João Lacerda Filho

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
(Redirecionado de Barbatana)
Ir para navegação Ir para pesquisar

[edit]

Icone-Jogador-Cruzeiro.png
Barbatana
Números totais
Número de jogos 48
Vitórias 27
Empates 13
Derrotas 8
Gols pró 75 (média: 1.56 )
Gols contra 29 (média: 0.6 )
Aprov. em pontos 65,28%
Aprov. de vitórias 56,25%
Último jogo considerado
Cruzeiro Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Atlético-MG.png Atlético-MG - 07/11/1982
Substituiu Foi substituido por

1979 Zé Duarte Ílton Chaves 1979

História[editar]

João Lacerda Filho, ou Barbatana, foi contratado pelo Cruzeiro em março de 1979. Tinha olho clínico para descobrir talentos e dava prioridade na preparação física dos atletas e a disciplina tática.

No dia 29 de março, estreou com vitória (2 a 1) sobre o Guarani, em amistoso, no estádio Farião, em Divinópolis. Dirigiu a equipe estrelada no Campeonato Mineiro, mas não conseguiu o tão esperado título: foi vice-campeão. Ao longo da campanha a equipe foi bastante prejudicada pelo excesso de contusões, além das suspensões. No entanto, o grupo reclamou do distanciamento do treinador, que deixavam os jogadores pouco à vontade para o diálogo. A exigência na parte física também foi outro ponto criticado. Por outro lado, Barbatana foi responsável pelo lançamento de jovens jogadores, como Alexandre, Mundinho, Carlinhos Sabiá e Cléber, além de recuperar o atacante Mauro.

Até hoje pode-se ver o legado deixado por Barbatana no Cruzeiro. Assim que chegou, acertou com o presidente Felício Brandi a construção de dois campos na Toca da Raposa sendo um para os treinos dos juniores e outro para jogadores em experiência. Queria observar estes atletas de perto e aproximá-los aos profissionais. Até aquela época, havia apenas um campo na Toca e os jogadores da base treinavam no estádio do Barro Preto.

Barbatana não cumpriu o contrato até o final. Após o empate (1 a 1) contra o Dom Bosco-MT, no Mineirão, em 30 de setembro, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, rescindiu seu contrato para atender a um convite do El Sabat, da Arábia Saudita. Esta foi a única passagem do treinador pelo Cruzeiro.

Barbatana faleceu em 2011, devido a complicações do mal de Alzheimer em Belo Horizonte.

Estatísticas ano a ano[editar]

Ano Jogos Vitórias Empates Derrotas Aprov. Gols pró Gols contra Saldo de gols
1979 47 26 13 8 64,54% 74 29 45

Confrontos como técnico adversário[editar]

Enfrentou o Cruzeiro 9 vezes: 2 V, 3 E, 4 D

Jogos[editar]

  1. Nacional-AM 2x2 Cruzeiro - 07/10/1973 - (Vivaldo Lima / Manaus) - Campeonato Nacional 1973
  2. Cruzeiro 2x0 Goiás - 12/10/1975 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Copa Brasil 1975
  3. Cruzeiro 3x2 Atlético-MG - 02/10/1977 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Mineiro 1977
  4. Atlético-MG 1x0 Cruzeiro - 06/11/1977 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Copa Brasil 1977
  5. Atlético-MG 2x1 Cruzeiro - 29/01/1978 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Copa Brasil 1977
  6. Atlético-MG 0x2 Cruzeiro - 23/04/1978 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Copa Brasil 1978
  7. Cruzeiro 0x0 Atlético-MG - 21/05/1978 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Copa Brasil 1978
  8. Cruzeiro 0x0 Atlético-MG - 05/09/1982 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Taça Minas Gerais 1982, Campeonato Mineiro 1982
  9. Cruzeiro 2x1 Uberaba - 23/05/1990 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Mineiro 1990