Adílson Dias Batista

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
(Redirecionado de Adilson Batista)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Adílson Dias Batista, mais conhecido como Adílson Batista, atuou no Cruzeiro como técnico e como jogador (zagueiro).


Como treinador[editar]

[edit]

Adilson Batista.png
Adílson Batista
Números totais
Número de jogos 184
Vitórias 100
Empates 38
Derrotas 46
Gols pró 337 (média: 1.83 )
Gols contra 212 (média: 1.15 )
Aprov. em pontos 61,23%
Aprov. de vitórias 54,35%
Último jogo considerado
Cruzeiro Escudo Cruzeiro.png 0x1 Escudo Coimbra Sports.png Coimbra - 15/03/2020
Substituiu Foi substituido por

2007 Dorival Júnior Cuca 2010
2019 Abel Braga Enderson Moreira 2020

Adílson Batista foi técnico do Cruzeiro em duas passagens.

Histórico[editar]

Primeira passagem[editar]

Teve sua primeira passagem entre dezembro de 2007 e junho de 2010. Foi anunciado no dia 6 de dezembro[1][2] para substituir Dorival Júnior e pediu demissão no dia 3 de junho de 2010, sendo substituído por Cuca no mesmo mês.

Estreou na vitória de 4 a 0 contra o Uberaba no dia 27 de janeiro de 2008, jogo válido pelo Campeonato Mineiro daquele ano. O último jogo que comandou a equipe celeste foi no empate de 0 a 0 com o Santos no Mineirão, jogo válido pelo Campeonato Brasileiro 2010.

Adilson durante uma entrevista.

Em dois anos e meio, o treinador foi bicampeão mineiro (2008 e 2009), com duas goleadas sobre o Atlético-MG, nas duas finais, ambas por 5 a 0. Em 2010, foi eliminado pelo Ipatinga nas semifinais.

O técnico comandou o clube celeste em três Copas Libertadores da América consecutivas, levando a equipe à final em 2009, às quartas de final em 2010 e às oitavas em 2008. Não comandou o Cruzeiro em nenhum jogo da Copa do Brasil por causa do regulamento da época, onde clubes que estavam a Libertadores não poderiam disputar a competição.

No Campeonato Brasileiro, Adílson levou o Cruzeiro ao terceiro lugar em 2008 e quarto lugar em 2009. Em 2010, quando deixou o clube quando Cruzeiro estava na sexta posição.

Última partida foi contra o Santos no empate em 0x0. Essa também foi a última partida do Cruzeiro no Mineirão antes da reforma para a Copa do Mundo de 2014.

Segunda passagem[editar]

No dia 29 de novembro de 2019 foi anunciado[3][4][5] seu retorno ao clube com a missão de impedir o rebaixamento do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro 2019. O clube se encontrava na 17ª posição, faltando 3 jogos para o fim do campeonato. Pela situação crítica, tanto financeira quanto no Brasileiro, Adilson veio apenas apalavrado com a diretoria sem nenhum acerto de valores de salário ou contrato. A prioridade era livrar o Cruzeiro do rebaixamento[6]. Adilson desembarcou em Belo Horizonte um dia depois de ser demitido do Ceará após 2 meses de trabalho no clube e se apresentou no mesmo dia do anúncio. Ceará disputava diretamente com o Cruzeiro pela última vaga na zona de rebaixamento.

Durante a apresentação, Zezé Perrella confirmou que Adilson ficaria no clube até o final de 2020 independente do que acontecesse no Brasileiro.

O primeiro jogo foi a derrota por 1x0 para o Vasco em São Januário.

Sob seu comando o Cruzeiro perdeu os 3 últimos jogos de 2019 e foi rebaixado para a série B em 2020.

No dia 12 de dezembro foi confirmada sua permanência para 2020[7] mesmo com a saída de Zezé Perrella que o trouxe.

No dia 16 de dezembro assinou o contrato até o fim de 2020[8][9][10][11]

No dia 12 de março chegou a ter a demissão definida pelo conselho gestor (e anunciado pela imprensa) mas as opiniões de Carlos Ferreira e Pedro Lourenço pesaram para mudar a decisão e o treinador se mateve no clube[12][13][14].

No dia 15 de março, após a derrota para o Coimbra por 1x0 pelo Campeonato Mineiro 2020 foi demitido do clube[15][16]. A derrota foi o último jogo do Cruzeiro antes do cancelamento dos jogos por causa do COVID-19. No dia 18 de março foi anunciado o seu substituto, Enderson Moreira.

Entrou na justiça do trabalho contra o clube cobrando R$ 1,3 milhões referente a salários atrasados. No dia 2 de outubro de 2020 entrou em acordo para receber R$ 720 mil[17].

Estatísticas ano a ano[editar]

Ano Jogos Vitórias Empates Derrotas Aprov. Gols pró Gols contra Saldo de gols
2008 64 38 9 17 64,06% 115 73 42
2009 71 41 16 14 65,26% 139 81 58
2010 34 17 9 8 58,82% 68 38 30
2019 3 0 0 3 0,00% 0 5 -5
2020 12 4 4 4 44,44% 15 15 0

Confrontos como técnico adversário[editar]

Enfrentou o Cruzeiro 9 vezes: 2 V, 2 E, 5 D

Jogos[editar]

  1. Cruzeiro 3x0 Grêmio - 05/11/2003 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 2003
  2. Paysandu 3x1 Cruzeiro - 25/09/2004 - (Mangueirão / Belem) - Campeonato Brasileiro 2004
  3. Cruzeiro 4x0 Figueirense - 08/10/2005 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 2005
  4. Figueirense 0x2 Cruzeiro - 30/04/2006 - (Orlando Scarpelli / Florianópolis) - Campeonato Brasileiro 2006
  5. Cruzeiro 1x0 Corinthians - 25/08/2010 - (Parque do Sabiá / Uberlândia) - Campeonato Brasileiro 2010
  6. Cruzeiro 3x3 São Paulo - 05/10/2011 - (Arena do Jacaré / Sete Lagoas) - Campeonato Brasileiro 2011
  7. Cruzeiro 0x0 Atlético-GO - 20/05/2012 - (Parque do Sabiá / Uberlândia) - Campeonato Brasileiro 2012
  8. Vasco 2x1 Cruzeiro - 23/11/2013 - (Maracanã / Rio de Janeiro) - Campeonato Brasileiro 2013
  9. América-MG 1x2 Cruzeiro - 04/11/2018 - (Independência / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 2018

Títulos[editar]

Individuais[editar]

  • Eleito o melhor técnico em 2008 e 2009 no troféu Tele Santana.

Mídia[editar]

Entrevistas[editar]

Vídeos[editar]

"O Cruzeiro chega"
Apresentação na segunda passagem
Entrevista para o canal noticioso
Entrevista para o Deus me Dibre
Entreivsta à FoxSports após demissão em 2020
Entrevista pro Cruzoeiro

Áudios[editar]

Adilson confirma que continua no Cruzeiro após saída de Zezé Perrella

Como Jogador[editar]

[edit]

Adílson Batista
Adilson Batista Jogador.jpg
Informações pessoais
Nome completo Adílson Dias Batista
Data de nasc. 16/03/1968 (52 anos)
Local de nasc.

Adrianópolis

Altura 1.83m
Posição Zagueiro
Jogos 162
Gols 15
Elenco atual? Não
Primeiro jogo
Cruzeiro Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Nacional-UB.png Nacional-UB - 04/03/1989
Último jogo considerado
River Plate Escudo River Plate.png 2x0 Escudo Cruzeiro.png Cruzeiro - 28/10/1992


Adílson Batista é um ex-jogador que fez história no Cruzeiro e atuou pelo Clube celeste entre os anos de 1989 e 1993. Esta foi a primeira passagem dele no Clube: 15 anos depois assumira o comando técnico a beira do campo.


Histórico[editar]

Adilson atuava como zagueiro ou, às vezes, como volante. Sua condição técnica permitiu que fosse um jogador de alto nível mesmo com lesões graves durante sua carreira. Ele era um líder nato.

A primeira passagem do Adilson pelo Cruzeiro começou em 1989 e terminou em 1993. Ele veio do Atlético-PR e saiu para o Internacional. Pelo Cruzeiro foram 162 jogos e 15 gols.

Adilson foi um dos convidados e participou do Jogo Alex 10 Eterno, realizado no dia 27 de junho de 2015. Na ocasião era treinador do Joinville, que estava na cidade para enfrentar o Atlético-MG no domingo.

Números por ano[editar]

    Lista está ordenada por número de jogo. Clique nas setas para mudar ordenação
    Ano Jogos Titular Reserva Cartões Amar. Cartão amarelo recebido aos Cartões Verm. Cartão vermelho recebido aos Gols Gol aos do Banco
    1991 39 39 0 6 1 3 0
    1990 35 35 0 2 2 3 0
    1989 15 14 1 3 0 1 0
    1992 15 14 1 4 1 0 0

Confrontos como jogador adversário[editar]

Enfrentou o Cruzeiro 7 vezes: 2 V, 2 E, 3 D. Marcou 2 gols.

Jogos[editar]

  1. Cruzeiro 0x0 Atlético-PR - 11/09/1988 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Copa Brasil 1988
  2. Internacional 3x0 Cruzeiro - 03/10/1993 - (Beira-Rio / Porto Alegre) - Campeonato Brasileiro 1993
  3. Cruzeiro 4x1 Internacional - 14/11/1993 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 1993
  4. Atlético-MG 1x3 Cruzeiro - 06/03/1994 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Mineiro 1994
  5. Cruzeiro 1x1 Atlético-MG - 01/05/1994 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Mineiro 1994
  6. Atlético-MG 1x0 Cruzeiro - 23/10/1994 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 1994
  7. Cruzeiro 2x1 Grêmio - 06/10/1996 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 1996

Títulos[editar]

Individual[editar]

Links[editar]

Referências[editar]