Temporada 2004

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
(Redirecionado de 2004)
Ir para navegação Ir para pesquisar
← Temporada 2003 Icone-Calendario.png Temporada 2005


Sobre a temporada[editar]

O ano de 2004 prometia. O Cruzeiro campeão de tudo em 2003 mantivera a base e contratara um craque de Seleção Brasileira: Rivaldo, que há dois anos havia brilhado no pentacampeonato mundial na Coréia e no Japão. O resultado desse time dos sonhos do cruzeirense não foi bem o esperado pela torcida.

O meia Rivaldo não apresentou bom futebol no Cruzeiro e sua passagem durou apenas 10 jogos. Junto com ele, foi embora o técnico Vanderlei Luxemburgo, deixando seu auxiliar técnico no cargo, Paulo César Gusmão. Logo no primeiro jogo de PC, em fevereiro, o Cruzeiro, com seu time completo, perdeu o clássico mineiro para o Atlético por 5 a 3, resultado inimaginável para um time imbatível até o ano anterior.

O time se recuperou e foi campeão mineiro naquela temporada, batendo o mesmo Atlético na final, com triunfo por 3 a 1 no primeiro jogo e revés por 1 a 0 no segundo, em partida marcada pelo comparecimento em peso da torcida cruzeirense (cerca de 80% do estádio) e por uma briga entre o zagueiro celeste Cris e o goleiro atleticano Eduardo. A glória da temporada foi pequena perto das decepções que vieram no restante de 2004.

Na Copa Libertadores da América, o Cruzeiro foi eliminado pelo modesto Deportivo Cáli nas oitavas de final, nos pênaltis, dentro do Mineirão. Para completar o vexame, o time celeste não marcou um gol sequer na disputa penal. Alex, Edu Dracena e Dudu erraram os três primeiros disparos do Cruzeiro e o clube perdeu por 3 a 0.

Na Copa Sul-Americana, o time estrelado não chegou sequer a enfrentar uma equipe estrangeira. Passou pelo Goiás na primeira fase e caiu para o Inter nas oitavas de final. No Brasileirão, o Cruzeiro ficou apenas na 13ª colocação.

Para completar o ano de ‘ressaca’ do cruzeirense, o clube celeste perdeu quatro dos cinco clássicos disputados contra o Atlético: 5 a 3, 1 a 0, 2 a 0 e 3 a 0. Foi o único ano da década que a Raposa ficou atrás do Galo nos confrontos diretos. Curiosamente, o único triunfo celeste sobre o rival em 2004 (3 a 1) foi suficiente para garantir o título mineiro daquele ano.

Durante a temporada, o Cruzeiro teve cinco treinadores diferentes: Vanderlei Luxemburgo, Paulo César Gusmão, Emerson Leão, Marco Aurélio e Ney Franco.

Geral[editar]

Mando de Campo Jogos Vitórias
(aprov.)
Empates Derrotas Gols Feitos Gols Sofridos Saldo Gols Média gols Média gols
sofridos

Geral 77 33
(42,86%)
13 31 138 118 20 1,79 1,53
Mandante 38 22
(57,89%)
6 10 79 49 30 2,08 1,29
Visitante 37 11
(29,73%)
6 20 57 65 -8 1,54 1,76
Amistosos 2 0
(0,00%)
1 1 2 4 -2 1,00 2,00

Maior período de invencibilidade[editar]

  • Invícto: 8 jogos (2 vezes)
  • Vitórias consecutivas: 8 jogos

Artilharia[editar]

- - Jogador Gols Gol aos do
Jussiê 21
Alex 19
Fred 16
Guilherme Alves 14
Dudu Carioca 8
Lima 7
WendelSimbolo jogador base.png 5
Leandro Silva 5
Cris 4
10º Tapia 4
11º Martinez 4
12º Sandro 3
13º MarcinhoSimbolo jogador base.png 3
14º Maldonado 3
15º Edu Dracena 3
16º Rivaldo 2
17º Schwenck 2
18º Maurinho 2
19º Adriano Gabiru 2
20º Jardel 1
21º Felipe Melo 1
22º Sorín 1
23º Marco Aurélio 1
24º Marcelo Batatais 1
25º Régis 1
26º MaiconSimbolo jogador base.png 1
- - Gols contra aos do 3
  • Simbolo jogador base.png - Jogador formado na Base

Estatísticas[editar]

- Nome Jogos
oficiais
Tit. Res. Cartão amarelo recebido aos Cartão vermelho recebido aos Amist.
Jussiê (ATA) 64 58 6 9 1 1
Augusto Recife Simbolo jogador base.png (VOL) 63 58 5 21 1 1
Wendel Simbolo jogador base.png (VOL) 61 54 7 15 1 0
Maldonado (VOL) 56 56 0 9 1 1
Leandro Silva (LAT) 56 55 1 9 0 1
Edu Dracena (ZAG) 53 53 0 13 2 0
Martinez (VOL) 45 28 17 8 1 1
Sandro (MEI) 45 27 18 5 0 1
Artur (GOL) 43 42 1 0 0 1
10º Marcelo Batatais (ZAG) 44 40 4 8 0 0
11º Guilherme Alves (ATA) 39 22 17 6 1 1
12º Cris (ZAG) 35 35 0 9 1 1
13º Alex (MEI) 28 27 1 3 0 1
14º Fred (ATA) 28 25 3 7 0 0
15º Jardel (VOL) 27 19 8 5 0 1
16º Gomes Simbolo jogador base.png (GOL) 27 27 0 1 0 0
17º Lima (ATA) 25 6 19 1 0 1
18º Maurinho (LAT) 24 14 10 1 0 1
19º Maicon Simbolo jogador base.png (LAT) 23 20 3 3 0 0
20º Bruno Quadros (ZAG) 22 13 9 3 0 1
21º Tapia (ATA) 22 10 12 1 0 0
22º Márcio Diogo (ATA) 21 9 12 6 0 0
23º Dudu Carioca (ATA) 19 17 2 0 0 0
24º Alessandro (LAT) 16 15 1 4 0 0
25º Marco Aurélio (LAT) 14 12 2 3 0 0
26º Marcinho Simbolo jogador base.png (MEI) 12 3 9 1 0 1
27º Felipe Melo (VOL) 10 7 3 1 0 1
28º Rivaldo (ATA) 10 9 1 0 0 1
29º Schwenck (ATA) 11 6 5 2 0 0
30º Adriano Gabiru (MEI) 11 7 4 3 0 0
31º Sorín (LAT) 9 9 0 0 1 0
32º Wagner (MEI) 9 4 5 0 0 0
33º Régis (ZAG) 9 9 0 3 1 0
34º Gladstone Simbolo jogador base.png (ZAG) 9 7 2 3 0 0
35º Irineu Simbolo jogador base.png (ZAG) 8 5 3 0 0 1
36º Fernando Diniz (MEI) 8 3 5 1 0 0
37º Geovani (MEI) 7 0 7 0 0 0
38º Alemão (LAT) 6 5 1 2 0 1
39º Doni (GOL) 6 6 0 0 0 0
40º Alex Dias (ATA) 3 1 2 0 0 1
41º Michel Lopes (LAT) 4 2 2 2 0 0
42º Kanú Simbolo jogador base.png (ATA) 3 0 3 0 0 0
43º Joílson (VOL) 1 0 1 0 0 0
44º Mancuso (VOL) 0 0 0 0 0 1
45º Jonathan Simbolo jogador base.png (LAT) 1 0 1 0 0 0
  • Simbolo jogador base.png - Jogador formado na Base


Públicos e Rendas[editar]

Total
Público pagante Público presente Renda Bruta Ingresso médio
356.087 (média: 9.371) 356.698 (média: 9.387) R$ 2.719.111,00 (média: R$ 71.555,55) R$ 7,64

Jogos[editar]

Legenda
Vitória Empate Derrota

Ver também[editar]