Fabrício, machucado, deve atuar sem condições físicas ideais.

Lance a lance[editar]

Primeiro Tempo[editar]

  • 18h31 – Começa o jogo. Cruzeiro, todo de azul, defende gol à esquerda das tribunas. Barueri todo de branco.
  • 01 – Fabrício lança para Thiago Ribeiro (TR), mas a bola escapa pela lateral do lado direito do ataque celeste.
  • 02 – Elicarlos recebe o passe na entrada da grande área e chuta, sem perigo, à direita de Renê.
  • 04 – Márcio Careca (MC) avança pela ponta esquerda, mas é desarmado por Jonathan, que cede escanteio.
  • 05 – Bruno Ribeiro (BR) cobra escanteio, Eder sobe mais alto que os beques e cabeceia. Bola tira tinta do poste esquerdo de Fábio.
  • 06 – Diego Renan (DR) cruza, Eder corta de cabeça.
  • 07 – Gilberto lança TR, que corta a zaga e chuta de canhota à esquerda de Renê.
  • 08 – Kléber Lança TR, Renê chega antes e fica com a bola.
  • 10- Cruzeiro pressiona, recuado Barueri tenta contra-atacar.
  • 11 – Marquinhos Paraná (MP) chuta da entrada da área, no meio do gol. Renê defende.
  • 12 – Leandro Castan (LC) derruba Kléber no meio do campo. Falta. Jogadores do Cruzeiro pedem cartão amarelo para o beque do Barueri.
  • 14 – BR lança para Thiago Humberto na área. Juiz marca impedimento.
  • 15 –Gil fura, Thiago Huberto lança MC, que chuta forte, de fora da área, por cima do travessão.
  • 16 – LC derruba TR perto da entrada da grande área. Falta. Jogadores do Cruzeiro cobram o amarelo para o beque.
  • 17 – Fabrício bate falta curta para Gilberto que chuta. Bola desvia na zaga e fica com Jonathan, que é desarmado por MC. Escanteio.
  • 19 – Cruzeiro pressiona, mas tem dificuldade pra finalizar. Passes errados: Barueri 10×3.
  • 20 – DR cruza na área. Kléber chuta, bola bate na zaga do Barueri e volta pra Gilberto que chuta de primeira à esquerda de Renê.
  • 21 – Fabrício puxa contra-ataque, lança TR, que cruza. Xandão desvia para escanteio.
  • 22 – Gil faz falta no meio do campo, jogadores do Barueri cobram o cartão amarelo.
  • 23 – Jonathan pega a sobra de bola da dividida de Fabrício e chuta de primeira, à esquerda de Renê.
  • 24 – Xandão fura no meio de campos, bola fica com TR que entra na área e tenta deslocar Renê tocando de chapa. Goleiro defende salvando gol certo.
  • 25 – Finalizações: Cruzeiro 8×3.
  • 26 – Thiago Humberto invade a área celeste, mas é desarmado por MP.
  • 27 – MC cruza da esquerda, Val Baiano (VB) cabeceia, bola sai pela linha de fundo.
  • 29 – Flavinho cruza, DR corte, desviando a bola pra escanteio.
  • 30 – Fabrício divide com Thiago Humberto e cai sentindo dor no abdômem.
  • 32 – Fabrício volta ao gramado.
  • 33 – Jonathan vai á linha de fundo, pela dioreita, e cruza forte. Ninguém aparece pra arrematar.
  • 34 – MC chega livre na área, Gil rouba-lhe a bola, mas o Juiz para a jogada por falta em um lance anterior.
  • 37 – VB recebe lançamento na lateral direita e tenta atacar, mas é desarmado por DR.
  • 38 – Thiago Humberto derruba Kléber na lateral direita e recebe cartão amarelo.
  • 40 – Faltas: Barueri 10×2.
  • 42 – DR tabela com TR, recebe na entrada da pequena área, pela esqeurda e chuta forte, pra fora, com grande perigo.
  • 44 – João Vítor (JV) chuta de fora da área, bola passa por cima do travessão.
  • 45 – Fim do 1º tempo.
  • Thiago Humberto: “Está muito pegado, temos que tocar a bola com mais rapidez.”
  • Leonardo Silva: “Estamos trabalhando bem a bola, mas precisamos fazer a bola chegar com mais rapidez aos atacantes.”
  • Renê: “Se bater no Kléber o futebol dele cresce.”

Segundo Tempo[editar]

  • 19h33 – Começa o 2º tempo. Times inalterados.
  • 03 – MP tabela com TR e cruza. LC corta, Gilberto cruza, novamente, Eder chega antes de Kléber e cede escanteio.
  • 05 – Márcio Careca puxa Jonathan pela camisa, na lateral, e recebe cartão amarelo.
  • 06 – MC cruza, MP despacha a bola pra fora da área.
  • 07 – Barueri pressionar, Cruzeiro arma contra-ataques.
  • 08 – Thiago Humberto recebe livre na entrada da área, Juiz marca impedimento equivocadamente.
  • 09 – Fernandinho substitui Flavinho.
  • 10 – Adílson Baptista manda Elicarlos colar em Fernandinho.
  • 14 – VBrecebe lançamento na grande área, Juiz Mara impedimento.
  • 15 – BR levanta na área, LC tenta cabecear, mas a bola escapa pela lateral.
  • 16 – Kléber puxa contra-ataque, mas é agarrado Eder. Falta e cartão amarelo para o volante do Barueri.
  • 17 – DR chuta de fora da área, Renê fica com a bola.
  • 18 – Gilberto vai à linha de fundo, pela esquerda e volta a bola pra meia-lua. Fabrício chuta de primeira, à direita de Renê.
  • 19 – Basílio substitui Val Baiano.
  • 20 – MP chuta de fora da área, bola sobra pra Renê. Volante do Cruzeiro fica caído no gramado. Jogo paralisado.
  • 22 – Guerrón substitui Thiago Ribeiro.
  • 23 – MP volta a campo.
  • 24 – Fernandinho invade a área e tenta chutar a gol, mas Leonardo Silva, em cima do lance, corta para escanteio.
  • 25 – Gil derruba Thiago Humberto na entrada da área. Falta. BR cobra, bola explode na barreira e sai da área.
  • 27 – Guerrón passa a Jonathan, que cruza da direita. Xandão tenta cortar, mas dá um bico para trás. Impedido na origem da jogada, Gilberto chega antes de Renê e, com toque sutil, manda a bola pras redes. Cruzeiro 1×0.
  • 28 – Elicarlos agarra Fernandinho no meio de campo e recebe cartão amarelo.
  • 29 – Thiago Humberto bate a falta sobre a área, Fabrício corta e puxa contra-ataque.
  • 30 – Fabinho Alves substitui Marquinhos Paraná, que está caído no gramado.
  • 31 – João Luiz cruza, Basílio cabeceia, bola sai pela linha de fundo.
  • 32 – Thiago Humberto recebe na entrada da grande área, corta LS e chuta forte. Fábio salta e defende em dois tempos.
  • 33 – Basílio recebe lançamento na área, mas Juiz marca impedimento.
  • 34 – Finalizações: Cruzeiro 14×9.
  • 35 – Gilberto levanta na área, Renê tira a bola com um soco.
  • 36 – MC chuta de fora da área, Fábio defende.
  • 37 – Otacílio Neto substitui Bruno Ribeiro. Barueri passa a jogar com dois beques e três atacantes.
  • 38 – Barueri pressiona, recuado Cruzeiro marca forte, impedindo finalizações do adversário.
  • 39 – Thiago Heleno substitui Jonathan.
  • 40 – Basílio cruza da direita, Elicarlos desvia para escanteio. Na cobrança, Otacílio Neto chuta pra fora.
  • 42 – DR cruza, MC toca a bola com a mão. Djalma Beltrame aponta a marca do pênaçlti, mas volta atrás e marca falta. Acertou.
  • 43 – Fernandinho dribla toda a defesa celeste e, dentro da área, chuta forte. Gil cai no lance e a bola desvia em seu braço. Pênalti não marcado. Jogadores do Barueri pressionam o juiz, inutilmente.
  • 44 – O Barueri tem pressa e tenta o gol de empate nos últimos minutos. O Cruzeiro recua-se e não deixa o time da casa finalizar.
  • 45 – Basílio corre pela lateral da área celeste e é deslocado por Gil. Falta não marcada pelo Juiz. Fernandinho reclama e recebe cartão amarelo.
  • 46 – Fernandinho aplaude ironicamente o Juiz, recebe o 2º cartão amarelo e, em seguida, o vermelho.
  • 48 – Fim de jogo. Estatísticas: Passes errados: Barueri 41×16 / Finalizações: 11×11 / Desarmes: Barueri 15×9 / Assistências: Cruzeiro 1×0 / Faltas cometidas: Barueri 22×9.
  • Leandro Castan: “O juiz que apitou o Cruzeiro x Palmeiras foi pra geladeira, mas aposto que este do jogo de hoje não vai.”
  • Gilberto: “Não sei se eu estava impedido no lance do gol.”
  • Fabrício: “Foi uma vitória pra dar moral. Ainda estamos pensando em Libertadores. Lá no Mineirão, fomos prejudicados, hoje, foi o Barueri. São coisas do futebol.”
  • Basílio: “O jogo foi bom, o Cruzeiro ganhou com méritos, pois dominou a partida e soube tocar bem a bola.”
  • Otacílio Neto: “O juiz errou dando gol em impedimento e não marcando pênalti para o Barueri.”

Atuações[editar]

  • Adílson Baptista – O futebol do time não foi bom, embora ele tenha dito isto na coletiva. Mas também não foi um desastre. Valeu pela dedicação e a capacidade de superação dos jogadores após a injusta derrota do meio de semana.
  • Torcida – Compareceu em bom número e empurrou o time com dedicação.
  • Fábio – Quase não trabalhou no 1º tempo. No 2º, um pouco mais acionado, cumpriu sua obrigação.
  • Jonathan – Discreto. No 1º tempo, fez um cruzamento com a força que se usa pra bater falta. No 2º, com a ajuda de Xandão, que corrigiu outro cruzamento ruim, acabou servindo Gilberto para o gol da vitória.
  • Thiago Heleno – Escorregou na origem do lance em que Fernandinho provocou tremendo charivari na área celeste. Precisa rever conceitos e também as travas das chancas.
  • Gil – Apesar de uma furada espetacular e de ter sido convidado para o baile promovido por Fernandinho no final da partida, teve atuação razoável. Principalmente por ter espanado várias bolas perigosas.
  • Leonardo Silva – O mais sóbrio da defesa.
  • Diego Renan – O melhor do time com tabelas, cruzamentos e chutes a gol. Está vibrando com a condição de titular e querendo mostrar serviço em cada jogada.
  • Elicarlos – Discreto no apoio, eficiente na marcação, principalmente, na perseguição a Fernandinho que teve de fugir dele pra armar algumas jogadas.
  • Fabrício – Muita raça na defesa e decisão no apoio ao ataque.
  • Marquinhos Paraná – Com senso de cobertura aguçado, protegeu o lado esquerdo da defesa e, vez ou outra, arriscou jogadas de ataque. Como a que lhe custou uma contusão no tornozelo.
  • Fabinho Alves – Ajudou a fechar a defesa quando o Barueri começou a trocar jogadores de marcação por atacantes.
  • Gilberto – No 1º tempo, nada produziu. No 2º, criou algumas jogadas e, novamente, destacou-se quando apareceu na área para fazer o papel do centroavante que o Cruzeiro não tem.
  • Thiago Ribeiro – Teve ótima chance de abrir o placar, após uma furada de Xandão, logo no início, mas perdeu o duelo pra Renê, que saiu bem e abafou o chute cruzado. No restante do tempo, correu muito, marcou a saída de bola, deslocou-se pelas duas pontas, mas não teve com quem jogar, pois Kléber estava pouco disposto a dialogar com os colegas.
  • Guerrón – Baixa produtividade. Jogou numa faixa restrita, a ponta-direita, o que facilitou a marcação.
  • Kléber – Levou um monte de faltas, cavou outras tantas. Sempre longe da área do Barueri. Investiu pouco no jogo coletivo preferindo sempre o confronto pessoal com seus marcadores.
  • Juiz & Bandeiras – O trio cometeu quatro erros, todos contra o Barueri. Marcou impedimento equivocado de Thiago Humberto quando o meia-atacante entrava livre na área celeste, validou gol em impedimento de Gilberto, deixou de marcar pênalti de Gil e uma falta também dele sobre Basílio que revoltou Fernandinho a ponto de o atacante ser expulso por ter posto demasiada ênfase na reclamação.
  • Adversários – Renê fez boas defesas, Bruno Ribeiro foi o Batman do time. E sempre com boas cobranças de escanteios e faltas. Eder e Ralf estiveram bem na contenção. No ataque, só Fernandinho que jogou pouco mais de meia hora se destacou. Principalmente no lance em que driblou toda a defesa celeste e só não marcou porque a bola encontrou no braço de Gil um obstáculo intransponível.

O que foi dito[editar]

  • Terra Esportes: Lances polêmicos: No gol do Cruzeiro, Gilberto estava em posição de impedimento no momento do passe de Guerrón. No fim, Barueri reclamou de um pênalti de Gil após chute de Fernandinho que bateu na mão do zagueiro. Ponto Forte do Barueri: Entrada de Fernandinho, que mudou a cara do ataque. Ponto Forte do Cruzeiro: Jogadas com Gilberto, principal articulador do time. Ponto Fraco do Barueri: Excesso de erros nos passes. Ponto Fraco do Cruzeiro: Erros de passes e atuação abaixo da média de Kléber. Personagem do jogo: Gilberto, autor do gol da vitória. [N.B.: passe foi do Jonathan]
  • Juca Kfouri, em seu blog: O Cruzeiro ganhou do Grêmio local por 1 a 0, gol de Gilberto, que resolveu fazer gols depois de mais velho.
  • Vitor Birner, em seu blog: Na outra partida do sábado, o Cruzeiro ganhou do Barueri, na casa do rival, por 1×0. Não assisti ao jogo. Mas vi o gol de Gilberto em posição de impedimento. A reclamação após ser prejudicado diante do Palmeiras surtiu efeito.
  • PVC em seu blog: A vitória em Barueri não apaga a frustração da semana, está certo. Mas deixa o Cruzeiro na liderança do segundo turno, pelo menos até o final do domingo. São treze pontos, os últimos seis conquistados com vitórias fora de casa, contra o Inter e contra o Barueri. Ambas com o pé esquerdo de Gilberto. Incrível como caiu bem na equipe. Vale também a lembrança de que foi Gilberto o responsável pela jogada brilhante que resultou no lance menos discutido de todas as jogadas polêmicas de quarta-feira contra o Palmeiras. O passe de Gilberto para Fabrício, no lance em que Jumar cometeu pênalti, no Mineirão. O Cruzeiro segue seu caminho, mas para uma campanha de meio de tabela. Mas de futebol de ponta, quando o assunto é Gilberto. Ah, do outro lado estava Fernandinho, no segundo tempo. Fernandinho que pode ser do Cruzeiro em 2010.
  • Sérgio Freire Jr., médico do Cruzeiro: Entorse de tornozelo é uma situação que preocupa sim, requer cuidados. A gente tem uma semana, Marquinhos Paraná já vai iniciar o tratamento e será uma situação semelhante à do Fabrício. Vamos tratar, vamos controlar, avaliar, até que tenhamos condições de liberá-lo. Vamos aguardar a evolução nos próximos dias.
  • Adílson Batista, treinador do Cruzeiro: O importante é jogar bem, pois lá na frente você sabe que você vai colher resultados. Não adianta ganhar jogando mal que depois você não consegue ser objetivo. O Cruzeiro já vem jogando bem há um bom tempo, há oito ou 10 jogos, fez um bom 1º tempo, com todas as dificuldades. O volume de jogo e a posse de bola foi nossa no 1º tempo. No 2º tempo, eles arriscaram. Com as entradas do Fernandinho e do Basílio o Barueri ficou altamente ofensivo. A gente teve algumas dificuldades, mas acabamos fazendo o gol e controlando o jogo. Vamos descansar domingo e segunda-feira. Contra o Avaí, será um jogo difícil. Silas está fazendo bom trabalho e o time tem bons jogadores. Kléber é um bom jogador e vamos resguardá-lo. Deixa ele calmo aí. Falei para ele não visitar ninguém neste final de semana. Marquinhos Paraná pediu pra sair. Estava com dor no tornozelo.
  • Gil, beque do Cruzeiro: A gente sabia que iria encontrar muita dificuldade, conversamos antes da partida e todos teriam de se entregar ao máximo para o Cruzeiro vencer. E foi o que aconteceu, o time mostrou determinação e todos estão de parabéns. O professor nos pediu tranquilidade lá atrás, pois sabia que o ataque do Barueri tem velocidade com Fernandinho, Val Baiano. Graças a Deus, conseguimos segurar bem o adversário. Vamos trabalhar durante a semana e começar a focar o Avaí, pra fazermos uma boa partida.
  • Fabrício, volante do Cruzeiro: Desde o primeiro momento, tivemos boas chances de gol, tomamos conta do jogo. Nosso time jogou muito bem e foi realmente merecido. Achei a arbitragem normal, com erros comuns. Faz parte. Lá no Mineirão nós fomos prejudicados. Se o Barueri foi, é sempre ruim. Mas acontece.
  • Elicarlos, volante do Cruzeiro: Nossa equipe mostrou desde o 1º tempo que foi em busca do resultado. Podia ser um placar até maior. Procuramos o jogo tanto no 1º tempo quanto no 2º. O Cruzeiro foi melhor no jogo inteiro, teve mais posse de bola, teve toques excelentes, só faltou mais tranquilidade para concluir outras oportunidades em gol.
  • Gilberto, armador do Cruzeiro: Homem-gol é o Kléber, que tem mais de 20 gols na temporada ou o Thiago Ribeiro, que tem feito bons jogos e gols também. As oportunidades estão surgindo e eu estou conseguindo concluir. Importante é que a equipe jogou bem. Não vi se eu estava impedido ou não. Penetrei, o zagueirão foi interceptar, a bola raspou, dominei e conclui. Mas se o Barueri foi prejudicado, na quarta também fomos. Eles pedem um pênalti, mas teve um para nós que não foi marcado.
  • Diego Cerri, técnico do Barueri: É muito fácil quando é com uma equipe menor como o Barueri. Quando acontece com o Barueri, não há punição, ninguém vai para a geladeira. Os erros aconteceram com o Cruzeiro no meio da semana e eles já tiveram a recompensa. São vários erros seguidos. Teve um pênalti inexistente que decidiu o jogo contra o Palmeiras e agora isso. Não foi apenas o lance do gol impedido, mas outros lances. No pênalti, bateu a mão de um lado e ele marcou falta. Do outro, ele não marcou o pênalti.
  • Leandro Castan, beque do Barueri: Já estamos acostumados. O juiz pode dormir tranqüilo. É sempre assim. Quem acompanha o Barueri sabe. O jogador do Palmeiras escorrega na área e marcam pênalti. O árbitro de Cruzeiro e Palmeiras pegou geladeira. Vê se o árbitro do nosso jogo contra o Palmeiras foi para a geladeira.

Transmissão[editar]

  • PFC

Fontes[editar]