Atlético-MG 2x1 Cruzeiro - 08/05/2011

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para: navegação, pesquisa


Confrontos posteriores e anteriores
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 0x2 Escudo Once Caldas.png Gol aos  do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Atlético-MG.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo Cruzeiro.png 5x1 Escudo América-TO.png Gol aos  do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Atlético-MG.png
No estádio Arena do Jacaré
Escudo Cruzeiro.png 0x2 Escudo Once Caldas.png Gol aos  do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Atlético-MG.png
Contra Atlético-MG
Escudo Cruzeiro.png 3x4 Escudo Atlético-MG.png Gol aos  do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Atlético-MG.png

[edit]

Escudo Atlético-MG.png
Atlético-MG
2 × 1 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
Final do Campeonato Mineiro 2011 - Jogo de ida
Data: 8 de maio de 2011 Local: Sete Lagoas, MG
Horário: 16h Estádio: Arena do Jacaré
Árbitro: Paulo César de Oliveira Público pagante: 17.729
Assistente 1: Emerson Augusto de Carvalho Público presente: Não disponível
Assistente 2: Roberto Braatz Renda: R$ 120.640,00 R$ 120.640
Cr$ 120.640
NCr$ 120.640
Cz$ 120.640
NCz$ 120.640
(preço médio: R$ 6,80 )
Súmula: Súmula e Borderô
Escalações
Atlético-MG: Cruzeiro:
30. Renan Ribeiro 1. Fábio
2. Patric Gol aos 36 do 36' 2. Pablo Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 14. Leandro Guerreiro )
3. Réver 3. Gil
4. Leonardo Silva 4. Victorino
5. Filipe Souto 5. Marquinhos Paraná
6. Guilherme Santos 6. Everton
7. Serginho Cartão amarelo recebido aos 7. Wallyson Gol aos 27 do 27'
8. Bernard Substituição realizada  de jogo ( 16. Daniel Carvalho ) 8. Henrique
9. Giovanni 9. Ortigoza Cartão amarelo recebido aos Substituição realizada  de jogo ( 15. Fabrício Cartão amarelo recebido aos )
10. Mancini Gol aos 4 do 4' 10. Montillo Cartão vermelho recebido aos
11. Magno Alves Substituição realizada  de jogo ( 17. Neto Berola ) 11. Gilberto Substituição realizada  de jogo ( 16. Dudu )
Técnico: Dorival Júnior Técnico: Cuca
Reservas que não entraram na partida
Atlético-MG: Cruzeiro:


Pré-Jogo

O Cruzeiro entra na decisão com a vantagem de poder jogar por um empate no placar agregado dos 180 minutos.

Cuca não poderá contar com o atacante Thiago Ribeiro, contundido, e, provavelmente, com Wallyson, também atacante, em fase de recuperação.

Dorival Jr., que reformulou o time emplumado durante a competição trocando medalhões por jovens da base, não contará com o meia Renan Oliveira e o volante Richarlyson, suspensos.

Por ter o mando de campo, O Atlético-MG terá 100% da torcida que se dispuser a pagar R$5 para assistir ao clássico.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 15h50 –Times em campo com uniformes tradicionais.
  • 15h55 – Hino Nacional. Estádio com lugares sobrando na arquibancada atrás do Gol do Morro e nas tribunas do lado esquerdo.
  • 15h59 – Banco de reservas do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Leo Simões, Edcarlos, Leandro Guerreiro, Roger Galera, Dudu, André Dias.
  • 16h03 – Começa o jogo. Cruzeiro defende o Gol do Morro, à direita das tribunas.
  • 30seg – Francisco Everton cruza da esquerda, Soutto rebate,
  • 01 – Salvou! Mancini lança Magno Alves que fica na cara do gol. Fábio sai e defende aos pés do atacante.
  • 02 – Patric recebe passe na ponta direita, mas deixa bola escapar pela lateral.
  • 03 – Pablo disputa bola com Mancini ao lado da área, na ponta esquerda e comete falta perigosa.
  • 04 – Gol! Com pouco ângulo, Mancini cobra direto. Fábio nem se mexe. Bola na rede. Atlético-MG 1×0.
  • 05 – No lance do gol, beques do Cruzeiro ficaram trocando empurrões com os do Atlético-MG e nem viram a cobrança.
  • 06 – Gilberto cobra falta falta pela direita, defesa emplumada corta.
  • 07 – Francisco Everton cruza da esquerda, Soutto corta.
  • 08 – Henrique disputa com Serginho dentro da área e cai. PCO manda seguir o jogo.
  • 09 – Gilberto cruza da esquerda, bola sai do lado oposto, sem perigo.
  • 10 – Bernard puxa Pablo pelo pescoço, do lado esquerdo. Falta.
  • 11 – Wallyson cruza da esquerda, Soutto cede escanteio. Montillo cobra, Rever corta, Gilberto sapsnha o rebote e chuta, Renan Ribeiro defende, Fora do lance, Rever empurra Ortigoza dentro da área, PCO não vê.
  • 12 – Henrique dribla dois rosados e chuta forte ,da entrada da área. Renan defende,
  • 13 – Magno Alves rola pra Mancini, que chuta rasteiro da entrada da área. Fábio defende.
  • 14 – Pablo comete falta em Mancini na ponta-esquerda. Mancini cobra fechado, Henrique rebate, Bernard fica com o rebote e chuta por cima do travessão.
  • 15 – Todas as jogadas ofensivas do Atlético-MG são pela esquerda em cima do lateral Pablo.
  • 16 – Mancini comete falta em Pablo.
  • 17 – Felipe Soutto comete falta em Marquinhos Paraná. Gilberto lança Francisco Everton, que cruza da esquerda. Rever corta de cabeça.
  • 18 – Wallyson chuta de fora da área, bola sai à esquerda de Renan.
  • 19 – Giovanni chuta, Henrique corta.
  • 20 – Montillo cruza da direita, Patrice corta pra escanteio. Montillo cobra, Wallyson dribla Serginho, mas chuta narede, pelo lado de fora.
  • 21 – Cruzeiro tem 60% de posse de bola.
  • 22 – Mancini faz jogada pela esquerda e chuta. Gil corta.
  • 23 – Guilherme santos cabeceia pra trás. Escanteio para o Cruzeiro. Montillo cobra, Leo Silva corta.
  • 24 – Wallyson tenta jogada pela direita, mas é bloqueado por três emplumados e perde s bola.
  • 25 – Bernard recebe lançamento nas costas de Pablo e cruza. Francisco Everton corta.
  • 26 – Ortigoza disputa com Rever, bola sobra pra Henrique, que lança Montillo na meia lua. Chute forte, por cima do travessão.
  • 27 – Golaço! Marquinhos Paraná desarma Bernard e lança Montillo, que faz grande jogada atravessando a intermediária cacarejante em diagonal e rola pra Wallyson, que chuta cruzado, rasteiro. Bola entra no canto direito de Renrana Ribeiro. Cruzeiro 1×1.
  • 28 – Magno Alves chuta cruzado da direita, bola sai à direita de Fábio.
  • 29 – Montillo chuta da intermediária, bola quica, mas é defendida por Renan Ribeiro.
  • 30 – Patric faz jogada pela direita e rola bola, que passa por toda a pequena área.
  • 31 – Atlético-MG toca bola na entrada da área, Mancini cruza, Marquinhos Paraná corta.
  • 32 – Bernard lança Patric dentro da área. Impedimento.
  • 33 – Wallyson cruza da linha de fundo, MP chega atrasado, bequeira cacarejante limpa a área.
  • 34 – Montillo troca passes com Gilberto e lançaWallyson. Bola pela lateral.
  • 35 – Agressão! Wallyson é atingido por uma bateria de celular e cai em campo. PCO pára o jogo e entrega o objeto ao árbitro reserva.
  • 36 – Gol! Emplumados fazem linha de passe na entrada da área. Bol fica com Patric, que chuta cruzado, rasteiro. Fábio salta mas não alcança a bola. Atlético-MG 2×1.
  • 37 – Gilberto recebe dentro da área, gira e chuta pra fora.
  • 38 – Emplumados pressionam saída de bola. Defesa celeste se complica.
  • 39 – Mancini recebe passe dentro da área, Fábio sai e defende.
  • 40 – Guilherme santos e Henrique se desentendem. PCO pára o jogo e chama a atenção dos dois.
  • 41 – Mancini derruba e pisa no braço de Pablo, que é atendido fora de campo.
  • 42 – Wallyson recebe lançamento na mesma linha da defesa. Bandeira marca impedimento.
  • 43 – Fábio sai do arco e defende aos pés de Mancini.
  • 44 – Ortigoza cruza da esquerda, Mancini corta dentro da área.
  • 45 – Pablo cruza da direita, Gilberto cabeceia pra fora.
  • 46 – Leandro Guerreiro desce para os vestiários para iniciar aquecimento.
  • 47 – Magno Alves recebe lançamento na direita, é cercado por Gil, cruza pra Mancini, que chuta por cima do travessão. Fim de 1º tempo.
  • Finalizações: Cruzeiro 10×8.
  • Faltas: Cruzeiro 9×3.
  • Wallyson; “Montillo fem uma bela jogada e me deixou na cara do gol. Nosso time está bem. A torcida deles, que não tem o que fazer foca jogando de tudo no campo. O celular me acertou e doeu, mas é coisa pro juiz.”

Segundo Tempo

  • 17h05 – Times em campo.
  • 17h08 – começa o 2º tempo.
  • 00 – Troca! Pablo por Leandro Guerreiro.
  • 01 – Francisco Everton chuta de fora da área, pra fora.
  • 02 – Gilberto derruba Giovanni Augusto.
  • 03 – Montillo cobra falta da intermediária, bola fica com o goleiro.
  • 04 – Após jogada de Magno Alves pela esquerda, Mancini chuta de fora da área. Fábio defende.
  • 05 – Atenção Raher! O cara cabeludo na lateral direita é o Leandro Guerreiro. Foi ele quem cruzou para o corte de Serginho.
  • 06 – Wallyson cruza da direita, Ortigoza chega atrasado, bola pela linha de fundo. na volta, Wallyson persegue Guilherme santos até na linha de fundo do Cruzeiro.
  • 07 – Patric corta Francisco Everton e Gil e chuta rasteiro. Bola na rede, pelo lado de fora.
  • 08 – Patric cruza da direita, Henrique corta de cabeça. Mancini fica com o rebote e chuta pra defesa de Fábio.
  • 09 – Magno Alves lança Mancini, Fábio chega antes e defende.
  • 10 – Emplumados têm muito espaço pra armar jogadas no meio de campo.
  • 11 – Amarelo! Serginho derruba Montillo.
  • 12 – Gilberto cobra falta sobre a área. Rever corta de cabeça.
  • 13 – Montillo cruza da esquerda, Leonardo Silva corta de cabeça. Leandro Guerreiro chuta de longe, pra fora.
  • 14 – Leo Silva acerta Gilberto com um tostão. Meio-campista fica caído e tem de sair de campo.
  • 15 – Finalizações: Cruzeiro 12×11.
  • 16 – Wallyson lança Ortigoza, que é desaramado por Rever.
  • 17 – Amarelo! Ortigoza derruba Rever.
  • 18 – Troca! Magno Alves por Neto Boiola. Magno Alves sai chutando todas as portas da Arena.
  • 19 – Bernard recebe livre na esquerda e cruza. Henrique corta. Na sequência Boiola disputa bola com Victorino e se joga pedindo pênalti. Jogadores se empurram. PCO desfaz o bolinho.
  • 20 – Amarelo! Boiola derruba Mancini.
  • 21 – Troca! Ortigoza por Fabrício.
  • 21 – Moytillo apanha rebote e chuta dao bico da área, de curva, pra fora.
  • 22 – Troca! Bernard por Daniel Carvalho.
  • 23 – Fábio corta, de soco, cruzamento emplumado.
  • 24 – Fabrício e Boiola trocam sopapos. PCO aparta a briga.
  • 25 – Cruzeiro cria pouco. Atlético-MG bloqueia bem e sai com rapidez.
  • 26 – Patric dispara pela direita, Gil dá um chutão. Bola na arquibancada.
  • 27 – Fabrício empurra o time par o ataque. Defesa está desprotegida.
  • 28 – Henrique tabela com Montillo e rola pra Fabrício, que chuta forte. Renan defende.
  • 29 – Amarelo! Fabrício derruba Giovanni Augusto.
  • 30 – Cruzeiro não tem ataque.
  • 31 – Guilherme santos vai à linha de fundo e cruza rasteiro. Fábio defende.
  • 32 – Rever disputa com Gilberto e fica caído. Choque de joelhos.
  • 33 – jogo recomeça cm bola no chão.
  • 34 – Fabrício derrubado na lateral do campo.
  • 35 – Desperdício! Henrique passa as Francisco Everton, que cruza rasteiro. Gilberto solta uma bomba, no poste esquerdo. No rebote, Montillo chuta por cima.
  • 36 – Troca! Gilberto por Dudu.
  • 37 – Wallyson recebe lançamento dentro da área e chuta, Serginho corta pra escanteio. Montillo cobra, renan defende.
  • 38 – Leandro Guerreiro desarma daniel Carvalho e recua pra Fábio, que dá um chutão. Francisco Everton Cruza, Rever mata no peito dentro da área e despacha a bola.
  • 39 – Troca! Mancini por Wendel.
  • 40 – Dudu passa por Serginho, mas é desarmado por Rever, na esquerda.
  • 41 – Montillo cruza da esqeurda, Wallyson cabeceia, Rena defende.
  • 42 – Finalizações: Cruzeiro 18×13. Francisco Everton derrubado por Fellipe Soutto. PCO nada marca. Everton fica caido com cãimbras.
  • 43 – Dudu cruza da esquerda, Leo Silva corta de cabeça.
  • 44 – Vermelho! Montillo derruba Giovanni por trás com um carrinho.
  • 45 – Jogo parado. Rosanas comemoram a expulsão.
  • 46 – Jogo parado na lateral do campo. Fábio faz cera.
  • 48 – Dudu disputa bola na onta esquerda e descola um escanteio.
  • 49 -Dudu tenta jogada individual e é desarmado.
  • 50 – Gil desarma Daniel Carvalho.
  • 51 – Fabrício vira o jogo da esqeurda pra direita. Leandro Guerreiro recebe a bola, PCO encerra a partids.
  • Fabrício: “Time deles jogou igual time pequeno com todo mundo na defesa, mas no domingo que vem tem mais.”
  • Mancini: “Não tem nada decidido, o Cruzeiro tem um baita time.”


Vídeos

Gol. Globoesportes.com

Atuações

  • Fábio - Falhou na formação da barreira, que deixou uma brecha para o tiro direto de Mancini no 1º gol rosado. Salvou um gol se atirando aos pés de Magno Alves e esteve correto nos demais lances.
  • Pablo - Sofreu com a blitz dos rosados, que escolheram seu lado pra atacar no 1º tempo. Quando começou a se aprumar no jogo, rercebeu um pisão no braço em disputa com Mancini e saiu no intervalo. Mais pelo aspecto técnico do que pelo médico.
  • Leandro Guerreiro - Consertou o lado direito no 2º tempo. Tarde demais, pois a porta já havia sido arrombada. (Raher, por favor, não confunda Guerreiro com Paraná).
  • Victorino - Não ofereceu cobertura necessária a Pablo. De resto, teve atuação normal. E não cometeu o pênalti solicitado por Neto Boiola, que se jogou numa disputa dentro da área.
  • Gil - O melhor da defesa. Quando não ganha a jogada no corpo, dá um bico. Certo é que não enfeitou, nem deu mole para os atacantes rosados.
  • Francisco Everton - Começou apoiando bem, indo várias vezes à linha de fundo. Isto enquanto o time de Vespasiano atacava pela esquerda. Quando o jogo migrou para seu lado, não deu conta do recado.
  • Marquinhos Paraná - Como só ele e Henrique marcam na meiúca, teve trabalho foi dobrado, pois do outro lado, havia quatro garotos famintos disputando todas as bolas. Mesmo assim, MP jogou comn tranquilidade e foi praticamente a única saída de bola do time celeste. No 2º tempo, tentou municiar o ataque, mas aí encontrou o campo congestionado, pois os rosados já estavam bem plantados na defesa.
  • Henrique - Não trouxe pra decisão as frustrações pela desclassificação na Libertadores. Lutou muito, mesmo em condições adversas contra o meio de campo emplumado. A torcida prefere as primadonas que reclamam muito e produzem pouco, mas na hora do vamos ver, quem carrega o piano e, muitas vezes, é obrigado a tocá-lo são os desprezados volantes.
  • Fabrício - Entrou no 2º tempo e botou fogo na partida com troca de sopapos, entradas duras e bate-bocas com os jogadores rosas. Além disto, deu um chute venenoso que o jovem arqueiro de Vespasiano defendeu com dificuldadsee. Está fora de forma, mas com a vergonha intacta na cara.
  • Gilberto - Com a bola nos pés, faz boas jogadas. Mas se precisar de correr atrás da garotada, esqueçam de que ele está em campo. Chutou no poste a melhor chance do 2º tempo e pediu pra sair por cansaço.
  • Montillo - Fez uma jogada espetacular no gol celeste e mais duas ou três interessantes no decorrer da partida. Sempre individualmente, pois o ataque está árido de talentos com quem dialogar.
  • Zé Ortigoza - Pesadão, moleirão, fácil de ser marcado. Parece que cumpriu seu contrato integralmente no jogo em Manizales.
  • Wallyson - Oportunista, fez o gol celeste. Cruzou algumas bolas, voltou várias vezes pra marcar no campo de defesa, mas ainda está longe do Blue Bull, que irradiava energia antes de se contundir.
  • Dudu - Muita animação, pouco espaço pra criar e concluir. Pode ser boa alternativa pra dar velocidade ao ataque no jogo de volta.
  • Cuca - Escalou dois meias que não marcam pra enfrentar um meio de campo com garotos que estão voando. Isto quando tinha a vantagem do empate. Quando a perdeu, passou a jogar com três volantes. Estaria com medo de ser goleado e, por isso, preferiu perder de pouco pra tentar a sorte no próximo domingo? Terá uma semana pra ajustar o time sabendo que tem de vencer, mas não poderá jogar irresponsavelmente perdendo o meio de campo. Agora, é chorar menos e escalar uma equipe mais equilibrada. Quanto à sua demissão, pedida por muitos, não vejo razão pra tanto. Termocefalia precisa ter limite. Depois do campeonato, a diretoria deve resolver com ele quem tem ou não condição de jogar no Cruzeiro. Até lá, é boca fechada e muito trabalho. Ficou difícil campeonar, mas não impossível.
  • Torcida - Impedida de ir ao estádio, cornetou à vontade no mundo virtual. Ok, catarse é necessária.
  • Juiz & Bandeiras - O trio errou três vezes, todas contra o Cruzeiro. Houve um pênalti de Rever em Ortigoza, que PCO não deve ter visto, pois a bola estava na ponta e o lance ocorreu dentro da área. Um impedimento mal marcado impediu Ortigoza de chegar livre à cara do gol. E a expulsão de Montillo, embora se encaixe no quadro de critérios do juiz, foi exagerada. Era lance pra cartão amarelo, nada mais. Agora, chega de PCO! No próximo ano, que ele não apareça de novo por aqui. Se possível, deve ser enviado ao Afeganistão pra apitar um tira-teima entre soldados americanos e terroristas talebãs.
  • Atlético-MG - O time todo jogou muito bem com imensa disposição pra marcar e encurtar espaços, inteligência pra armar boas jogadas em velocidade e tranquilidade de quem sabia o que fazer. Os garotos do meio de campo e o veterano Mancini foram os melhores.

O que foi dito

  • Fabrício, volante do Cruzeiro: Temos a semana pra descansar, igualar na parte física, e conseguirmos nossa vitória. A discussão foi normal, tentando provocar, mas o Mancini é malandro, não cai, eu também não. Isso faz parte do jogo. O que decide mesmo é jogar bola. Hoje ele fez gol, foi feliz. Agora, é conseguir nossa vitória semana que vem.
  • Cuca, treinador do Cruzeiro: Existe um desgaste natural de quem jogou um decisão na quarta-feira. Isso ficou muito claro, principalmente na 1ª etapa, quando estava um sol mais quente e eles foram mais rápidos do que nós. Não acusamos o golpe de quarta-feira, o que houve foi desgaste pela perda, com alguns jogadores mais abatidos do que outros e até por isso não jogaram. Tivemos um começo pior, depois melhoramos, empatamos e dominamos, mas tomamos outro gol quando estávamos melhores. No 2º tempo, vi um Cruzeiro forte, organizado e que criou oportunidades. A bola que bateu na trave poderia muito bem ter entrado. Wallyson teve mais duas chances e o Atlético teve uma ou duas também. Foi um jogo equilibrado no 2º tempo, cada um com sua característica. O Atlético no contragolpe e o Cruzeiro tentando empatar. É claro que nós acreditamos no título. Hoje, o Atlético mudou a vantagem com toda a torcida a seu favor. No próximo domingo, nós teremos a torcida a nosso favor e temos que vencer pra sermos campeões. Tenho informações de nada houve no lance da expulsão. Ele veio abrindo o bolso direito pra dar o cartão amarelo e quando houve a pressão do banco e da torcida ele pegou o vermelho. Semana passada, ele foi alvo de diversas críticas, acho que de forma até dura, mas hoje faltou pra ele aplicar a regra e não se deixar levar pelo grito do banco de reservas e da torcida. A imagem é clara. O que é que eu vou falar? Se falar o que eu sinto, pego 30 dias de suspensão. A gente é refém. Tem que ficar quietinho e dar parabéns e ainda dizer que o juiz é bom.
  • Pablo, lateral-direito do Cruzeiro: O resultado ruim de hoje, não nos impede de conseguir um bom no próximo domingo. Vamos trabalhar, colocar a cabeça no lugar e voltar a jogar o futebol que encantou muita gente.
  • Francisco Everton, lateral-esquerdo do Cruzeiro: O Cruzeiro está mais vivo do que nunca. Temos 90 minutos pra reverter esse placar. No segundo jogo, vamos ter a mesma pegada deste 2º tempo. Eles podem comemorar hoje. Domingo será diferente.
  • Fábio, goleiro do Cruzeiro: Agora eles têm uma pequena vantagem, como a que gente tinha. E nós vamos precisar de uma vitória simples.
  • Montillo, armador do Cruzeiro: Não sou um jogador violento, tanto que esta foi a primeira expulsão da minha carreira. Lamento bastante não participar da partida mais importante do campeonato e agora só me resta ficar na torcida. Estarei presente no estádio e sei que o Cruzeiro tem condições de reverter a situação e conquistar o título. Foi um lance rápido em que não tive a intenção de atingir o adversário. Infelizmente, fui expulso e não poderei ajudar meus companheiros na decisão.
  • Dorival Jr., treinador do Atlético-MG: Foi uma partida muito disputada, digna de um clássico. Tivemos situações de perigo de ambos os lados, com velocidade, muita marcação e força. Não enfrentamos qualquer equipe, e sim um time que até três ou quatro dias atrás era o principal favorito para disputar as finais da Libertadores. Um time vice-campeão brasileiro, que joga junto há muito tempo, tem conjunto muito bom, jogadores que decidem e é bem dirigido. Foi um jogo muito equilibrado. Fico contente com o desempenho do nosso meio-campo, que é novo e com jogadores formados aqui. Ainda havia dúvidas sobre o comportamento do time, que foi remodelado. Havia algumas indefinições, por isso foi uma grande vitória. Conseguimos inverter um quadro importante, mas não há nada definido. Está em aberto e as emoções na próxima semana serão ainda maiores. Demos o primeiro passo, mas só o primeiro.
  • Marco Soalheiro, no PHD: Cuca foi péssimo, mais uma vez, em momento de pressão. Eu não apostaria mais nele. Escalou mal e demorou demais a mexer. Fábio falhou feio no gol de falta. Montillo teve atitude muito infeliz pra alguém que sabe ser o craque do time. Jogador deve se preocupar em jogar bola e não em dar tapas, xingar adversários ou dar entrevistas tolas, como a do Fabrício. O título está perdido? Não. Mas vamos precisar de mais bola e muita sorte.
  • Naldo Morato, no PHD: No 1º gol, todos pensaram que o Mancini levantarias a bola pra um dos grandalhões que estavam na área, mas ele mandou direto pro gol. Bola totalmente defensável, mas Fábio foi surpreendido e aceitou. No 2º, o adversário atacou pelo meio e Patric desceu sozinho pela avenida direita, recebeu livre, bateu cruzado e marcou. A expulsão do Montillo, apesar do excesso de rigor, mostra como está o emocional da equipe. Não precisava daquela jogada.
  • Gustavo Sobrinho, no PHD: Cuca foi mal, de novo. E a maioria dos jogadores também. Tivemos até falha do Fábio, uma raridade. O Cruzeiro não entrou com menos vontade que o adversário. Houve foi erro tático e de posicionamento que fez o time ficar perdido na marcação. E a expulsão do Montillo foi um absurdo!
  • Mariana Resende, no PHD: Tô em São Tiago, terra em que pouquíssimas vezes vi o Cruzeiro vencer. Zica brava! Mas nada que abone o Cuca. Ele tá mandando mal, lê a partida de uma maneira muito esquisita. Me ajuda aí, Cuca! Vê se pára de dar manota!

Fontes

Transmissão

  • Globo Minas
  • Sportv