ABC 3x2 Cruzeiro - 15/10/2014

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Flamengo.png 3x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Vitória.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png
Por Copa do Brasil 2014
Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo ABC.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Santos.png
No estádio Arena das Dunas
Escudo América-RN.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Última ficha →
Contra ABC
Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo ABC.png Gol aos do Última ficha →

[edit]

Escudo ABC.png
ABC
3 × 2 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
Jogo de volta das Quartas de Finais da Copa do Brasil 2014
Data: 15 de outubro de 2014 Local: Natal, RN
Horário: 22h Estádio: Arena das Dunas
Árbitro: Anderson Daronco Público pagante: 18.530
Assistente 1: Fabrício Vilarinho da Silva Público presente: 20.596
Assistente 2: Fábio Pereira Renda: R$ 772.565,00 R$ 772.565 <br />Cr$ 772.565 <br />NCr$ 772.565 <br />Cz$ 772.565 <br />NCz$ 772.565 <br /> (preço médio: R$ 41,69 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
ABC: Cruzeiro:

1. Gilvan 1. Fábio Cartão amarelo recebido aos 48  (2T) 48'  (2T)  
2. Mádson 2. Ceará
3. Suéliton 26. Dedé Cartão amarelo recebido aos 19  (2T) 19'  (2T)  
4. Marlon 33. Manoel
6. Sameul 5. Egídio Substituição realizada 41' (2T) de jogo 41' (2T) ( 3. Léo )
5. Fábio Bahi 15. Willian Farias
7. Patrick Substituição realizada 34'(2T) de jogo 34'(2T) ( 21. Alvinho Gol aos 30 do  (2T) 30'  (2T) ) 8. Henrique  Gol aos 42 do  (1T) 42'  (1T)
8. Daniel 19. Nílton Cartão amarelo recebido aos 30  (2T) 30'  (2T)  
10. Xuxa Gol aos 20 do  (2T) 20'  (2T) 29. Alisson Cartão amarelo recebido aos 11  (2T) 11'  (2T)   Substituição realizada 17' (2T) de jogo 17' (2T) ( 35. Neilton )
9. Rodrigo Silva Gol aos 15 do  (2T) 15'  (2T) 25. Willian  Gol aos 30 do  (1T) 30'  (1T)
11. João Paulo Substituição realizada 24'(1T) de jogo 24'(1T) ( 19. João Henrique Substituição realizada 39'(2T) de jogo 39'(2T) ( 20. Beto ) ) 9. Borges Substituição realizada 43' (1T) de jogo 43' (1T) ( 23. Marlone )
Técnico: Moacir Júnior Técnico: Marcelo Oliveira
Reservas que não entraram na partida
ABC: Cruzeiro:

Pré-Jogo

CLASSIFICAÇÃO. O Cruzeiro entrou na competição nas oitavas de final desclassificando o Santa Rita, com vitórias de 5×0, no Mineirão, e 2×1, em Arapiraca.

AUSENTES no Cruzeiro: Alan (G), Marcelo Moreno (A), Tinga (V), Júlio Baptista (M), Eurico (V), Alex (B), lesionados, Marquinhos (M), que já atuou pelo Vitória nesta Copa do Brasil, e Everton Ribeiro, servindo à Seleção Brasileira.

BANCO do Cruzeiro: Rafael Monteiro (G), Mayke (L), Bruno Rodrigo (B), Leo Simões (B), Lucas Silva (V), Marlone (M), Neilton (A).

CEARÁ, lateral direito do Cruzeiro: “Treinamos pênaltis porque a decisão poderá ser feita nas penalidades e temos que nos preparar, mas fa deremos tudo pra conseguir a classificação sem precisar passar por isso. Teremos de nos esforçar muito, pois o adversário está bem preparado e contará com o apoio da sua torcida pra nos pressionar.”

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 21h50. TIMES em campo. Cruzeiro, todo de azul. ABC, todo de branco.
  • 22h. COMEÇA o jogo. Cruzeiro, à esquerda das tribunas.
  • 00 Moacir Júnior, técnico do ABC, gesticula à beira do gramado. Quer máxima atenção de seus atletas.
  • 01 Falta a favor do Cruzeiro.
  • 02 Egídio cobra falta lançando a bola na área abecedista. Manoel e Nilton vão na bola, que passa por cima do arco defendido por Gilvan.
  • 02 BARULHAÇO da torcida do ABC atrás do arco defendido por Fábio.
  • 03 Madson ataca pela direita, Dedé recupera a bola pro Cruzeiro.
  • 04 Alisson tenta armar jogada de ataque, Marlon despacha a bola pra longe.
  • 05 Xuxa aciona Rodrigo Silva, que está impedido.
  • 06 Alisson cruza da esquerda, Patrick afasta de cabeça, pra escanteio.
  • 07 BALIZA. Alisson cobra escanteio pela esquerda, Nilton cabeceia, bola acerta o travessão. Goleiro Gilvan nem viu o que aconteceu.
  • 08 CHUTAÇO. Rodrigo Silva chuta da intermediária, com força e bem colocado. Fábio espalma pra corner.
  • 09 Na cobrança de escanteio, Marlon cabeceia pra fora.
  • 10 ABC aposta na pressão, Cruzeiro nos contrataques.
  • 11 Alisson, na entrada da área, rola pra Borges, que acerta um belo chute de direita. Bola passa rente ao travessão.
  • 12 Xuxa cobra escanteio, que dá em nada.
  • 13 EQUILÍBRIO.
  • 14 João Paulo ataca pela esquerda, dribla Ceará e aciona Rodrigo Silva, que desperdiça o lance.
  • 15 KLÊNYO GALVÃO, do GloboEsporte: “Ao menor vacilo do ABC, Cruzeiro toma a bola e scontrataca com velocidade. ABC está desatento.”
  • 16 Após rcelamação do volante Nilton, que pdeiu mais calma ao time, os jogadores do Cruzeiro passam a
  • 16 Borges deixa o braço no rosto de Suéliton. Anderson Daronco marca a falta.
  • 17 João Paulo cai fora de campo e preocupa o médico do ABC.
  • 18 Cruzeiro troca passes, ABC rouba a bola.
  • 19 João Paulo, de volta a campo, tenta um passe pra Xuxa, mas Dedé afasta a bola pra longe.
  • 20 Dividida entre Samuel e William, que leva a pior e fica caído.
  • 21 João Paulo pede substituição. João Henrique vem aí.
  • 22 Patrick cobra falta, Fábio fica com a bola.
  • 23 BALÃO. Nilton recebe bom passe na entrada da área e chuta forte. Bola ganha altura e cai na arquibancada, atrás do arco de Gilvan.
  • 24 João Paulo voltou a sentir uma lesão no pé direito, que já o havia tirado do jogo contra o Náutico, pela Série B.
  • 24 TROCA. João Paulo x João Henrique
  • 25 Patrick, ataca pela direita, Manoel corta pra escanteio.
  • 26 BATERREBATE na área celeste, Rodrigo Silva se prepara pra marcar, mas Fábio é mais esperto, dá um leve toque na bola e fica com ela.
  • 27. Dupla Madson e Patrick armam as melhores jogadas do ABC, pela direita.
  • 30 GOL. Egídio cobra escanteio pela esquerda, Xuxa corta de cabeça, William fica com o rebote e chuta no ângulo esquerdo, sem chance pra Gilvan: CRUZEIRO 1×0.
  • 32 IDEFESAÇA. João Henrique recebe bola ajeitada por Rodrigo Silva e chuta forte. Fábio defende parcialmente, João Henrique tenta chutar novamente, porém Manoel aparece pra ceder escanteio.
  • 35 Moacyr Júnior, técnico do ABC, não se conforma com o gol desperdiçado e tem um ataque de nervos no banco de reservas.
  • 37 ABC continua jogando preferencialmente pala direita. Egídio tem muito trabalho pra conter Patrick e Madson.
  • 39 Fábio sai do gol e não consegue cortar a bola, que fica com João Henrique. Atacante fica com o gol aberto, mas chuta fraco e dá tempo a Manoel pra limpar a área celeste.
  • 40 Marcelo Oliveira reclama com Anderson Daronco. Os dois discutem, mas logo o jogo trcomeça.
  • 41 GOL. Contrataque fulminante do Cruzeiro pela esquerda. Alisson dribla Gilvan e dá um lindo toque por cima do oleiro. A bola já estava entrando no gol, quando Henrique aparece pra completou pra rede. CRUZEIRO 2×0.
  • 42. Décimo gol do Cruzeiro na Copa do Brasil, 1º de Henrique.
  • 43 TROCA Borges x Marlone.
  • 44 Borges sentiu dores musculares.
  • 45 Dois minutos de acréscimos.
  • 46 João Henrique é vaiado quando pega na bola. Torcida do ABC não o perdoa peloas duas chances desperdiçadas.
  • 47 FIM do 1º tempo.
  • MARIANA RESENDE, no PHD: “Se o ABC tivesse um atacante decente teria empatado e até virado em dois lances que evidenciaram, de novo, a má fase da defesa celeste. Dedé e Manoel estão pilhados demais, Dedé principalmente.”
  • GABRIEL, no PHD: “Bom 1º tempo do Cruzeiro. O ABC abriu desde o início, aí é fatal mesmo!”

Segundo Tempo

  • 22h05. COMEÇA o 2º tempo.
  • 46 Cruzeiro voltou pressionando o ABC.
  • 47 Falta para o ABC. Patrick cobra, nada acontece.
  • 48 Marlone tenta passar por Sueliton, defesa alvinegra despacha bola pra lateral.
  • 50 ABC não consegue trocar passes e sofre com ataques celestes pelas laterais.
  • 51. OLÉ! Torcida celeste provoca a alvinegra.
  • 52. AMARELO. Xuxa, por toque de mão.
  • 54 William dispara pela esquerda, entra na área, cai e pede pênalti. Daronco não o atende.
  • 56 AMARELO. Alisson, por simular pênalti.
  • 57 PERTINHO Daniel Amora faz boa jogada individual e passa a João Henrique, que chuta. Bola passa por cima do travessão.
  • 58. GOL. Madson cruza da direita, Rodrigo Silva salta entre Manoel e Dedé e cabeceia, Bola entra no canto esquerdo. Fábio não tem chance de defesa. ABC 1×2.
  • 60 PÚBLICO. 20.596 presentes, 18.530 pagantes. Renda de R$ 772.565.
  • 61 TROCA Alisson
x Neilton
  • 63 PÊNALTI Patrick cobra falta na meiadireita jogando a bola na área celeste. Marlon, impedido, chega antes da bequeira celeste e é empurrado por Dedé. Anderson Daranco marca sem pestanejar.
  • 64 AMARELO. Dedé, pela falta em Marlon.
  • 65 GOL. Xuxa cobra com chute colocado, à esquerda de Fábio, que salta para o outro lado. ABC 2×2.
  • 69 ABC parte pro “tudo ou nada” em busca do terceiro gol. Cruzeiro se safa com chutões.
  • 70. EU ACREDITO! Torcida do ABC grita alto.
  • 71 Nilton chama o time na responsabilidade pedindo que se troque passes ao invés de isolar a bola.
  • 72. ONZE cruzeirenses em seu campo de defesa.
  • 73 Moacy r Júniopede que seu time pressione a saída de bola do Cruzeiro.
  • 75 AMARELO. Nilton, por falta dura em Daniel Amora.
  • 76 Xuxa lança João Henrique, mas Fábio é mais esperto e fica com a bola.
  • 78. TROCA. Patrick x Alvinho
  • 79 ONZE cruzeirenses no campo de defesa. ABC parte em busca da virada.
  • 81 Ceará sai de campo no carromaca.
  • 83 Falta de Marlon em Willian.
  • 84 TROCA: João Henrique x Beto.
  • 85 GOL. Bola sobre a área celeste, Alvinho, cercado por Egídio, mata no peito e acerta uma bomba, de virada. Fábio não tem a menor chance de defesa. ABC 3×2.
  • 86 LOUCURA. Torcida abecedista explode de emoção.
  • 87 TROCA. Egídio x Leo Simões
  • 88 Samuel taela com Beto, que passa a Rodrigo Silva. O atacante se enrola com a bola, defesa celeste cede lateral.
  • 89 Rodrigo Silva aerta o poste com uma cabeçada, mas Anderson Daronco marca falta do atacante.
  • 90 Dois minutos de acréscimo.
  • 91 ABC aposta nos chutões pra tentar mais um gol, o da classificação.
  • 93 AMARELO. Fábio, por fazer cera.
  • 49 FIM de jogo.
  • CARLOS ARTHUR DA CRUZ, do GloboEsporte: “Apesar da eliminação, ABC fez história na Copa do Brasil. Torcedor reconheceu isto e aplaudiu o time, no fim do jogo.”

Vídeos

Atuações

  • TORCIDA CELESTE compareceu em bom número. Dava até pra escutar “Nós somos loucos…”
  • FÁBIO espalmou uma bola pra dentro da área que quase resultou num gol do ABC, mas não teve culpa nos gols. Não vem sendo o Fábio milagreiro de sempre, a má fase da dupla Dedé – Manoel tem resvalado nele. Partida regular.
  • CEARÁ, sempre bom na marcação, ontem deu espaços e permitiu algumas jogadas pelo seu lado. Regular.
  • DESÉ ganhou uma bola por cima, fez duas viradas de bola, abafou um chute dentro da área e cometeu um pênalti. Não se entende com Manoel, em vários momentos trombaram e se atrapalharam. Está vivendo seu pior momento, está psicologicamente abalado e seu futebol não rende. Partida ruim.
  • MANOEL salvou um gol certo do ABC. Ao lado do companheiro de zaga, cometeu erros de posicionamento e passe. Se estivessem tocando numa banda, Dedé estaria tocando pagode e Manoel tocando rock. Eles precisam escolher o mesmo ritmo! Partida ruim.
  • LEO SIMÕES entrou nos acréscimos e jogou na lateral esquerda. Pouco fez.
  • EGÍDIO fez o que sabe de melhor: apoiar com qualidade. Saiu dos seus pés o escanteio que originou o 1° gol e sempre tava na defesa colaborando. Boa partida.
  • NÍLTON quase fez um gol no comecinho da partida, mas desta vez não comemorou… Foi bem no meio de campo, teve poucos erros.
  • WILLIAN FARIAS esteve bem, formando um bom trio com Henrique e Nilton.
  • HENRIQUE fez um gol, driblou e foi eficiente como sempre, mas não foi o mesmo Henrique, aquele que é um dos melhores e mais regulares jogadores do ano. A cobrança é proporcional a sua qualidade comprovada. Partida regular.
  • WILLIAN, enfim saiu o gol e com ele o mundo das costas! Depois do gol foi pra frente sem medo, fez ótimas jogadas, sofreu um pênalti e voltou a sorrir. Estava com saudade do seu bom futebol. O melhor em campo.
  • ALISSON jogou sempre em velocidade e com a qualidade costumeira. “Quase” fez um belíssimo gol. Saiu depois de ter tomado um amarelo injusto por simulação. Boa partida.
  • BORGES voltou em grande estilo, dando um passe de calcanhar que originou a jogada do 2° gol. Estava muito bem na partida até sentir uma contusão. Marlone entrou em seu lugar.
  • Neílton jogou?
  • MARLONE tem sempre a chance de mostrar seu valor e nunca perde a chance de não mostrá-lo. Mais uma exibição ruim.
  • MARCELO OLIVEIRA colocou em campo o que podia e fez tudo pra preservar o time e vencer, mas nenhum esquema resiste a jogador em má fase.
  • CRUZEIRO fez um bom 1º tempo e tomou sustos na defesa, mas saiu de campo vencendo por 2×0. No segundo, caiu de produção, tentou controlar o jogo e tome mais sustos, mas mesmo assim se classificou. É um time que está em seu pior momento técnico e físico, mas está sem seus 2 melhores jogadores. Enquanto o MAS existir pra este time, estaremos a salvo.
  • ABC mostrou ser bem treinado. Se tivessem um atacante melhor que o João Henrique, teriam aproveitado as 500 falhas da defesa cruzeirense e saído da Arena das Dunas ontem com a classificação. Ficaram só no “se”, e sem a vaga.
  • COMBO DE ARBITRAGEM cometeu erros. Um juiz com o braço daquele tamanho pode cometer erros que ninguém tem coragem de peitar o sujeito, talvez por isso seja tão saradão. Como não marcar aquele pênalti? Um dos bandeiras errou ao não dar impedimento na jogada que gerou o pênalti para o ABC. Arbitragem regular.

O que foi dito

  • MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: Fizemos um bom 1º tempo. Não excelente, mas efetivo. Tivemos oportunidades e fizemos os gols. Demos duas chances pro adversário, que começou o jogo muito empolgado. Tivemos um pênalti não marcado e o deles não foi, pois havia impedimento. Mas fomos muito mal no 2º tempo, deixamos de jogar, fomos imaturos. Temos que controlar mais a partida e não dar tantas oportunidades. Apesar da classificação, foi um vestiário meio triste e de cobranças. Por tudo que o Cruzeiro está fazendo, com todo respeito ao ABC, não podemos passar um sufoco desses num jogo tão importante de Copa do Brasil. Não dá tempo pra treinar, mas fizemos um treino de posicionamento, pra jogar de forma diferente. Como os times brasileiros não treinam, pode acontecer qualquer resultado nos jogos. Não é desculpa. É uma situação vivida por todos os técnicos. Você faz mudanças por contusões ou or convocações pra Seleção e não treina o time. Treinos são os jogos, e eu não posso parar pra acertar e orientar o time. Mas nada justifica um 2º tempo tão ruim. Se jogarmos assim contra o Vitória, teremos muitos problemas. O tempo é curto, mas vamos nos organizar melhor e ter uma entrega maior, com mais personalidade.
  • DEDÉ, beque do Cruzeiro: A arbitragem tem que apitar pros dois times. O árbitro queria colocar lenha na fogueira. Tivemos dois pênaltis claríssimos a favor; e no pênalti contra não sei se o cara estava impedido, mas parecia. Eu apoiei a minha mão pra frente, mas não encostei no cara, não me apoiei nem cheguei a puxar, mas o juiz deu pênalti. Parece que tem alguma coisa, não vou falar que é contra mim, é contra o Cruzeiro. Os caras estão querendo fazer com que o Cruzeiro balance, mas não vai balançar não. Jogadores, diretoria, todo mundo está muito junto, estamos blindados e vamos fazer tudo pra manter nosso foco e o futebol que vínhamos fazendo. Cometi falhas. O gol contra num jogo em que fui bem. O pênalti contra o São Paulo. Infelizmente tem coisas assim. Este pênalti num jogo em que eu estava tranquilo. Mas tenho confiança, não vou me abater pela desconfiança de torcedores, nem de imprensa. Continuarei trabalhando firme. Tenho Deus no coração, minha família é muito religiosa e, da mesma forma que têm acontecido coisas negativas, vão acontecer coisas positivas também.
  • MOACYR JÚNIOR, técnico do ABC: O sonho acabou de uma forma digna, com o torcedor comemorando uma vitória sobre o campeão brasileiro. Infelizmente, por ter faltado um gol na casa do adversário ou um detalhe, a gente não conseguiu. Saímos de pé, com o nome do ABC dignificado. Exalto também a torcida. Hoje conheci a força do torcedor do ABC. Exalto também os jogadores. A cobrança no intervalo foi absorvida e a virada foi sensacional. Poderíamos ter tomado um placar mais elástico, só que no futebol você tem de ter ousadia e a gente a teve no momento certo. A equipe mereceu a vitória pela ousadia, pela personalidade, por encarar o campeão brasileiro de frente. Não ficou atrás querendo perder de pouco ou empatar, e conseguiu a virada. Isto tem de servir de alento e pra aumentar a autoestima dos atleta na Série B, que é nossa realidade.
  • MAURO FRANÇA, no PHD: O Cruzeiro fez um 1º tempo razoável, abriu 2×0 e poderia ter feito o terceiro e até o quarto, se os pênaltis fossem marcados. E o pênalti do ABC nasceu em lance irregular. Daí em diante, o time se perdeu, mostrando que a fase é ruim, falta confiança, muitos jogadores tiveram queda brutal de rendimento, o desgaste está pesando. O time está numa descendente. O momento é o pior possível.
  • CARLOS CAMPOS, no PHD: Noite complexa!

Fontes

Transmissão

  • Globo Minas
  • Fox