Anderson Vital da Silva

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar

[edit]

Dedé
Dedé.png
Informações pessoais
Nome completo Anderson Vital da Silva
Data de nasc. 01/07/1988 (32 anos)
Local de nasc.

Volta Redonda

Altura 1.93m
Peso 88 kg
Destro
Apelido Mito
Número 26[1]
Posição Zagueiro
Jogos 188 (Oficais: 181 / Amistosos: 7)
Gols 15
Twitter Dedevital
Facebook Dede.Mito.Oficial
Elenco atual? Não
Primeiro jogo
Cruzeiro 4x0 Resende - 22/05/2013
Último jogo considerado
Corinthians 1x2 Cruzeiro - 19/10/2019

Anderson Vital da Silva, mais conhecido como Dedé, é um jogador de futebol que atua de zagueiro.

Histórico[editar]

Dedé foi anunciado oficialmente no dia 17 de abril de 2013 como a contratação mais cara da história do Cruzeiro[2][3] e o zagueiro mais caro do país.[4] O jogador chegou a Belo Horizonte no dia 18 de abril e foi recepcionado por 3.500 cruzeirenses que foram ao aeroporto de Confins recepcionar o jogador.[5]

O jogador escolheu usar a camisa 26:[1]

“Sobre o número 26, todo mundo acha que é um número marcante, mas foi pura coincidência. Quando cheguei ao Vasco, só tinha números altos, e eu não queria um número muito alto. Aí, um jogador saiu e deixou a camisa 26. Falei que queria ela, porque queria o número mais baixo. E ficou marcada e merece ser usada com orgulho.”

No dia da apresentação, a polêmica e início[editar]

No dia 19 de abril de 2013 Dedé foi apresentado oficialmente, de maneira diferente, no supermercado (Supernosso).[6] No mesmo dia que se apresentou todos foram surpreendidos com a notícia que um Oficial de Justiça foi a São Januário e à Federação de Futebol do Estado do Rio com mandado de segurança que proíbe a negociação dos direitos federativos até pagamento da dívida de um bloqueio que o Vasco tinha com a Fazenda.[7]

Mesmo com o bloqueio da transferência, Dedé começou os treinos no dia 20 de abril.[8] Fez sua estreia na vitória de 4x0 sobre o Resende pela Copa do Brasil 2013 no dia 22 de maio de 2013.

Seleção[editar]

No dia 26 de setembro de 2013 foi convocado para Seleção Brasileira pela primeria vez como jogador do Cruzeiro[9] [10].

Cirurgia[editar]

Dedé se lesionou em 5 de novembro de 2014, no empate por 3 a 3 com o Santos, na Vila Belmiro, pela semifinal da Copa do Brasil 2014. Ele sofreu um edema ósseo no joelho direito. O tratamento conservador não surtiu efeito e foi necessária a realização da cirurgia que ocorreu no dia 20 de janeiro de 2015. A previsão de retorno aos gramados era de seis a oito meses. Por causa dessa cirurgiao ele não pode participar com o grupo da pré-temporada. [11]

No dia 31 de janeiro de 2016, voltou a jogar contra a URT pelo Campeonato Mineiro. Após 5 jogos, sofreu uma fratura por stress no joelho. Quando a recuperação parecia estar no fim, as dores voltaram e foi decidido por uma nova cirurgia feita nos Estados Unidos.[12][13] A previsão de volta foi em 2017.

Renovação[editar]

No dia 13 de dezembro de 2016 Dedé renovou[14] o contrato com o Cruzeiro até o fim de 2018. O jogador ainda seguia em tratamento no joelho da cirurgia feita no início do ano.

Nova cirurgia[editar]

Dedé voltou a jogar no dia 21 de março depois de ficar fora do futebol por um ano e vinte e dois dias por causa de uma grave lesão no joelho direito. No dia 28 de maio de 2017 ele deixou a partida contra o Santos, no intervalo, com dores. O próprio jogador chegou a dizer que não acreditava se tratar de algo grave, mas estava errado[15].

No dia 29 de setembro de 2017 o clube anunciou que Dedé faria uma nova cirurgia, uma artroscopia no joelho esquerdo[16].

Resumo das cirurgias[editar]

  • 2014 - Dedé lesionou o ligamento do joelho direito após a vitória sobre o Coritiba, por 3 a 2, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro no dia 17 de maio. Mas, não precisou passar por cirurgia. A volta aos gramados em partidas oficiais aconteceu diante do Figueirense, no dia 26 de julho, no triunfo celeste por 5 a 0, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. No dia 5 de novembro, Dedé teve constatado um edema ósseo no joelho direito, depois do duelo com o Santos, na Vila Belmiro, válido pela segunda partida da semifinal da Copa do Brasil.
  • 2015 - Sem sucesso com o tratamento, o Cruzeiro optou por uma intervenção cirúrgica mais incisiva, em janeiro, que o deixaria de fora dos gramados no primeiro semestre da temporada de 2015. Meses se passaram e, em outubro, sem a volta de Dedé, a diretoria confirmou que, na verdade, o zagueiro havia realizado dois procedimentos cirúrgicos e não apenas um, como tinha sido divulgado pelo clube.
  • 2016 - Após 14 meses sem jogar, Dedé voltou a atuar: no dia 28 de fevereiro, no empate em 1 a 1 com o América-MG, no Mineirão, pelo Campeonato Mineiro. Em março, depois de apenas seis jogos, o defensor sofreu uma fratura na patela do joelho direito. A partir daí, ele passou por tratamento na Toca da Raposa II até ser liberado para a transição. Mas, durante as atividades no campo, o Mito voltou a sentir o local da lesão. Em novos exames, os médicos concluíram que o jogador precisaria passar por uma nova cirurgia.
  • 2017 - Em março, Dedé voltou a jogar: no empate, por 0 a 0, contra o Joinville, pela Primeira Liga. No dia 10 de junho, após poupar o jogador por três partidas por causa de dores no joelho esquerdo, o Cruzeiro divulgou que Dedé sofreu um edema ósseo no local. Ele pararia, inicialmente, de quatro a seis semanas. Pouco tempo depois, o clube afirmou que Dedé foi submetido a uma ressonância no início da semana, que confirmou que o edema ósseo no joelho esquerdo. Em setembro, o zagueiro passou por cirurgia e iniciou, novamente, uma recuperação para voltar aos gramados.
Dedé logo após marcar o 1º gol após retorno aos gramados.
(Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Recomeço[editar]

Após ficar 38 semanas fora dos gramados, Dedé tem seu retorno no dia 24 de fevereiro de 2018, na vitória em 3x0 sobre o Boa Esporte pelo Campeonato Mineiro 2018.

100 jogos[editar]

No dia 7 de março de 2018, Dedé fez o seu 100º jogo com a camisa do Cruzeiro na vítoria por 3x0 contra a URT pelo Campeonato Mineiro 2018.

Mais um ano[editar]

No dia 10 de abril de 2018, Dedé renova o contrato por mais uma ano com o Cruzeiro. O contrato que chegaria ao fim ao final da temporada foi renovado até o final de 2019.[17]

Seleção de novo e contrato novo[editar]

No dia 17 de agosto de 2018, Dedé foi convocado por Tite para dois amistosos nos Estados Unidos[18]. Um dia após a diretoria anunciou[19] a renovação seu contrato até 2021. O contrato anterior iria até o fim de 2019.

Saída[editar]

Depois do rebaixamento do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro 2019, o jogador decidiu não se adequar a nova política salarial do clube para a temporada 2020. Com o clube deu um prazo para o jogador conseguir uma proposta para se transferir para outro time.

O prazo expirou no dia 4 de fevereiro de 2020, quando deveria ser apresentar ao clube, o que não ocorreu[20]. Jogador disse que se aprensentaria no dia 8 de fevereiro o que também não aconteceu[21]

No dia 10 de fevereiro foi liberado para concluir a recuperação no Rio de Janeiro[22][23]

No dia 2 de março foi para uma nova cirurgia em conjunto com especialistas da área e externamente aos profissionais do departamento médico do Cruzeiro[24]. A previsão de recuperação da nova cirurgia foi de 6 meses[25].

Números por ano[editar]

    Lista está ordenada por número de jogo. Clique nas setas para mudar ordenação
    Ano Jogos Titular Reserva Cartões Amar. Cartão amarelo recebido aos Cartões Verm. Cartão vermelho recebido aos Gols Gol aos do Banco
    2018 45 45 0 10 2 3 6
    2014 48 46 2 12 0 5 0
    2019 45 45 0 9 1 3 0
    2013 37 37 0 4 0 3 0
    2017 7 6 1 2 0 1 8
    2016 6 5 1 0 0 0 0

Clubes Anteriores[editar]

Títulos[editar]

Individuais[editar]

Mídia[editar]

Entrevistas Coletivas[editar]

Vídeos[editar]

Entrevista do jogador para o programa "Kajuru Pergunta"
Dedé fala sobre novo procedimento cirurgico
Anuncio da renovação de contrato

Áudios[editar]

Legenda -
Entrevista ao programa Bastidores no dia 30/10/2013
Entrevista ao programa Bastidores no dia 30/10/2013

Referências[editar]

  1. 1,0 1,1 Globoesporte - Dedé explica o porque do 26
  2. Superesportes - Cruzeiro anuncia Dedé
  3. Globoesporte - Mattos fala sobre a vinda de Dedé
  4. Superesportes - Zagueiro mais caro do país
  5. Superesportes - Chegada ao aeroporto
  6. Globoesporte - Apresetação com ação de marketing
  7. Globoesporte - Credora bloqueia transferencia
  8. Globoesportes - Dedé faz treinos físicos na toca II
  9. De volta a seleção
  10. Dedé é convocado e desfalca Cruzeiro em duas partidas
  11. Cirurgia de Dedé ocorre bem e atleta deve ter alta nesta quarta-feira
  12. Dedé será submetido a cirurgia e só volta a jogar em 2017
  13. Zagueiro Dedé passará por novo procedimento cirúrgico, nos EUA
  14. Cruzeiro anuncia renovação de contrato de Dedé até o fim de 2018
  15. Cruzeiro informa lesão no joelho esquerdo de Dedé e divulga tempo de recuperação
  16. Clube informa procedimento cirúrgico do atleta Dedé
  17. Vice de futebol do Cruzeiro anuncia renovação com zagueiro Dedé até 2019
  18. Zagueiro Dedé é convocado para a seleção brasileira para dois amistosos nos EUA
  19. Diretoria celeste anuncia renovação de contrato do zagueiro Dedé
  20. Notificado, Dedé não se apresenta no Cruzeiro; Ariel volta, mas sem definição
  21. Dedé não se reapresenta, e diretor do Cruzeiro diz que vai levar assunto ao Conselho Gestor
  22. Dedé é liberado pelo Cruzeiro para concluir recuperação no Rio
  23. Cruzeiro libera Dedé para concluir 'trabalho de retorno aos campos' no Rio de Janeiro
  24. Liberado para cirurgia, Dedé terá salário dentro do teto do Cruzeiro
  25. Cruzeiro ainda busca uma solução para o zagueiro Dedé
  26. Sportv - Éverton Ribeiro leva o bi no Craque do Brasileirão
  27. Craque da Final
  28. Imprensa mineira elege os melhores do futebol no estado na 56ª edição do Troféu Guará BMG
  29. Troféu Telê Santana elege os melhores do esporte em Minas em 2018: veja seleção, craque e revelação
  30. Melhores do Mineiro: seleção do torneio tem soberania do campeão Cruzeiro
  31. Seleção GE: após estaduais, Cruzeiro domina lista de destaques do futebol brasileiro